Peru e Machu Picchu: Dicas e Roteiro de Viagem

Vai fazer uma viagem para o Peru e Machu Picchu? Veja de forma sucinta algumas dicas e sugestão de roteiro para você planejar sua viagem para Machu Picchu.

O que é melhor: fechar um pacote de turismo ou viajar por conta própria? Ficamos muito com essa dúvida antes de fazer a viagem. Vejam aqui os prós e contras de cada alternativa.

Como se locomover em Cuzco, é seguro? Vejam os perrengues que passamos com os passeios para o Vale Sagrado. Portanto, vamos identificar algumas recomendações para fechar um passeio ao Vale Sagrado.

Como ir para Machu Picchu: é preciso comprar a passagem de trem e entrada para Machu Picchu com antecedência? Dependendo da época que você for, planejar com antecedência é essencial.

Como achei a viagem um pouco complicada para organizar, achei legal compartilhar esse guia básico para você sair do zero e começar a planejar também a sua ida até lá.

Para quem procura informações mais detalhadas, fique de olho nos links no decorrer dessa matéria, que contêm os diários repletos de informações, de cada dia de nossa viagem.

Machu Picchu e Peru Dicas e Roteiro de Viagem

Viajar por pacote ou por conta própria? 

Machu Picchu Dicas e Roteiro de Viagem
O cenário de Machu Picchu

Quando comecei meus planos de viagem para Machu Picchu, achei que tudo parecia muito complicado. E de fato, essa foi uma das viagens de logística mais trabalhosa que já tive. Vários trechos aéreos, reserva de trens, compra de entradas através de agências de turismo no exterior, tudo foi um pouco trabalhoso.

Mas colocando na ponta do lápis, acabou representando uma boa economia em relação a fechar um pacote por uma agência de turismo. A economia pode girar em torno de R$ 1.000,00.

Sugerimos a leitura: Quanto Custa uma Viagem para Machu Picchu

Por isso, é bom considerar ao decidir se você prefere viajar por pacote ou por conta própria. Obviamente, a escolha pelo pacote é muito mais confortável e segura, especialmente se você conhece e confia na agência de turismo. Agora se você está disposto a um pouco mais de trabalho do que habitual, isso irá compensar a economia que irá fazer.

Se você decidir fechar a viagem por conta, aí vão algumas dicas. Não sou nenhum expert no Peru, mas vou compartilhar o que eu aprendi nessa viagem. As informações também valem caso você vá por alguma agência, afinal é sempre bom saber o que vai acontecer e o que esperar na sua viagem.

Como Chegar no Peru – Passagem Aérea

1) Ao comprar a passagem aérea, é possível escolher a opção Múltiplos Destinos e fazer uma parada em Lima. É uma cidade que vale a pena conhecer, nem que seja apenas para 24 horas.

Sugerimos a leitura:Diário de Viagem: 24 Horas para Conhecer Lima

2) Caso opte por não visitar Lima, a passagem pode ser direto para Cuzco, mas de qualquer forma é preciso fazer em escala em Lima. Talvez saia mais barato e também é uma boa opção para quem não tem muito tempo de viagem.
Lima Peru - Dicas e Roteiros de Viagem
Lima: vale a pena dar uma passada na capital do Peru para conhecê-la

Chegando em Cuzco

3) Ao chegar em Cuzco, pegue um táxi para o seu hotel. O táxi sai por volta de S/. 10,00 a S/. 25,00. Os novos soles, moeda peruana, praticamente são equivalentes ao real, um pouco mais baratos, portanto não é nada drástico gastar cerca de R$ 20,00 numa corrida de táxi.

É bem comum um operador de turismo entrar no táxi com você, ir explicando coisas da cidade, de forma até simpática, para depois oferecer um passeio ou city-tour. Tome cuidado, os preços são maiores do que você irá encontrar em outros lugares.

Sugerimos a leitura:Diário de Viagem: Cuzco

Onde Ficar

4) Para reservar os hotéis em Cuzco ou nos demais destinos, procure sites como o Decolar.com, ou o Booking.com, ou o TripAdvisor, para avaliar e escolher a hospedagem de acordo com a sua necessidade. Esses sites possuem cotações e avaliações dos hotéis, portanto é ótimo para avaliar os pontos positivos e negativos e quais se adaptam melhor ao seu perfil. 

