Turismo em São Paulo | 2º Encontro de Blogueiros – SPTuris

Sou natural de Santos/SP, mas sei fui fascinado por São Paulo. Uma cena que nunca irá sair de minha memória foi a primeira vez que eu andei pela Avenida Paulista: uma grande emoção. Alguns anos mais tarde, mas ainda morando em Santos, costumava viajar para São Paulo nos dias de folga do serviço para aproveitar a cidade. Muito cinema, passeio por museus, lugares por conhecer ou simplesmente circular por essa cidade que eu me apaixonei cada vez mais. 

Hoje não sou mais turista em São Paulo, já moro na cidade há 18 anos. Mas vez por outra gosto de recuperar esse encanto de outrora pela cidade. Caminhar pela cidade, sem que os caminhos sejam apenas um trajeto de um lugar ao outro, é essencial para despertar o olhar para coisas que a rotina e o cotidiano afastam de nós. 

Por isso, abracei de imediato o convite da SPTuris para o 2º Encontro de Blogueiros, que aconteceu durante a Feira das Américas, em 2013. A ABAV – Associação Brasileira de Agências de Viagens é associação representativa das agências de viagem e esse ano ocorreu a 41ª Feira de Turismo das Américas. 

Turismo em São Paulo  |  2º Encontro de Blogueiros – SPTuris

por Fábio Pastorello

Os blogueiros reunidos em frente ao Pacaembu, onde visitamos o Museu do Futebol
Nosso ponto de encontro foi em frente ao MASP – Museu de Arte de São Paulo, aliás um ponto de encontro bastante característico de São Paulo, às 8h da manhã. Depois de esperarmos um pouco até que todo mundo chegasse, embarcamos em um microônibus para nosso primeiro destino, o Estádio do Pacaembu.
No trajeto, dentro do ônibus, uma guia turística iniciou uma conversa sobre São Paulo, principalmente sobre como às vezes os próprios paulistanos esquecem de fazer turismo em sua cidade. Uma cidade, aliás, cheia de contrastes, aqui você encontra um dos melhores restaurantes do mundo, mas também pode encontrar restaurantes absolutamente simples. Pela cidade, a guia também alertou para pontos que lembram outras atrações turísticas do mundo, como as antenas da Avenida Paulista (e sua possível semelhança com a Torre Eiffel) ou a arquitetura circular do Pacaembu (e o Coliseu de Roma).
Fachada do tradicional Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu

A história do Estádio do Pacaembu se inicia em 1911, quando a área que antigamente era um vale sujeito a inundações, foi urbanizada e ali nasceu a Avenida Pacaembu. Na década de 20, o poeta Mário de Andrade foi um dos entusiastas que o local se transformasse em um estádio, e em 1940 o estádio foi inaugurado. Fonte: Portal da Prefeitura de São Paulo

No Pacaembu, faríamos a visita ao Museu do Futebol, mas como chegamos um pouco cedo, uma opção foi comer pastel em algumas barracas ali bem perto. O pastel é um dos alimentos típicos do paulistano, que mora numa cidade onde as influências da cultura italiana, japonesa, entre outras, é riquíssima.
Ali estão a Barraca do Zé (exceto às quartas, sextas e domingos) e a Barraca da Maria (às terças,  quintas e sextas, pela manhã), tradicionais barracas de pastéis de São Paulo, que já concorreram algumas vezes ao prêmio de melhor pastel de São Paulo.

O concurso Melhor Pastel de Feira de São Paulo é anual e acontece aqui mesmo, na Praça Charles Miller. Em 2013, ainda não houve o concurso, mas em 2012 ocorreu no dia 27 de agosto. Os pastéis são avaliados pelos jurados, mas também pode ser provados pelo público em geral, pelo preço de R$ 1,50 cada. 

Barraca do Zé, mais de 30 anos de tradição nesse mesmo endereço
Feira na Praça Charles Miller
Depois do pastel, voltamos finalmente para conferir o Museu do Futebol, entre as 10 melhores atrações de São Paulo segundo os usuários do TripAdvisor.
A arquitetura do museu se integra a do estádio de futebol. Durante a visita, você irá percorrer alguns trechos do interior do estádio e em determinado momento, irá contemplar o campo de futebol e suas arquibancadas. Mas o melhor mesmo é como o museu consegue contemplar todos os aspectos do futebol, e por consequência, a história do Brasil e a paixão do brasileiro pelo futebol.
Museu do Futebol, três andares logo abaixo das arquibancadas do estádio do Pacaembu
Entre os destaques do museu, está a instalação Exaltação. Uma incrível escadaria onde são projetadas imagens das 27 maiores torcidas de futebol. O vídeo reproduz os torcedores durante um jogo, até o momento mágico do gol e toda a energia e alegria da torcida.

Estamos logo abaixo das arquibancadas do estádio, mas a emoção do gol através das imagens projetadas e do áudio, traz o visitante para dentro do estádio de futebol. 

