O que fazer em Canoa Quebrada – Ceará

O que fazer em Canoa Quebrada? Muita gente acredita que apenas um bate-volta de Fortaleza já é o bastante para conhecer Canoa Quebrada, mas há muito o que fazer por lá.

Se estamos falando do passeio 3 praias em 1 dia, então, é quase covardia as poucas horas para aproveitar um dos destinos mais procurados do Estado. Pior, voltar com uma impressão errada do destino, pode ser ainda mais provável.

Vamos destacar pelo menos 10 coisas para fazer em Canoa Quebrada, a maior parte delas somente é possível se você ficar hospedado por lá. Quem sabe você se anima para conhecer Canoa Quebrada, muito além de um bate-volta a partir de Fortaleza.

O que fazer em Canoa Quebrada: uma ou duas noites com a lua e a estrela

Diário de Viagem: Ceará – Dias 5 e 6

O Ceará é um destino que inspira até cineastas internacionais, como foi o caso de Orson Welles quando veio para o Brasil filmar o documentário “It’s All True”, sobre uma saga de quatro jangadeiros cearenses (com imagens belíssimas em P&B).

Há duas maneiras principais de conhecer uma das praias mais famosas do Ceará. Fazer um bate-volta de Fortaleza ou pernoitar na cidade.

Se você leu o nosso post sobre o passeio de bate-volta a partir de Fortaleza, viu que apesar de nesse passeio ser possível conhecer a praia de Canoa Quebrada, há algumas coisas que não é possível fazer sem estar hospedado por lá. Além disso, a região de Canoa é tão gostosa que com certeza merece uma noite ou duas noites por lá.

Salve esse pin para consultar depois. Siga a gente lá no Pinterest

O que fazer em Canoa Quebrada

1 – Curtir uma deliciosa (e barata) pousada

Pousada Vale do Luar

Logo que chegamos na pousada Vale do Luar, em Canoa Quebrada, ficamos maravilhados com a pousada e com a simpatia de sua dona, Socorro. Tudo muito bonito, arrumado, charmoso, e uma piscina super convidativa.

Socorro ainda nos permitiu escolher o quarto, acabamos escolhendo o que já estava pronto, assim não precisamos esperar o horário do check-in.

E o melhor é que pagamos apenas R$ 100,00 a diária na Vale do Luar (ref. nov/2012), reserva através do Booking.com. Não sei se esse valor é fácil de conseguir, mas fomos em novembro, ou seja, nem era tão baixa temporada.

Ou seja, uma pousada com toda essa infraestrutura, tudo oferecido com qualidade e atendimento afetuoso, só aqui mesmo. Por isso, vale a dica, é sempre bom procurar lugares não tão disputados, onde é possível encontrar tarifas mais baratas.

O que fazer em Canoa Quebrada
Na incrível piscina da pousada, programa imperdível para “relaxar” depois de uma caminhada na praia

Barraca Lazy Days

Mergulhamos na piscina, lógico, e depois saímos para a praia, tirando algumas fotos sobre as falésias.

Paramos numa barraca recomendada pela Socorro, a Lazy Days, que não faz o estilão das barracas de excursão, tem música ao vivo, algumas espreguiçadeiras, ambiente bem tranquilo e pessoal descolado.

2 – Fugir do trecho mais movimentado da praia

Na região onde ficam a maior parte das barracas, o trecho de areia é tão curto que, na maré cheia, a água do mar invade as barracas.

É uma pequena faixa entre as falésias e o mar, mas que se tornou um dos pontos de ocupação desenfreada e predatória no local.

Caminhar pela praia então, nem pensar.

Depois da barraca Lazy Days (a última para o lado direito da praia), há uma longa faixa de areia em que é possível caminhar com calma (até mesmo nos dias mais movimentados) e trocar as muvucadas barracas pelas jangadas em paz. E também admirar as falésias.

O que fazer em Canoa Quebrada
Depois das barracas, é possível encontrar sua faixa de areia mais tranquila

Caminhamos até o final da praia, onde há um símbolo de Canoa desenhado na falésia, ótimo para tirar fotos. Na verdade, existe outro perto da região das barracas, mas como era sábado, estava bastante concorrido.

3 – Tirar fotos na passarela ou por cima das falésias

Passarela

Um ponto imperdível para fotos em Canoa Quebrada é uma passarela, erguida por sobre as falésias, que tornou-se um admirável mirante da praia e das falésias da região. Eu particularmente adoro praias onde é possível encontrar um ponto mais alto e admirar a praia de cima. O mar em geral fica muito mais bonito. Lembro-me agora dos visuais fantásticos da Praia de Pipa (também do alto de suas falésias) e das prainhas de Arraial do Cabo.