Passeios em Cuzco e no Vale Sagrado dos Incas

Consultando valores na Plaza de Armas

5) Na Plaza de Armas de Cuzco, lugar bem central e que certamente você dará uma passadinha, procure os passeios de city tour e ao Valle Sagrado que são oferecidos por lá, em grande quantidade. É possível pesquisar e encontrar preços mais baratos, que podem chegar até a S./ 10,00 no city tour, ou S./ 20,00 no Valle Sagrado (sem almoço incluído).

Sugerimos a leitura: Diário de Viagem: Vale Sagrado e uma excursão cheia de roubadas

Cuzco - Dicas e Roteiros de Viagem
Plaza de Armas em Cuzco, um bom lugar para procurar os passeios ao Vale Sagrado

Procure dicas e recomendações

Se tiver alguma dica de operadora de turismo, melhor, pois algumas podem ser trambiqueiras. Nem sempre pagar mais caro é sinal de qualidade: paguei S/. 85,00 pelo passeio ao Valle Sagrado, com um operador de turismo (John Villafuerte Huanca, evite) de uma empresa (www.intipunkutravel.com) cujo site não existe.

Enfim, o resultado é que, mesmo caro, o passeio foi extremamente mal organizado. Portanto, na dúvida, opte pelo mais barato, o prejuízo será menor.

Contrate um taxista

6) Uma outra opção é contratar um taxista ou uma agência de viagens para fazer o roteiro do city tour ou do Vale Sagrado. Pode sair mais caro, mas pelo menos a liberdade de poder ficar quanto tempo desejar em cada lugar é compensadora.

Consulte o SundayCooks que eles fizeram isso e tem algumas indicações de agências. Também existem vans que fazem os percursos entre Cuzco e Ollantaytambo, que cobram apenas S/. 10,00 o percurso.

Trem para Machu Picchu - Dicas e Roteiros de Viagem
Trem da Inca Rail, que faz o trajeto entre Ollantaytambo e Machu Picchu

Machu Picchu – Como Chegar

7) De Cuzco, existem 2 opções de transporte para Machu Picchu. Existe uma opção que vai direto de Cuzco (na verdade, de um lugar a cerca de 30 minutos de táxi de Cuzco, chamado Poroy) até Águas Calientes, pela Peru Rail, que possui diversos tipos de trem.

Outra opção é pegar uma van de Cuzco para Ollantaytambo/Valle Sagrado (S/. 10,00) ou no passeio para o Valle Sagrado pedir para ficar em Ollantaytambo, que é um dos últimos lugares visitados no passeio.

Em Ollantaytambo, existem mais opções e horários de viagem. Viajamos pela Inca Rail, a partir de Ollantaytambo.

Sugerimos a leitura: Diário de Viagem: Uma Noite em Ollantaytambo

Algumas opções de horários e preços disponíveis no circuito Ollantaytambo > Águas Calientes pela Inca Rail

Como Comprar a Passagem de Trem

Para comprar os bilhetes, é preciso efetuar a reserva pelo site da Inca Rail e fazer o pagamento online (caso você tenha um cartão de crédito Verified by Visa, emitidos pelo Bradesco) e depois trocar o bilhete em Cuzco, na agência da empresa.

Caso não possua o cartão Verified by Visa, efetua a reserva e paga posteriormente, também na agência da Inca Rail no Peru.

Machu Picchu – Como Comprar o Bilhete

8) Dependendo da época que se vai, é preciso comprar o bilhete de entrada para Machu Picchu com antecedência. Agora há um limite de pessoas por dia para entrar no parque: 2500 pessoas. Caso esse limite se esgote, e você não tenha comprado o ingresso antes, não entra. Nos meses de julho e agosto (alta temporada), isso é bem fácil de acontecer.