Na sala Origens, a história do futebol até os anos 30, e por consequência a história do Brasil, é contada através de fotografias e vídeos emoldurados. O ambiente transpira história, mas o melhor é que o visitante pode interagir, movimentando os quadros e admirando as 430 fotografias do passado.
Fotografias e vídeos emoldurados contam a história do Brasil e do futebol na sala Origens
Anjos Barracos, imagens dos craques do futebol projetadas parecem flutuar no ar, como anjos
A visita vale muito a pena, mesmo para quem não é fã de futebol, pela maneira criativa como as instalações são apresentadas, e para conhecer um pouco mais da história dessa que é uma das grandes paixões do brasileiro.
Nosso próximo destino, não muito distante do Pacaembu, foi o Memorial da América Latina, um cartão postal da cidade de São Paulo. Inaugurado em 1989 e com projeto cultural desenvolvido pelo antropólogo Darcy Ribeiro e arquitetônico por Oscar Niemeyer, o Memorial é um espaço que estimula a maior interação do Brasil com os demais países da América Latina.
Nossa visita passou pelo Pavilhão da Criatividade, onde cerca de 4 mil peças de arte popular de países da América Latina são expostas.
Pavilhão da Criatividade Darcy Ribeiro, obras foram coletadas durante viagem de 2 meses

Há muito tempo eu não visitava o Pavilhão, e foi incrível agora ver a arte desses países sob uma nova perspectiva, já que no últimos anos visitei países como o México e o Peru, e ali estava lembrando o contato que eu tive com a arte desses lugares. É bom saber que na minha própria cidade eu tenho um espaço para me aproximar de culturas que eu tanto gostei de visitar.

É interessante saber também que o acervo foi coletado em apenas 2 meses de viagem dos fotógrafos Jacques e Maureen Bisillia, sob orientação de Darcy Ribeiro.
A visita foi breve, mas com certeza pretendo retornar para explorar com mais tempo as obras da arte popular da América Latina.
Um dos trechos que mais chamam a atenção do público é poder caminhar em cima de uma maquete da América Latina
Mensagem do autor argentino Jorge Luis Borges ilustra obras de arte popular expostas no pavilhão
No entanto, o ambiente que mais me impressionou durante a nossa visita ao Memorial é a imponente Sala de Atos, planejada para ser o cenário de solenidades e eventos. A sala tem 30 metros de altura e é iluminada por luz natural, através dos vidros e de uma estrutura geométrica que é um símbolo do Memorial. Na sala estão as obras Painel Tiradentes, de Cândido Portinari, além de seis painés de concreto de Caribé e Poty. É um lugar para sentir a grandeza da América Latina.
Sala de Atos, painés de Portinari, Caribé e Poty foram inseridos em uma sala de 30 metros de altura
E não poderia faltar a escultura Mão, de Oscar Niemeyer, o grande símbolo do Memorial da América Latina. O mapa da América Latina parece escorrer em sangue, lembrando que, segundo Niemeyer: “Suor, sangue e pobreza marcaram a história desta América Latina tão desarticulada e oprimida.”
Escultura Mão de Oscar Niemeyer lembra o sangue que marca a história da América Latina
Depois de termos visitado o Memorial, partimos para o Centro de Convenções do Anhembi, onde estava sendo realizada a ABAV e fomos recebidos pela equipe da SPTuris – São Paulo Turismo para um brunch. O presidente da SPTuris, Marcelo Rehder, apresentou alguns aspectos do turismo em São Paulo.
Entre os dados apresentados, estão alguns numéricos, como a quantidade de 12,5 milhões de turistas e mais de 10 bilhões de reais de receita anual, ou a estrutura de 410 hotéis, com média de R$ 310,00 a diária, ou de crescente número de albergues, que hoje somam 62 hostels, com média de diária de cerca de R$ 46,00. A fonte é do Observatório de Turismo da cidade de São Paulo, que apresenta estudos mensais sobre as tendências de turismo na cidade.
A apresentação encerrou com a apresentação de um vídeo com a candidatura de São Paulo para sediar a Expo 2020, um evento de grande porte que irá trazer muitos negócios e visitantes para a cidade.
Também foram distribuídos diversos folhetos e guias de turismo da cidade, que certamente irão me auxiliar a explorar melhor a minha cidade.

Já que nem sempre é possível viajar por outros lugares, nada melhor do que ter uma cidade grande e diversa como São Paulo para explorar, com tantos roteiros, tantas possibilidades e tantos contrastes para visitar e conhecer. 

Também participaram os blogueiros do Blog do XanDani PolisDentro do Mochilão, Embarque na ViagemEu Vou de Mochila, Gosto e Pronto, Mochileiro das MaravilhasTerritórios, Trilhas e Aventuras, Viajando com Eles e Viajar É Simples.

© 2013 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

FICHA TÉCNICA:

Título: Museu do Futebol
Direção: Praça Charles Miller – Pacaembu
Quando: O museu funciona de terça a domingo, das 9h às 17h.
Quanto custa: O ingresso custa R$ 6,00, mas às quintas-feira a entrada é grátis.
Como chegar: Para chegar, a estação de metrô mais próxima é a estação Clínicas.
Fotografia: Fábio Pastorello
Ano: 2013
País: Brasil
Avaliação: ★★★★
Título: Memorial da América Latina
Direção: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda
Quando: O museu funciona de terça a domingo, das 9h às 18h.
Quanto custa: A entrada é grátis.
Como chegar:  Pela estação de metrô Barra Funda, você sai praticamente dentro do Memorial.
Fotografia: Fábio Pastorello
Ano: 2013
País: Brasil
Avaliação: ★★★★

Siga a gente nas redes sociais
Facebook YouTube Google+ Twitter Instagram
Assine nosso blog: clique AQUI e assine gratuitamente nosso blog, assim você recebe todas as nossas atualizações. Você irá receber um e-mail, não se esqueça de clicar no link de confirmação.