O que fazer em Canoa Quebrada

O que fazer em Canoa Quebrada
Visual da passarela

Falésias

Outra opção é subir as escadas íngremes (e por vezes inclinadas) que ligam a areia da praia ao alto das falésias, para admirar o mar incrivelmente verde do Ceará.

Só o que estraga são os fios elétricos, cabos e outro tipo de intervenções humanas, que passam por entre as falésias, e destroem qualquer possibilidade de imaginar que você está num lugar paradisíaco. 

O que fazer em Canoa Quebrada
A visão da praia por sobre as falésias é belíssima,
só o que estraga são as intervenções humanas no lugar

4 – Aqui também tem pôr-do-sol nas dunas

Fiquei feliz em saber que em Canoa, assim como em Jericoacoara, há uma duna onde é possível admirar o pôr-do-sol. Tínhamos visto no roteiro de bugues da região. Mas como já tínhamos gastado muito dinheiro com passeios de bugue, resolvemos ir a pé mesmo.

O que fazer em Canoa Quebrada

Por intuição (e também seguindo algumas pessoas e bugues indo para lá), fomos até a duna do pôr do sol, que tem uma vista para um vale e para a estrada, e assistimos o pôr-do-sol. Eu já tinha visto melhores, mas o lugar é bem especial, com uma vista ampla de toda a região.

Voltamos para o hotel, mais um banho de piscina e saímos para jantar.

5 – Caminhar pela Broadway

A Broadway de Canoa Quebrada não tem lá muitos musicais, mas tem alguns lugares com música ao vivo, restaurantes e é onde todo mundo vai à noite, para circular. Sinceramente, esperava mais da Broadway, pelo que eu tinha lido em alguns lugares, mas mesmo assim é lugar simpático para se caminhar, com algumas boas opções de restaurantes.

No restaurante Dali, na Broadway, encontramos um prato por R$ 30,00 para duas pessoas. Além do preço da pousada ser barato, também é possível encontrar aqui em Canoa boas (e baratas) opções de alimentação.

O que fazer em Canoa Quebrada

Dragão do Mar

A história do nome de sua rua principal (a Broadway, ou Dragão do Mar, também nome de um Centro Cultural em Fortaleza), ocorre em homenagem a um descendente de Canoa que liderou um movimento de greve dos jandadeiros e que antecipou o fim da escravidão no Ceará.

Dragão do Mar, ou Chico da Matilde (no caso Matilde, sua mãe), “em 1874 foi nomeado prático da Capitania dos Portos convivendo com o drama do tráfico negreiro, se envolve na luta pelo abolicionismo, e uma de suas principais atitudes foi o fechamento do Porto de Fortaleza, assim impedindo o embarque de escravos para outras províncias. Em vigília, localizava alguma embarcação que entrasse no Porto do Mucuripe e conduzia sua jangada até ela para comunicar o rompimento do tráfego negreiro no Estado.” Fonte: http://www.canoabrasil.com/dragao-do-mar.html

Alguns anos mais tarde, Orson Welles, o famoso diretor de um dos melhores filmes de todos os tempos,  “Cidadão Kane”, esteve no Ceará para registrar a história de outro jangadeiro heróico.

Jacaré e mais outros jangadeiros partem da Praia de Iracema, em Fortaleza, até o litoral do Rio de Janeiro para reivindicar melhores condições aos pescadores e jangadeiros cearenses.

6 – Café da manhã na varanda

O que fazer em Canoa Quebrada
Café da manhã servido na varanda do quarto

Logo cedo curtimos nosso café da manhã à beira da piscina, na varanda do nosso quarto.

O café foi servido com várias opções, em boa quantidade e variedade de alimentos. 

O único senão é que como o café é servido, não há muita opção de repetir, mas eles trazem uma cesta tão cheia de pães, frutas, tapioca, que a única coisa que ficou faltando foi mesmo um pouco mais de frios.

Mas Socorro e as meninas do Vale do Luar são sempre solíticas.

7 – Fazer o passeio de bugue até Ponta Grossa

O que fazer em Canoa Quebrada

O que fazer em Canoa Quebrada

O passeio de bugue até Ponta Grossa, divisa do estado de Rio Grande do Norte, leva cerca de 2h30, portanto é inviável para se fazer num bate-volta de Fortaleza.

Mas o trajeto até Ponta Grossa é um dos melhores passeios de bugue do Ceará. A paisagem das falésias, que varia em tons próximos ao branco até o vermelho, é realmente incrível. 

Socorro havia nos reservado um bugue para irmos até Ponta Grossa. O bugue chegou com certo atraso, fiquei preocupado pois no dia anterior havíamos perguntado para um bugueiro e ele queria marcar às 7h da manhã por causa da maré. Esse marcou às 8h e só chegou perto das 8h20.

