Quanto Custa uma Viagem para o Peru – Machu Picchu

Quanto custa uma viagem para Machu Picchu? Nesse post iremos relacionar nossos principais gastos em uma viagem, que moeda levar para o Peru e mostrar que fazer turismo no Peru pode até ser mais barato do que você pensa.

Saiba todos os preços, como diárias de hotéis, viagens de trem, passeios, alimentação e a passagem aérea para o Peru.

E na hora de planejar uma viagem para o Peru e para as ruínas de Machu Picchu, existem algumas escolhas fundamentais. Compensa mais fazer um pacote com uma agência de viagem ou você planejar a viagem por conta própria?

Os custos de um pacote podem ser eventualmente maiores, mas o quão mais caro você está disposto a pagar pela comodidade de alguém organizar a viagem para você. Isso porque planejar uma viagem ao Peru e Machu Pichu dá bastante trabalho.

Passagem Aérea, Hotéis, Trens, Passeios e Alimentação no Peru

Quanto Custa uma Viagem para Machu Picchu

de Fábio Pastorello

Ref.: Setembro de 2012
Fotos de Machu Picchu Imagens
Machu Picchu foi uma viagem de sonho, saiba quanto você irá para realizar também esse sonho

Que moeda levar para o Peru | Machu Picchu 

A moeda local no Peru são os Nuevos Soles. Ao contrário de outros destinos, os preços no Peru são mostrados predominantemente na moeda local. Ou seja, eventualmente é até possível pagar as contas em dólares, mas você estará sujeito a taxas de conversão não muito favoráveis.

Por isso, sugiro ter em posse os soles peruanos.




Dicas para Comprar a Moeda do Peru

  • Será um pouco difícil encontrar a moeda peruana no Brasil, e caso você encontre (no aeroporto é mais fácil), as taxas podem não ser muito boas;
  • Assim que você chegar no aeroporto no Peru, procure um caixa eletrônico e efetue seu saque em moeda local;
  • Para tanto, é importante habilitar seu cartão de crédito para operações de crédito / débito internacionais – procure seu banco para realizar o aviso da viagem;
  • No aeroporto, você irá encontrar vários terminais de caixa eletrônico, de bancos peruanos ou internacionais. Se preferir, pesquise terminal a terminal qual a melhor tarifa para realizar o saque (alguns bancos não cobram taxas);
  • É cobrada uma tarifa, que pode variar de banco para banco. Além da tarifa do banco peruano ou internacional, talvez seu banco no Brasil também cobre uma tarifa. O nosso cobrou 9,47 dólares;
  • Escolhido o banco, realize o saque em moeda local. É seguro, prático e se as taxas não são das melhores, também não são as piores;
  • Se realizar o saque na função crédito, ainda acumula milhas.

Sugerimos a leitura da matéria: Machu Picchu – Dicas para Planejar sua Viagem

Antes de continuar, dá uma olhada nesse vídeo de um roteiro incrível de 7 dias em Machu Picchu.

1 – Hotéis no Peru (Lima, Cuzco, Águas Calientes e Ollantaytambo)

Encontrar boas relações custo/benefício no Peru não é difícil.

A média de preços que encontramos foi de cerca de 70 dólares, em quarto duplo, o que em reais gira em torno de R$ 160,00, o que convenhamos não é nenhuma exorbitância. 

Booking.comEm alguns casos, gastamos mais, como no hotel que ficamos apenas 1 diária em Cuzco, enquanto em outros economizamos, como os hotéis em Águas Calientes e Ollantaytambo.

Portanto, vale pesquisar e você pode alternar entre hotéis mais confortáveis e outros mais em conta, para a viagem não ficar tão pesada.

Clique aqui e pesquise no Booking.com para pesquisar as melhores opções de hospedagem

Sugerimos a leitura da matéria sobre Cuzco e Ollantaytambo, com boas e interessantes opções de hospedagem

Veja a seguir a nossa tabela de diárias e valores.

DESPESAS DE HOSPEDAGEM (6 DIÁRIAS)
Valor em Nuevo Soles
Valor em US$
Hotel em Lima (2 diárias)
130,00
Hotel em Cuzco (1 diária)
95,00
Hotel em Águas Calientes (2 diárias)
130,00
Hotel em Ollantaytambo (1 diária)
50,00
TOTAL DE HOSPEDAGEM EM QUARTO DUPLO
405,00
 
TOTAL DE HOSPEDAGEM – 6 DIÁRIAS
POR PESSOA (EM DÓLARES)
 
202,50
Ref.: setembro de 2012

2 – Passeio até o Vale Sagrado, Boleto Turístico e Trem para Machu Picchu 

A entrada nos sítios arqueológicos de Machu Picchu e região do Vale Sagrado pode ser comprada antecipadamente.