O bilhete pode ser adquirido no site http://www.machupicchu.gob.pe/, só que eles não aceitam mais cartão de crédito, apenas pagamento via banco. Portanto, só consegui fazer a compra via uma agência de turismo peruana, efetuando uma transferência de dinheiro para lá via Western Union.

Achei o procedimento bem arriscado (transferi o dinheiro e só depois a agência providenciou a reserva), mas no final deu tudo certo.

Sugerimos a leitura: Diário de Viagem – Machu Picchu

 

 

Tela do site de reservas para Machu Picchu, onde é possível visualizar a opção de compra com Huayna Picchu inclusa

Huayna Picchu (Wayna Picchu) – Como Reservar

9) Ao comprar o ingresso para Machu Picchu no site http://www.machupicchu.gob.pe/, é possível escolher também se deseja ir nas montanhas de Huaynapicchu ou Machu Picchu. É preciso pagar um pouco mais para ir nessas trilhas.

Para Huayna Picchu (ou Wayna Picchu), existe um limite de 400 pessoas por dia, portanto é preciso comprar com antecedência, mas dizem que a vista da Montanha Machupicchu é melhor, embora a trilha seja ainda mais longa e difícil do que Huayna Picchu.

Sugerimos a leitura: Diário de Viagem – Trilha até Huyana Picchu

Machu Picchu - Dicas e Roteiros (Wayna Picchu)
Visual do alto de Huayna Picchu, a cidade inca de Machu Picchu fica lá embaixo

Enfim, achou complicado? Se quiser tire suas dúvidas, é só deixar um comentário aqui no blog que eu respondo.

Esses blogs também me ajudaram bastante a planejar essa viagem: Dividindo a BagagemViaje na ViagemTuromaquiaCadernos de Viagem e Sundaycooks. Vale a pena dar uma conferida, alguns deles têm informações bem detalhadas sobre os procedimentos de compra e reserva das passagens.

© 2012 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

Peru e Machu Picchu – Guia e Roteiro de Viagem Completo

Peru Turismo Viagem Machu Picchu
share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

56 comentários

  1. Ola, não sei se atualiza ainda…mas achei suas dicas muito interessantes. Gostaria de saber, onde deixou as malas quando foi pra machu pichu? Tenho essas duvidas

    1. Oi, Gabriela. Atualizo ainda sim, obrigado. Como nós ficamos hospedados em Águas Calientes, que fica na base de Machu Picchu, foi lá no hotel mesmo que deixamos as malas. Abração.

  2. Olá, obrigado!!! Quando comprei a passagem aérea do Brasil, fiz a compra utilizando a opção "múltiplos destinos" (ao invés de ida e volta) e comprei 3 passagens em 1: São Paulo > Lima, Lima > Cuzco e Cuzco > São Paulo. Abraços.

  3. Fábio,
    Parabéns pelo site. Muito bom mesmo. Tenho uma pequena dúvida, como você comprou sua passagem para ir de Lima para Cusco?

  4. Fábio, acabei desistindo do Peru esse ano. Vou à Patagônia, mas para 2016 está nos meus planos rsss! Desejo sucesso. Se puder dá uma passadinha na minha fanpage Dá Um Up e add no insta: Gui_da1up É muito legal ter contato com a galera que ama viajar! bjao

  5. Olá, Gui. Pelo que eu sei, o único acesso até Águas Calientes é de trem, então você não vai encontrar táxis para subir a estradinha até Machu Picchu. E a subida é meio cruel mesmo, cheia de curvas e desfiladeiros. Abraços.

  6. Oi Fábio. Adorei o post. Quero ir em Julho. Mas.. estou c muitad dúvidas. Achei bem complicada a chegada até MP. Queria saber se de águas calientes até MP eh realmente perigosa a subida de carro. Pq me disseram ser uma boa opção
    ir de táxi. Abraços Gui

  7. Olá, Hugo. Vamos lá que são diversas dúvidas.

    1) Dicas sobre Lima: temos um post detalhado com nossa experiência na cidade, dê uma olhada e se ficar ainda alguma dúvida específica, pode perguntar.
    2) Em Cuzco dá para caminhar sim, o único lugar que não dá para conhecer caminhando é o Sacsayhuaman.
    3) Para Machu Picchu, você deve se hospedar em Águas Calientes. Pode fazer bate e volta a partir de Cuzco, mas sugiro o pernoite. Temos também post falando sobre a cidade.
    4) Os ingressos é melhor comprar com antecedência caso você vá na alta temporada: de junho a setembro. Nos demais meses, talvez não.
    5) A passagem aérea de Lima para Cuzco, sugiro comprar daqui, você compra uma única passagem para Cuzco com escala em Lima que sai mais barato.
    6) Não fiquei em albergues, infelizmente nada para indicar.