Como Funciona o Passeio de Buggy

Partimos com um casal de Juazeiro do Norte, muito simpático e também adoravam tirar fotos, como nós. Eles já tinham feito outro passeio com o bugueiro, que chamava Pablo, e era legal. Fui na frente, assim podia tirar mais fotos e filmagens com a câmera profissional, já que atrás fica meio inviável segurá-la e segurar no bugue.

O caminho é muito legal, vamos percorrendo a praia, passando por diversos vilarejos (entre eles Majorlândia) e no caminho notando a diferença no tom de cor das falésias, que começa mais próximo do areia para terminar vermelho.

No meio do caminho, paramos em um cânion formado pelas falésias, ótimo para fotos. Nesse ponto, as falésias ainda estão num tom próximo ao branco.

O que fazer em Canoa Quebrada
Cânion durante o passeio de bugue, onde é possível caminhar por entre as falésias…
O que fazer em Canoa Quebrada
… e acima delas

Ponta Grossa

No final do percurso, há uma duna e algumas rochas com formatos peculiares, uma em particular tem um buraco no meio. Nesse ponto, denominado Ponta Grossa, paramos somente 20 minutos, que passaram voando.

O que fazer em Canoa Quebrada

Dali, o bugueiro nos levou para um barraca onde sim, ficamos mais tempo, mas ainda era 10h30, então estávamos sem a menor fome. O atrativo seria comer uma lagosta por preço mais barato, mas ficou para uma próxima vez. O único que aproveitou foi ele.

O trajeto de retorno foi novamente pela praia, com alguns trechos por dentro, justamente naqueles em que a praia estava mais movimentada, como na praia de Majorlândia, vizinha a Canoa Quebrada.

O bugueiro ainda fez uma rápida parada em um símbolo de Canoa esculpido na falésia, que fica um pouco distante da cidade.

Voltamos por volta das 11h30 para a pousada.

O passeio ficou R$ 60,00 por pessoa, um pouco salgado se considerarmos a duração, mas o percurso vale a pena.

Na volta, aproveitamos para tomar mais um banho de piscina. Fico mais relaxado em lugares em que não há muito o que fazer, era o caso aqui. Já havíamos tirado fotos de Canoa no dia anterior, fizemos o passeio de bugue, então não havia nada mais tão imperdível para fazer por lá. Assim, relaxei um pouco mais na piscina, sem a mente nos próximos destinos que iríamos conhecer.

8 – Vôo duplo de parapente

O que fazer em Canoa Quebrada
No vôo duplo de parapente, com Jerônimo

O casal de Juazeiro que fizera o passeio de bugue conosco, nos indicou o passeio de parapente, dizendo que era bastante tranquilo e bonito, e resolvemos experimentar.

Quem faz é o Jerônimo, que tem um quiosque perto da passarela de Canoa Quebrada, no alto das falésias.

O vôo duplo (duplo porque vc faz acompanhado de um profissional) sai R$ 70,00 e dura cerca de 15 minutos.

Reservamos para as 15h e saímos para caminhar um pouco pela praia, ver o movimento de domingo.

Às 15h voltamos mas o vento ainda não estava forte o suficiente. Afinal, por volta das 15h30, Jerônimo veio, de forma simpática e atenciosa, se apresentar e dizer que estávamos aptos para iniciar nosso vôo. Cleber ficou com a câmera profissional e eu levei a Canon semi para as alturas e começamos nosso vôo.

Uma experiência inesquecível

Uma equipe se encarrega de colocar os equipamentos de segurança e o depois Jerônimo (ele também conta com mais dois funcionários que também fazem vôos) faz as conexões e só é preciso ficar em pé para levantar vôo.

Quando você vê, já está nas alturas. Jerônimo faz de tudo para o passeio ficar mais animado, faz rasantes próximos das barracas, das pessoas, levanta vôo para vistas ainda mais amplas e mostra todos os lados de Canoa.

O que fazer em Canoa Quebrada
As falésias de Canoa Quebrada, vistas do vôo de parapente
O que fazer em Canoa Quebrada
Se a vista da passarela já era linda, imagina a vista de cima da passarela

Quando você vê, o vôo infelizmente já terminou.

Depois é oferecido um CD com algumas fotos tiradas de baixo: as fotos não ficaram muito boas, mas mesmo assim resolvi comprar pois adorei a experiência e queria todos os registros.

Depois do vôo do Cleber, reencontramos o casal de Juazeiro, que gostaram tanto que estavam dispostos a repetir a experiência.

+ Duna do Pôr do Sol

Depois já estava na hora de ir até a duna do pôr do sol, o caminho já rende boas fotos, com o sol iluminando as dunas e formando diversas pequenas ondas douradas na areia.