Na realidade, o ingresso para Machu Picchu é altamente recomendável que seja comprado com antecedência, especialmente na alta temporada (julho a setembro).

Nesse item de despesa também incluímos o trem de Ollantaytambo para Águas Calientes (Machu Picchu), que apesar de ser um meio de transporte, é também um dos belos passeios pela região.

Finalmente, incluímos a despesa de um táxi que adquirimos no último dia, e que nos levou até o sítio de Sacsayhuaman (que fica relativamente próximo do centro de Cuzco) e depois ao aeroporto para nossa partida no último dia.

Sugerimos a leitura da matéria Dicas para Planejar sua Viagem ao Peru e Machu Picchu

Veja os preços a seguir.

DESPESAS COM PASSEIOS E TRENS
Valor em Nuevo Soles
Valor em US$
Passeio Vale Sagrado (com almoço incluído)
Nota: pagamos muuuuito caro, é possível encontrar valores bem mais em conta
85,00
31,00
Boleto Turístico Vale Sagrado
(vale para entrada em Ollantaytambo, Pisac, Sacsayhuaman e outros sítios da região)
130,00
47,00
Trem Ollantaytambo > Machu Picchu (ida e volta)
310,00
110,00
Táxi até Sacsayhuaman e para o Aeroporto
40,00
15,00
Ingresso Machu Picchu (com Huayna Picchu)
150,00
54,00
TOTAL PASSEIOS em DÓLARES
257,00
Ref.: setembro de 2012 (taxa de conversão utilizada 2,80 – cotação jun/2014)

3 – Gastos Diversos e Despesas com Transporte

Como já mencionamos anteriormente, na chegada no Peru fizemos um saque em moeda local, para gastos diversos como alimentação, transportes (táxis, ônibus, etc.) e outras despesas diversas.

Inicialmente retiramos S/. 500,00 (soles novos), mas posteriormente tivemos que sacar mais S/. 300,00, ou seja, no total utilizamos S/. 800,00,  o equivalente a cerca de US$ 290,00. Se quiser utilizar nossos gastos como referência, considere algo em torno desse valor, para 2 pessoas. 

Além disso, adicione cerca de US$ 10,00 por saque realizado.

Mas lembre-se que somos viajantes bem econômicos, não compramos lembrancinhas, por vezes fazemos só uma refeição ao dia (no almoço comemos somente um lanche) e caminhamos bastante a pé.

4 – Alimentação: Refeições no Peru

Ceviche, um dos pratos típicos no Peru

Os preços dos restaurantes não são muito diferentes do Brasil, ou seja, por lá você vai encontrar basicamente os mesmos valores que encontraria no Brasil.

Adotando um pouco os valores que gastamos nos restaurantes no Peru, encontramos uma média de cerca de S/. 40,00 para 2 pessoas, o que equivale a cerca de US$ 15,00 ou ainda US$ 7,50 por pessoa. Razoável, não?

Por incrível que pareça, no lugar mais turístico de todos (Águas Calientes, na base da cidade de Machu Picchu) foi onde achamos boas opções de comida barata por lá, e um dos jantares mais caros foi no charmoso Puka Rumi, em Ollantaytambo.

Como em geral fazemos somente uma refeição (no almoço comemos só um lanche), nossa despesa com refeições girou em torno de US$ 10,00 por dia.

Sugerimos a leitura da matéria de Lima: 24 Horas para Conhecer Lima 

5 – Passagem Aérea

Para comprar a passagem aérea, optamos pela Lan Chile. Na realidade, acabamos comprando a passagem pelo Decolar.com, que nos deu a opção de compramos a passagem com uma parada em Lima (escolha opção múltiplos destinos).

Dessa forma, compramos o voo do Brasil para Lima, onde ficamos 2 noites, e depois fomos para Cuzco. Na volta escolhemos um voo de Cuzco para Guarulhos (com escala em Lima).

Orçamento Final da Viagem

Nossa viagem foi de 7 dias (6 noites).