    Dê uma lida nos nossos outros posts sobre a viagem que você irá encontrar mais informações. Abração.

  8. Oi, Ana Claudia. Não me lembro se eles fazem a reserva de trem, mas provavelmente sim. O ônibus nós compramos na véspera, mas era só para evitar filas. Dá para comprar a passagem na hora mesmo. Abraços.

  9. Bom dia.
    Tenho interesse em viajar para Lima, Cuzco e Machu Picchu, ficando em Albergues. Sou zerado neste tipo de viagem (sozinho). Gostaria de passar. Gostaria de ficar primeiro e segundo dia em Lima (Como sair do aeroporto?, onde ficar? o que ver? como se deslocar?), terceiro, quarto e quinto dia em Cuzco (onde ficar? o que ver? dá pra fazer tudo caminhando? gosto de caminhar); do quinto ao sexto dia gostaria de me deslocar para Machu Picchu (como ir? dá pra se hospedar? ou é bate e volta?). Pesquisei bastante em outro sites mas não consegui segurança nas informações. Então, gostaria de saber, diante de sua experiência neste tipo de viagem, as suas indicações, sugestões. Dúvidas: posso comprar ingressos por la mesmo? ou tem que ser antes da viagem? Saindo do Brasil, chegando em Lima, posso comprar passagem aerea para Cuzco por la mesmo? sai mais em conta ou devo comprar do Brasil? Pretendo ficar em albergues, tem para indicar? eles fazem transfer? sao algumas duvidas que estou adiantando;.. 🙂 obrigado. Me chamo Hugo, e qqer coisa meu email é adv.hugo.cardoso@gmail.com

  10. Oi, Fabio!
    Muito obrigado pela dica, eles também fazem a reserva de trem, pois irei ficar em Cusco? Outra pergunta, o ônibus que vocês pegaram em águas calientes para chegar no parque, vocês reservaram ou há a possibilidade de comprar a passagens na hora?

  11. Olá, Ana Claudia. Nós compramos pela Inka Time Tours e fizemos todos os contatos por e-mail. http://www.inkatimetours.com/ Conosco deu tudo certo. Após a compra, em Cuzco dei uma visitada no escritório físico deles só para conhecer, o endereço está no site. Mas não é necessário, toda a transação é feita por e-mail e depois eles mandam o código que você imprime o ingresso no próprio site de Machu Picchu. Abraços.

  12. Oi Fabio, boa tarde!

    Gostei muito das suas dicas! Pretendo viajar para lá em outubro. Você poderia me passar o contato da agência peruana para que eu possa comprar o ingresso para o parque e para subir a montanha Huayna Picchu?

    Obrigado.

  13. Fabio bom dia.
    Seu blog realmente ajudou muito, e tirou MUITAS duvidas.
    Teria como você me responder o seguinte:
    É necessário passaporte?
    Outra coisa, fazendo um balanço, quanto mais ou menos você gastou com a viagem?
    E gostaria de saber… Para comprar as coisas por lá, tem algum limite de preço? Por exemplo no Paraguai tem o limite de 600,00 por pessoa.

  14. Oi, Ana. Existem bons agentes de viagem que podem formatar o passeio de acordo com a sua necessidade. O importante é ter em mente o que você quer conhecer, qual o seu roteiro, e pedir para que o pacote seja montado de acordo com a sua necessidade. Apesar de sair mais caro, acho que vale a pena pela tranquilidade. Mas novamente, consulte um agente de viagens e veja se ele te oferece opções e se passa segurança. Se possuir referências, melhor ainda! Abraços.