Na volta para o hotel, mais um pouco de piscina. Dessa vez a pousada estava ainda mais vazia, pois já era domingo à noite, nadamos bastante na piscina, aproveitando também para fazer exercício e procurar queimar as calorias adquiridas nos últimos dias.

Domingo à noite, o movimento na Broadway estava menor do que na noite anterior, mas ainda assim Canoa não estava vazia.

9 – Curtir Canoa Quebrada vazia ou bem movimentada

Canoa Quebrada atende a dois tipos de público. Existem aqueles que preferem ficar sentados numa barraca, bebendo e curtindo a praia, sem nada para fazer. Para essas pessoas, não importa que a barraca esteja cheia, o que importa é que ela tenha boa infraestrutura (chuveiros, boa bebida e comida, atendimento, etc.). Canoa atende bem esse tipo de público.

Para mim, no entanto, sou mais adepto de uma praia tranquila, se possível deserta.

Lógico que às vezes gosto de sentar numa cadeira e ficar bebericando e beliscando alguma coisa à beira-mar. Mas me incomoda um pouco quando a praia está muito cheia.

O que fazer em Canoa Quebrada
Cadê os turistas, nada como uma segunda-feira para ter uma praia turística só para você

Por isso, segunda-feira pela manhã, Canoa parecia um paraíso. Os grupos dos passeios bate-volta ainda não tinham chegado, tudo bem vazio e tranquilo, maré baixa e toda a praia para caminhar.

No símbolo da lua e estrela, no fim de semana, era praticamente impossível conseguir tirar uma foto sem ninguém por perto. Na segunda-feira, tínhamos ele só para nós.

10 – Passeio de jangada

Para os mais corajosos (o que não foi o meu caso), existe a opção de fazer um passeio de jangada pelo mar cearense. É um passeio bastante típico, mas para se encarar apenas em dias de mar calmo.

It’s All True

Como já citamos anteriormente, as jangadas e seus jangadeiros cearenses foram objeto de interesse do diretor Orson Welles, que em 1942 esteve no Brasil para registrar o modo de vida e a saga de quatro jangadeiros que resolveram viajar de jangada do Ceará até o Rio de Janeiro para chamar a atenção para questões e direitos dos pescadores cearenses.

As imagens fariam parte do documentário em episódios “It’s All True”, no episódio “Four Men on a Raft”.

Infelizmente, na tentativa de recriar a jornada desses jangadeiros, enquanto Orson Welles refilmava a viagem deles, um acidente na jangada matou o líder dos jangadeiros. Veja mais sobre a passagem de Orson Welles pelo Ceará no post sobre o filme: “As várias viagens dentro de É Tudo Verdade, de Orson Welles”.

Mar bravo

Em virtude dos ventos fortes e dessa tragédia, apesar das lindas imagens das jangadas, resolvi não me arriscar em um passeio em uma delas.

Já fiz passeios de jangada em praias com recifes, como em Porto de Galinhas, por exemplo, o que faz com que o mar não seja tão bravio. Mas no Ceará não há recifes, portanto o mar aberto torna o passeio bem mais balançado. 

Cleber foi mais corajoso do que eu e fez o passeio, e relatou algumas aventuras, como turistas que caíram no mar ou pessoas enjoadas, isso sem contar que em virtude do balanço do mar, não há como ficar muito seco. Enfim, é um programa típico, talvez seja interessante fazer para poder contar suas próprias aventuras (ou desventuras) depois.

O que fazer em Canoa Quebrada
Passeio de jangada em Canoa Quebrada, programa típico

Passagens de Ônibus para Fortaleza

Ao meio dia fizemos check-out e fomos até o final da Broadway, onde há o escritório da Viação São Benedito, que faz o trajeto até Fortaleza. 12h30 nosso ônibus saiu e chegamos quase às 16h. No trajeto, diversas paradas, como em Beberibe e Cascável, que lotaram completamente o ônibus, não somente nos lugares sentados, mas também nos lugares em pé.

E assim acabou nossa estadia de duas noites em Canoa Quebrada. Valeu muito à pena. E você, já conhece Canoa Quebrada? Foi no bate-volta ou ficou por lá? Tem alguma dica? Não deixe de compartilhar também as suas experiências de viagem.

© 2013 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

63 comentários

  1. Estou com viagem agendada para setembro de 2018, para Canoa Quebrada, ficarei 3 dias por lá e gostaria de dicas sobre os melhores passeios a se fazer lá. Aguardo dicas.

  2. Boa tarde. Estou em Canoa dando um update nas coisas. O parapente agora está custando $150 por 15 minutos. , a passarela está fechada pois a falésia está cedendo
    No resto muito sol kkkk
    Amanhã farei passei de buggy conforme indicado por vocês.