Se você está cotando pacotes de viagem, utilize o primeiro subtotal da tabela abaixo, que inclui a despesa áerea, entradas nos sítios e transportes. As despesas diversas (que incluem refeições por exemplo) em geral não estão inclusas nos pacotes turísticos.

Na época, encontrei pacotes turísticos com roteiros semelhantes por preços variando de US$ 1.600,00 a US$ 1.700,00. Considerando que nossa despesa foi de aproximadamente US$ 1.100,00 (excluindo gastos diversos), isso significa que é provável que você economize cerca de US$ 500,00 caso opte em planejar sua viagem por conta própria. 

A tabela abaixo foi baseada nos nossos gastos pessoais, em viagem realizada em setembro de 2012, por isso não deve ser levada ao pé da letra. É apenas uma base para que você tenha uma vaga ideia de quanto pode gastar numa viagem para Machu Picchu.

Como é um orçamento, preferi arredondar alguns valores para mais, para ninguém ser pego de calça curta. Mas os seus gastos podem variar bastante, para mais ou para menos.

DESPESAS GERAIS
VIAGEM PARA PERU/MACHU PICCHU
Valor em Nuevo Soles
(por pessoa)
Valor em US$
(por pessoa)
Áereo Lan Chile
(inclui voo GRU > LIM + LIM > CUZ + CUZ > LIM > GRU)
545,00
Transfer Aeroporto > Lima (ida e volta)
44,00
Despesas de Hospedagem
202,50
Táxi Aeroporto > Cuzco
15,00
5,50
Ônibus para Machu Picchu
17,00
Van Ollantaytambo > Cuzco
10,00
3,60
Despesas com Passeios e Trens
269,00
SUBTOTAL EM DÓLARES (POR PESSOA)
1086,60
Retirada no Exterior
513,50
185,00
Tarifa de Retirada
9,47
Retirada no Exterior
300,00
110,00
Tarifa de Retirada
9,47
Refeição para 2 pessoas (média por dia x 7 dias)
392,00
140,00
SUBTOTAL DE DESPESAS DIVERSAS E REFEIÇÕES
(DIVIDIDO POR 2)
453,94
226,97
TOTAL EM DÓLARES (POR PESSOA)
1.313,57
Ref.: setembro de 2012 (taxa de conversão utilizada 2,80 – cotação jun/2014)

Achou caro ou está procurando informações mais atualizadas? Dá uma olhada no Apure Guria.

Apure Guria: Gastos Peru Mochilão 2015

© 2014 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

26 comentários

  1. Oi Fábio, acabei de conhecer seu blog e estou encantada! Vou aproveitar e contar minha experiência. Em dezembro de 2013 fiz esse passeio de 08 dias pra Cuzco e Machu Picchu. Eu moro no Acre, então pra mim a viagem foi muito barata, paguei R$ 1.500,00 no pacote e troquei R$ 500,00 para soles que deu + ou – a mesma coisa. No meu pacote estava incluído: Passagem de ônibus de Rio Branco/AC a Porto Maldonado, 01 pernoite no Hotel Cabaña Quinta com café-da-manhã (em Porto Maldonado), Passagem de ônibus de Porto Maldonado a Cuzco (a paisagem a coisa mais liiiinda), 06 diárias no hotel samay. City-Tour em Cuzco com direito a visitar Sacsayhuaman, Q'enqo, q'oricancha; Passeio pelo vale sagrado: Pisac, Urubamba, Ollantaytambo e águas calientes. Passamos uma noite num Hostel (não lembro o nome) em Àguas Calientes, e na manhã seguinte fomos conhecer MachuPicchu. Passamos uma manhã inteira, depois fomos almoçar no povoado e conhecer as águas termais, e de la partimos de trem de volta a Cuzco, a noite fomos conhecer o Plaza shopping, no outro dia voltamos para Rio Branco (Cuzco – Porto Maldonado – Rio Branco). O ingresso para MachuPicchu, a van, o trem estavam inclusos no pacote. Enfim… os R$ 500,00 que eu levei só gastei com alimentação e com lembrancinhas. Até pq com 20 soles se faz uma ótima refeição tradicional peruana. Ah, la em Inãpari (fronteira Brasil com Peru) fiz o câmbio das moedas, tanta na ida como na volta. Viajamos num grupo com 10 pessoas, e a empresa foi Lorenzo expeditions.