  15. Oi Fábio, achei muito interessante suas postagens e estou pensando em comprar um pacote por alguma agência das altas temporadas para 2015, você acha que compensa? Os pacotes costumam ser completos passando por todos os pontos como Ollantaytambo? Nesse caso iríamos eu e meu irmão, abraço…

  16. muito bom cara, estou comecando a planejar minha ida a machu picchu e seu blog esta sendo de grande ajuda, tenho um pouco d medo de ir por conta por ser minha primeira viagem internscional. mas vou vendo, ainda faltam uns meses. Valeu

  17. Olá, que bom que pude ajudar. Sim, o site para comprar o ingresso é do Ministério do Turismo mesmo. Em relação a Huayna Picchu, você já deve comprar o ingresso com essa opção. Será pedido também que você indique algum dos horários disponíveis, pois existe um horário de ingresso na trilha. Em relação a trilha, ela leva alguns dias para chegar a Machu Picchu. Existem várias, mas a Trilha Inca, por exemplo, leva 4 dias para chegar até a cidade inca. Os trajetos mais curtos duram pelo menos 2 dias. Abraços.

  18. Boa noite Fabio, muito prazer, visitei seu blog https://www.viagenscinematograficas.com.br/2012/09/peru-dicas-para-planejar-sua-viagem.html
    e achei muito legal e bem informativo.

    Não sabia que era possível comprar ingresso pro Machu Pichu com antecedencia, o site é do Ministerio do Turismo mesmo?

    Veja se pode me ajudar, para ir a HuaynaPichu eu devo comprar a opção de ingresso MachuPichu+HuaynaPichu?

    Vc aconselha ir um dia no Machu Pichu (aquele tradicional que dá pra ir de van até a entrada) e no outro dia fazer a trilha?

    Abraço

  19. Oi, Renata. Muito obrigado pela sua mensagem. Eu também gosto de viajar sempre com o máximo de informações, depois da viagem acho um desperdício não compartilhar essas informações, por isso criei esse espaço. Mas realmente, não é tudo que dá para confiar, mas acho que pela leitura dá para fazer bem essa filtragem. Um grande abraço, boa viagem e volte sempre!

  20. O Blog é ótimo! Super útil, ajuda bastante quem está programando a viagem para Peru. Como vou sozinha, quero sair daqui com o máximo de informação (útil!) possível. Considero as informações dos viajantes que postam em blogs ou sites de viagem melhores que qualquer guia à venda. Porém às vezes temos que dar uma "peneirada" nas experiências de cada um. No caso do seu blog aproveitei MUITA coisa. Que bom que vc se rendeu às suas grandes paixões para dividir esse resultado bacana com os outros viajantes de plantão. Vlw mesmo!

  21. Fanny, dá tranquilo para visitar Machu Picchu e fazer a trilha no mesmo dia. Fizemos isso. Só reserve um tempinho para descansar depois da trilha, recuperada é só partir para o resto da cidade inca. Outra trilha que indico e é bastante simples é a trilha até a Ponte Inca, também fizemos no mesmo dia. Abraços.

  22. Olá, Suzana. Muito obrigado pelo comentário. É possível consultar os horários dos trens de Cuzco para Machu Picchu no site da Peru Rail (http://www.perurail.com/), mas acho difícil chegar no último horário de ingresso para Huayna Picchu, que é às 10h. Os trens de Cuzco até Águas Calientes levam 3 horas, mais cerca de 40 minutos para subir até Machu Picchu de ônibus. A única alternativa é pernoitando em Águas Calientes ou Ollantaytambo, que é uma cidade no meio do caminho, para você conseguir chegar mais cedo. Abs.

  23. Olá Fabio!!
    Irei para o Peru no final de outubro, gostei muito do seu blog!! Parabéns!! Ainda não li tudo, rsr, mas pretendo. Estou com uma dúvida, fechei meu pacote por uma agência de viagem e irei para Machu Picchu de trem saindo de Cuzco, só depois que fiquei sabendo de huayana picchu e fiquei com muita vontade de conhecer, você sabe dizer o horário que os trens chegam em Machu Picchu?? Tem algum site que eu possa consultar esses horários?? Desde já muito obrigada pelas dicas do seu blog!!