    Alvaro

  3. Oi Fábio. Gostaria de entrar em contato com você. Fui esse final de semana passear com minha família em Canoa Quebrada e pesquisei roteiros na internet. Cheguei animada ao passeio de parapente, confiante em Jerônimo pois havia visto indicações aqui, mas quero relatar que eu e minha família sofremos um acidente que por livramento de Deus não foi maior. Ele disse que poderíamos ir eu, meu esposo e meu filho mas o peso era muito, e depois nos alertaram que Jeronimo era muito irresponsável e que insiste em voos que nao dao certo e que ja sofreu alguns acidentes porém todos abafam. Decepção!

    1. eu indo amanha e muito feliz por ter lido seu relato pois estava muito interessada no passeio de parapente!! obrigada!!

  4. Boa tarde! Em Outubro estou indo para Canoa Quebrada, gostaria de sugestões de restaurantes em que o preço não seja la nas alturas.

    1. Oi, Julia. Já faz algum tempinho que fui para lá, perdi um pouco a referência dos restaurantes. Mas pelo que me lembro, não é nada muito caro, há sempre opções para todos os gostos. Abraços.

  5. Oi Fábio.
    Ao procurar dicas sobre Fortaleza, Jeri e Canoa, encontrei seu post. MARAVILHOSO!!!! PARABÉNS.
    Tenho passagens para Fortaleza indo dia 25/09/2016 e voltando para SP no dia 05/10/2016 [.
    Dividi minha viagem da seguinte maneira e quero sua opinião antes de fechar todos os hotéis:
    Chegada em Fortaleza às 13:00h – pegar um ônibus diretamente para Jeri…. assim esse dia fica inteiro para transportes.
    Fico 26, 27, 28 e saio 29 para Fortaleza.
    Pernoite em Fortaleza
    Dia 30 vou de ônibus: Fortaleza—> Canoa Quebrada
    Fico em Canoa: resto do dia 30 até 14:30 (ou 17:30) do dia 03, quando parto de volta para Fortaleza.
    Fico em Fortaleza, tarde/noite do dia 3, dia 4 e volto para SP no dia 5 às 14:00hs.

    O que você acha desse meu plano? Conseguirei ver os principais pontos desses locais e ter um tempinho para “pegar praia” ou relaxar à beira da piscina?

    Alguma sugestão de hotel em Fortaleza que tenha um bom custo-benefício?

    Em Canoa vou ficar na Vale do Luar.
    Tem sugestão em Jeri? Estou vendo a Papaya, Vento de Jeri e Janela da Cor. Conhece alguma?

    Apenas para informação…. estarei sozinha.

    Agradeço sua gentileza e mais uma vez, parabéns pelo blog.

    Abraços… Ivone Paiva

    1. Oi, Ivone. O roteiro está ótimo, um pouco justinho mas está bem otimizado. E praia você vai conseguir pegar bastante, com certeza. Olha, temos 2 posts com dicas de hospedagem em Jericoacara e Fortaleza, dá uma olhada pois tem boas dicas.
      Fortaleza: https://viagenscinematograficas.com.br/2016/02/onde-ficar-em-fortaleza-dicas-de-hotel.html
      Jericoacoara: https://viagenscinematograficas.com.br/2015/10/onde-ficar-jericoacoara-hotel-pousada.html
      Abraços e obrigado pelo comentário! Volte sempre.

      1. Obrigada Fabio pelo comentário.
        Desculpe-me de abusar…. você acha que seria melhor fazer o inverso? Ir primeiramente para Canoa e depois Jeri ou dá no mesmo?

        Com certeza, voltarei aqui para comentar sobre minhas experiências.

        Abraços
        Ivone

  6. Oi, Mariana. Não conheci os chalés, então não vou conseguir opinar a respeito deles. É que os chalés ficam na lateral e os quartos ficam de frente para o mar, mas sinceramente não preocuparia muito com a vista para o mar não, é uma vista parcial. Verifique mesmo a questão da área e da configuração que mais se encaixa com a sua necessidade. Agora, se você faz questão da vista, peça os quartos do andar de cima, pois aí você tem uma vista mais panorâmica. Abraços.

  7. Fábio para um passeio de 5 dias sozinha, mês de dezembro, sai muito pesado o preço da diária?! Eu e Deus, em um local bem família, essa pousada seria legal?! Iara. Sou de Fortaleza!

  8. Oi, Nadia. Super obrigado por contribuir. Que bom que você reservou um tempinho pra compartilhar sua experiência, ficamos super felizes. Como não temos pets, realmente não tenho muitas dicas a respeito, mas já ouvi falar do blog Turismo 4 Patas. Mas tá aqui registrada a sua dica, acho que será muito útil para outros viajantes. Abraço grande!

  9. Oi Fabio. Estou em Canoa Quebrada e peguei algumas dicas no seu blog. Foram super úteis. Então vou dar a minha contribuição. Trouxemos nossa Pet Mel. Uma poodle toy muito comportada. Nos hospedamos na pousada Vila Canoa porque aceitam Pets. Gostei. A pousada é simples mas limpinha e o pessoal muito gentil. Nosso chalé tem uma cama grande e boa, é amplo e ao abrirmos a porta enxergamos o mar . Além de dormir com o barulho das ondas. Pra mim o mais importante foi o fato de aceitarem Pets . Viajar com Pet no nosso país é um problema. Então quis deixar minha contribuição para os casais que também não viajam sem seu filho de 4 patinhas. Gostaria que alguém fizesse um blog para essas dicas de lugares que são Pet friendly. Sofremos bastante pela escassez de lugares e também a falta de divulgação dos lugares que aceitam. Estamos há uma semana em Canoa Quebrada e até agora tudo bem. Conseguimos ir a restaurantes e barraca de praia. Ah! A pousada também tem uma barraca de praia que atende muito bem. Abraços Nadia.

  10. Ola Iara, dê uma olhada no item 1 dessa matéria, lá você vai encontrar um link para a Pousada Vale do Luar, que é onde ficamos, ótima relação custo benefício. Clique no link e você poderá consultar preços e disponibilidade e até fazer a reserva, caso tenha gostado. Nós gostamos muito. Abraços.

  11. olá Fábio, estou pensando em passar 3 ou 5 dias em Canoa, sozinha, para relaxar! Sou de Fortaleza! Vc indicaria qual hospedagem, que não seja muito cara! Um local bem família, pois como falei, penso em ir sozinha! Mês de dezembro, tipo de 26 a 30. Sairia uma base de quanto?!

  12. Fábio prazer Tadeuza! Eu e meu esposo Heron Lanhellas já estamos com as passagens compradas para o Ceará, viagem marcada para o dia 17 de Setembro. Olha adorei suas observações e dicas. Nos iremos primeiro para Jericoacoara, passaremos 02 dias e depois voltaremos a Fortaleza para no dia seguinte irmos a Canoa Quebrada, dormiremos por lá mesmo. A dica da pousada foi ótima, bem o que estávamos procurando, e tivemos sorte, pois conseguimos reservar na mesma que voce ficou em Canoa Quebrada. Obrigada viu!!!

  13. Olá Fábio adorei suas dicas. Estou querendo ir em Canoa Quebrada esse mês,me passa o telefone da pousada? Ah, suas fotos são lindas……

  14. Olá Fábio!!!
    Adorei as suas dicas! A pousada Vale do Luas é realmente incrível: muito aconchegante, bonita , vista linda e barata!!!
    A praia tbm eh bem convidativa! Amanhã faremos o passeio de buggy!!! ��
    Abs, Karina

  15. Olá, Bruna. Olha, fiquei apenas 2 dias em Canoa Quebrada, foi bem gostoso, mas o lugar não é muito tranquilo, pois há muitos turistas que fazem passeios bate-volta a partir de Fortaleza. A tranquilidade só existe mesmo antes deles chegarem e depois da partida deles. Em relação aos passeios de bugue, acho que se você conseguiu se virar sem eles em Jeri, também conseguirá em Canoa, mas a "cultura" do bugue é muito forte no Ceará. Mas acho que vale a pena apostar e você descobrirá, assim como em Jeri, vários encantos. Abraços.

  16. Fabio td bem? Vou viajar em Janeiro de 2015 para Canoa Quebrada, descidi ir para lá pq em Fevereiro de 2014 estive em Jericoacoara e amei o Ceará. Fiquei com vontade de largartudo e mudar para lá! E quando estava planejando Jeri abei ficando com vontade de Canoa, então fui para Jeri fiquei 10 dias (não me arrependi pq conheci tudo que é comum e mais outros passeios não tão comuns e que valem muito a pena, além de ter sobrado um tempo para relaxar na praia sem correria de passeios). Como prefiro ter um tempo sobrando nas viagens, vou ficar 10 dias em Canoa tb, sendo assim, como vc conhece Jeri e Canoa, gostaria de saber se a cidade tem mais ou menos o mesmo porte/tamanho de Jeri, se a tranquilidade é a mesma e se é tranquilo as caminhadas, como em Jeri td é perto queria ver se a relação de Canoa seria a mesma.
    Além disso, eu estarei com 6 meses de gestação, sei que tem alguns passeios (como de bugue com aventura) não rola, mas caminhar por lá e conhecer os pontos principais vc acha que é tranquilo?
    Aguardo seu contato.
    Bruna de Jundiaí/SP

  17. Que legal, Brunna. Fico feliz que tenha gostado, espero que corresponda às expectativas. Muito obrigado pelo seu feedback. Se lembrar de nós depois da viagem, passa por aqui para comentar como foi. Abraço grande e boa viagem!