  24. Oi Fabio! Obrigada peças dicas valiosas e as fotos maravilhosas! Dá para visitar o MAcchu Picchu E fazer a trilha do Wayna Picchu no mesmo dia?

  25. Olá Isaias. Não tenho informação sobre a agência, procure verificar o endereço e a localização. Dê uma olhada nos preços na planilha que se encontra nesse post. Abraços e boa viagem!

  26. Fabio,
    Recebi uma proposta da Wayna Mundo (http://www.waynamundoperu.com/) para 3 dias com city tour em Cusco (dia 1), Vale sagrado + trem águas calientes + hotel + (dia 2) e Machu Pichu (dia 3), por $325. Não inclui boleto vale sagrado e alimentação. Ainda prefiro fazer por conta própria pois posso controlar meus horários. Você acha que este preço vale a pena? Alguém tem informação sobre esta agência? Posso arriscar comprar lá? Minha viagem é no final de setembro (dia 23 a 25).

  27. Pois é, fico cansado só de lembrar. rs. Mas vale a pena. Conte comigo para o que precisar, se faltar alguma informação me avise pois será ótimo acrescentar para melhorar o conteúdo do blog. Abs!!!

  28. Meu Deus, quanta informação! Rs
    Estou planejando a minha. Já comprei passagens para setembro. Sempre foi um sonho para mim conhecer Machu Picchu e finalmente vou realiza-lo.
    Sem dúvids está sendo uma das viagens mais cheias de datalhes no planjamento. Seus textos têm ajudado bastante, parabéns!! Qualquer dúvida apareceo aqui novamente! hehe

  29. Oi, Gabriela. Que bom que você gostou do espaço. Como você vai ficar mais tempo, acho que vale a pena sim ficar nesses locais. Pisac só conheci as ruínas, mas achei muito corrido pelo passeio, com certeza o lugar merece pelo menos umas 3 ou 4 horas de visita, o que vc não irá conseguir num passeio em grupo. Em Ollantaytambo, adoramos pernoitar por lá, recomendo. Acabei de publicar uma postagem nova sobre essa experiência. Dá uma conferida. Abração. https://www.viagenscinematograficas.com.br/2013/07/peru-ollantaytambo-dicas.html

  30. Oi, Fabio.

    Adorei o site. Peguei várias dicas já!

    Eu vou para o Peru em fevereiro de 2014 e pretendo ficar uns 20 dias.

    Eu estava pensando se vale a pena dormir em Pisac e em Ollantaytambo.

    O que você acha?

    Obrigada,

    Gabriela.

  31. Oi, Michele. Não é caro não, os preços são normais, como vc encontraria aqui no Brasil mesmo. O lugar que achamos pratos mais baratos foi em Águas Calientes. Abs e boa viagem.

  32. Oi Fabio!
    Estamos indo pro Peru no dia 03/06, gostaria de saber se a alimentação é cara por lá??

    Obrigada, Michele.

  33. Ola Fabio gostaria de saber qual foi o horário do trem que você utilizou entre ollantaytambo para aguas calientes, o bilhete já tinha sido comprado antes.

    Grato
    Luis Carlos

  34. Oi, Anderson. Acho que para outubro é menos complicado, já que a alta temporada vai até setembro. Vai acompanhando no site http://www.machupicchu.gob.pe/ como está a disponibilidade de ingressos para o dia que você pretende ir. Se preferir comprar por lá, compre assim que chegar no Peru, seja em Cuzco ou Lima, através de uma agência local. Pelo menos estando lá fisicamente na agência você se sente mais seguro. Só não fiz isso pois me falaram que setembro era alta temporada, mas acho que os piores meses mesmo são julho e agosto. Abs.

  35. Boa noite Fabio !

    A minha dúvida está na compra para entrar em Machu Picchu. Você acha melhor não arriscar comprando lá ? Estou com passagem comprada para outubro e não sei se vou fazer certo comprando pelo site que indicou por aqui.