  18. Boa noite, Fabio. Adorei seu site e decidi ir para Fortaleza em janeiro justamente por causa dele rsrs me encantei com seus relatos e suas fotos sobre lá. Já estou contando os dias e espero me emocionar tanto quanto vi nas suas fotos. Fique com Deus. Parabéns pelo belo trabalho!

  19. Oi, Jussara. Em relação à violência, sinceramente não tive essa impressão, ou seja, de que o Ceará tem esse problema. Mas eu sou meio desligado, então não sou muito parâmetro. Mas tem gente que é meio neura, viaja e acaba levando as neuras da cidade grande para as férias. Isso não quer dizer que também é para desligar totalmente, é sempre bom ficar de olho e não dar sopa. Mas se você procura tranquilidade e segurança, as ilhas sempre são uma boa opção. Boipeba fica numa ilha, e lógico tem Fernando de Noronha, mas lá você é assaltado de uma outra forma, se é que me entende. hehehehe… Abraços.

  20. Oi, Fabio,
    Obrigada pelas dicas! Eu tinha pensando também em João Pessoa, estive lá rapidinho, só que peguei tempo ruim, mas o pouco que vi me fez gostar da cidade.
    Minha primeira opção era o Ceará pq disseram que lá é garantia de pegar sol, mas não sabia (ou não lembrava, rs) que os bugues eram comuns. Eu comentei com uma pessoa de lá que estava querendo ir, e ela ficou me falando da violência, que era pra tomar cuidado, que mesmo cidades pequenas são problemáticas. Me jogou um balde de água fria. Acho estranho a pessoa falar mal do próprio estado para alguém que mostra interesse em voltar ao lugar. E violência existe em todo o Brasil, só que em cidades pequenas de praia eu nunca tive problema. Enfim, só comentando…
    Eu já havia lido sobre Boipeba aqui, achei muito legal a viagem de vocês, e o bucolismo do lugar me agradou (tudo bem que suas fotos nos fazem gostar de qualquer lugar, eu acho. rs). Vou ler depois os posts sobre Alagoas para tentar me decidir. Eu não me importo que chova, desde que não seja toodos os dias. ;D
    Obrigada mais uma vez pela resposta, e pode deixar que depois eu volto pra contar o que decidi.
    Abraços.

    1. Olá… a praia de canoa quebrada é lindíssima, eu mesma ja fiquei na Vale do Luar que é uma maravilha (super indico), mas sim, é perigosa. Ja presenciei assalto e até fui perseguida lá. Sem contar que ja teve latriocinio numa rua por detras da broadway. Frequento a praia há anos e sei do que estou falando, infelizmente, se voce for nao anda por becos desertos e sempre fique ligado. Apesar disso, vale a pena, pois e uma praia paradisiaca, melhor até que jericoacoara na minha opiniao. É so tomar cuidado, não andar sozinha e nem em becos escuros, ficar numa pousada bem localizada e pronto

  21. Oi, Jussara. Foco feliz que tenha nos encontrado!!! E que bom que você é cinéfila como eu, pra mim toda viagem acaba tendo um pouco de cinema. 🙂
    Bom, mas vamos lá às sugestões. Olha, 7 dias em Canoa Quebrada pode ser muito se você quiser fazer alguma coisa diferente a cada dia. Realmente, acho que em 2 ou 3 dias já seria o suficiente. Agora se você quer fugir dos bugues, realmente o Ceará não é o local mais indicado, lá é a terra dos bugues. O pessoal tem falado muito de Flexeiras (ou Flecheiras), no litoral oeste do Ceará, uma praia tranquila e não tão badalada, mas infelizmente não conheço para indicar.
    Alguns lugares mais tranquilos e pequenos, que eu indico muito são: Japaratinga, na costa dos Corais, em Alagoas (você pode conciliar a viagem com Maragogi e Porto de Galinhas); Boipeba, no litoral da Bahia (você pode conciliar a viagem com Itacaré ou Ilhéus) e João Pessoa (apesar de ser urbana, da última vez que fomos ainda tinha um clima bem tranquilo). Sobre Alagoas e Boipeba temos posts aqui no blog. O único problema é realmente o clima, não dá para garantir que não chova, infelizmente. Boas escolhas para você e depois me conte o que decidiu! Abração e boa viagem!

    1. Caraíva na Bahia… vá sem pensar… lugar apaixonante com uma energia única. Não circulam carros por lá , um vilarejo encantado.

  22. Oi, Fabio,
    Parabéns pelo blog, pelo conteúdo e pelas fotos, são lindíssimas!
    Leio bastante blog de viagens, mas não sei por que ainda não conhecia o seu. :/
    Muito legal o fato de você também gostar de cinema e colocar algumas dicas nos posts (eu sou cinéfila de carteirinha).
    Estou pensando em viajar agora em julho para um lugar onde haja sol, e segundo andei lendo os estados com sol nessa época são Ceará e Maranhão. Mas não quero ir para Lençóis agora, devido à logística meio complicada e também à distância e aos passeios, queria algo mais relax (embora tenha muita vontade de conhecer). Bom, eu queria ficar uns 7 dias, para compensar a viagem, mas será que 7 dias em Canoa Quebrada é muito? Já estive lá uma vez, mas foi num bate e volta, e não lembro de muita coisa. Não quero ficar em Fortaleza, quero um lugar pequeno e mais tranquilo. De repente dividir a estada ente Canoa e alguma outra praia. Você tem alguma sugestão? Havia pensado em Jeri, que também já conheço, mas andei lendo alguns relatos desfavoráveis, de muitos carros e bugues no local, assim como animais abandonados (isso me corta o coração) e barulho de festas, fatos que não vi lá quando fui, mas já faz tempo. Também pensei em ir para a Costa do Dendê em vez do Ceará, mas tenho receio de pegar chuva nessa época (este ano estive na Costa do Descobrimento, foi bem legal).
    Se você souber de algum outro lugar fora esses, aceito sugestões.
    Abraços e obrigada.

  23. Fábio adorei o Post!!! Tô pensando em conhecer Canoa Quebrada no segundo semestre e o que vc relatou é ideal. Pegarei todas as dicas…ehehehehe…quando falou das falésias, lembrei de Pipa. Relato bem detalhado e muito útil. Daqui pra lá vms trocando ideias. Abraços… =:)

  24. Olá, Thiago. Canoa Quebrada é bem pequena e acho que é tranquila sim em relação à segurança, pelo menos não vimos nada de perigoso ou estranho em nossas caminhadas noturnas por lá. De qualquer forma, fique atento e evite lugares desertos. Abraços.

  25. Olá Fabio, show de bola o seu post! Me ajudou bastante! Estou indo sozinho para Canoa Quebrada, e não conheço nada lá. Minha dúvida é se lá é bem tranquilo em relação à segurança, ou se devo evitar sair mais a noite…tenho este receio pois estarei só.

  26. Oi, Aline. Super obrigado. Em relação ao trajeto de Canoa para Jeri, nós também fizemos, mas não conheço nenhuma empresa pra te indicar. Tivemos que pegar um ônibus para Fortaleza e outro para Jeri. Foi um dia de viagem perdido. Abraços.

  27. Ola Fabio!!! Muito Legal seu blog!!! Ótimas dicas e lindas fotos!! Resolvemos ficar 2 dias em Canoa Quebrada antes de partir pra jeri. Vc conhece alguma empresa que faça o transporte de Canoa pra jeri??! Sei que são horas de viagem, mas é o jeito pra poder aproveitar ainda mais Jeri. Obrigada! Aline

  28. Gostaria de saber se vale alugar um carro para ir a canoa quebrada se hospedar lá e fazer passeios.
    Obrigado.
    Volnei Ruiz

  29. Olá Anônimo! Obrigado pelo comentário. Durante a semana é bem mais tranquilo, mas o comércio continua funcionando, embora nem todos os estabelecimentos abram. O movimento também reduz bastante. De qualquer forma, a praia estará lá, só para você e para os poucos privilegiados. Abraços.

  30. Olá Fabio! Adorei sua página. Suas fotos são lindas! Sabe dizer se durante a semana Canoa tem programação? Vou ter uns dias ferias em março e marquei durante a semana p aparecer por lá, mas ja me disseram que nada funciona lá! :/

  31. Olá, Angelica. Infelizmente não tenho indicação de bugueiro, mas lá é muito fácil encontrar e contratar um. Converse com os bugueiros antes de fechar para conhecê-los melhor. Outra dica é procurar indicações na pousada onde estiver hospedada. Em relação ao vôo duplo de parapente, dá uma olhada nesse link, tem o telefone. Fizemos com o Gerônimo. http://www.portalcanoaquebrada.com.br/passeio_de_parapente_em_canoa_quebrada.html Abraços.

  32. Acabei de conhecer seu site.estou embarcando p Canoa Quebrada agora. Rsrs adorei as dicas e espero que meio passeio(bate e volta) seja tão proveitoso quanto o seu. Depois passo aqui pra dizer como foi.
    Hayana Carneiro-João Pessoa/PB

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.