  36. Olá, Jefferson. Eu aconselho pelo menos 4 dias na região, em um dia você conhecer e circular pela cidade de Cuzco, no outro dia você pode fazer um passeio até o Vale Sagrado e no outro dia você conhece Machu Picchu. Sobra um dia para chegada ou partida. Veja aqui no blog mais sobre esses lugares. De Cuzco até Machu Picchu, dá para fazer um bate e volta, a viagem dura cerca de três horas, nesse mesmo artigo que você comentou estão as informações de como chegar lá. Outra opção é pernoitar em Águas Calientes, que recomendo mais, pois você chegará em Machu Picchu mais cedo e mais descansado. Nesse caso, o que fizemos foi fazer o passeio até o Vale Sagrado e ficar em Ollantaytambo, onde saem trens para Machu Picchu. Abs.

  37. Olá, Fábio! Tudo bem? To comprando um voo para Cusco. Poderia me dizer como devo fazer para dar uma esticada até MAchu Picchu? Quanto gasto mais ou menos? Você me aconselha a ficar quantos dias para conhecer MAchu Pichu e Cusco? Abraço, Jefferson

  38. Claudia, ninguém nos pediu o certificado de vacinação, mas nós levamos por via das dúvidas. Para tirar, você tem que ir em algum posto de vacinação. Como você já tomou, é só levar o cartão da vacinação e pedir pra eles emitirem o certificado internacional. Se você não achar o cartão, acho melhor tomar a vacina novamente. Eu não fiz seguro viagem, mas todo mundo aconselha a fazer. Abs e boa viagem. Consulte o site da Anvisa para ter maiores informações. http://portal.anvisa.gov.br/wps/content/Anvisa+Portal/Anvisa/Cidadao/Assunto+de+Interesse/Certificado+Internacional+de+Vacinacao

  39. Oi Fábio …
    Estou indo pro Peru , Lima e Machu Picchu agora dia 25/04/2013 , comprei por conta … e gostaria de saber se realmente precisa tomar a vacina da febre amarela(a minha fiz em 2010 e tem validade de 10 anos) se preciso tomar novamente e se é preciso levar o certificado de vacinação internacional e onde tira isso … se vc fez o SEGURO VIAGEM INTERNACIONAL ? se puder me ajudar fico grata …
    abç
    Cláudia

  40. Que ótimo, Audrye. Fico super feliz com seu comentário. Ficamos 7 dias e foi bem corrido, então acho que você vai ter tempo suficiente para conhecer bem a região. Conhecemos muito pouco, só o básico, a região é muito rica, realmente valia a pena ficar mais tempo. Recomendo você ficar pelo menos 1 noite em Ollantaytambo, é um lugar bem especial. Depois quero ver o fotolivro, hein? Abração e boa viagem.

  41. Oi, Fabio, tudo bem?

    Nossa, eu estou tentando montar a minha viagem. Vou fazer um fotolivro-reportagem para o meu TCC de jornalismo sobre os pontos turísticos até chegar a Machu Picchu e te falar que, com 15 dias a meu dispor para ir para lá, estou ficando louca! O problema é que ir sozinha está ficando muito mais caro e não encontro ninguém que consiga ir comigo! Rs… Mas adorei seu blog. Todas as matérias. Adorei mesmo, parabéns!
    Agora, bora que eu tenho que organizar a minha viagem ainda… quero fazer trilha Inca, espero que dê tudo certo!

    Abraços!

  42. Oi, Luci. Chegando em Machu Picchu, tem um caminho que não é uma trilha, mas em alguns momentos tem algumas passagens em que é preciso subir degraus de pedra. Machu Picchu fica na encosta de uma montanha, então tem alguns trechos de subida e descida. Mas vi vários grupos de terceira idade por lá, é um pouco cansativo e não dá pra explorar tudo, mas é possível conhecer sim. Abs.

  43. Cara, estou indo depois de amanhã, e queria lhe agradecer pela enorme ajuda. Realmente, a logística é complicada e precisei montar planilha também – mas, deu tudo certo até agora.

    Seu blog foi muito importante para me tranquilizar em vários aspectos.
    Obrigada.
    Juliana 🙂

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.