  2. Olá, Andressa. O dólar é uma moeda de referência, que funciona tanto para a passagem aérea como para a reserva dos hotéis (quando fiz a reserva, os valores informados foram em dólares).

    Gastos em cartão de crédito ou débito, mesmo que você pague lá no Peru em soles, serão convertidos para o dólar.

    A única maneira de não transitar pelo dólar é se você levar o dinheiro em real e conseguir trocar real por soles diretamente no Peru, já que no Brasil eu não aconselho pois as taxas são péssimas. Procure uma casa de cambio ao chegar no aeroporto ou em lugares turísticos, como a Plaza de Armas, em Cuzco.

    Mas eu pessoalmente acho mais complicado do que fazer o saque pelo cartão. Mas como você pode notar na tabela, tudo o que pagamos em soles, está informado.

    Abraços e obrigado pelo comentário!

  3. Oii adorei tudo que li no blog, porém estou com uma pequena dúvida, por que cotar minha viagem em dólar? Não podemos nos basear na moeda do Peru ( n soles) ??? O dólar está caríssimo , mas especificamente digo os passeios por lá e o hotel!!! Quanto o aéreo sei que gira em torno do dólar infelizmente. Obrigada

  4. Olá, Rick. Super obrigado, que bom que gostou. Infelizmente por causa da cotação atual do dólar 3.000 reais não serão suficientes, você precisaria de pelo menos 5.000 reais por pessoa. Abraços.

  5. Eai fabio, muito bom teu blog, muito bem organizado, e explicado! enfim, otimo! Cara, olhei bem essa tua tabela de preços e gostaria de saber, em Reais, incluindo passagem area (sou de minas,
    mas para ter uma certa noção) cerca de 3.000 reais, seriam o suficiente? Sei que está bem explicadom porém, prefiro uma resposta mais objetiva, direta! Obrigado.Rick

  6. Olá, Diego. Como você viu na tabela, gastamos cerca de 1.300 dólares para o período de 6 noites, então depende da quantidade de dias que você pretende passar. Se for para o mesmo período, daria de sobra. Abraços.

  7. Olá Fábio, estou querendo ir para o Peru no próximo ano você acha que R$ 4000 da para cobrir todos os custos da viajens, incluindo passagens, passeios etc?

  8. Oi, Eduarda. Creio que é o suficiente. Por isso colocamos a tabela nesse post com os gastos totais e separados por tipo de despesa, depois verifique os gastos excluindo o que você já contratou. Por via das dúvidas, se tiver um cartão de crédito leve e habilite para gastos no exterior, assim se por um acaso o dinheiro faltar, você pode fazer um saque internacional ou ainda pagar algumas contas com o cartão. Beijos e obrigado pela visita!!!

  9. Olá Fábio, parabéns pelo blog, muito bem organizado e útil, tem me ajudado bastante. Irei viajar para o Peru em jan/2015, de ônibus, onde irei fazer paradas no Deserto do Atacama, Arica no Chile e na Argentina. Minha dúvida é se o dinheiro que planejo levar será o suficiente para poder desfrutar bem do Peru, pretendo levar R$ 1.800,00 só para gastar lá, já tenho hospedagem,. Gostaria de visitar o Vale Sagrado, Machu Picchu/Huayna Picchu, museus, entre outros gastos como alimentação e deslocamentos(que não são possíveis de serem feitos a pé), esse dinheiro excluindo hospedagem. Vou passar 6 dias em cusco. Com a experiência que tu teve, acha que esse valor será o suficiente para os 6 dias ou recomenda levar mais por precaução? E mais uma vez parabéns pelo blog, bjs.

  10. Andressa, se você está planejando ir para Noronha, é melhor buscar mesmo ir para Rio Grande do Norte ou Pernambuco, assim fica fácil para você pegar o vôo para Noronha. Os vôos para lá saem de Natal ou Recife, depois dá uma pesquisada. Em RN, recomendo Pipa e em PE recomendo Porto de Galinhas (aproveite para dar um pulo na Praia dos Carneiros, considerada uma das praias mais lindas do Brasil). Abraços.

  11. Olá novamente Fábio, voltei a procurar sobre as viagens e li um pouco mais do seu blog. Depois de ter analisado um pouco melhor, vi que o Canadá não é uma das melhores opções para o tipo de viagem que quero agora, então tinha ficado entre Cancun e Noronha…. mas pelo o que pude perceber Noronha apresenta uma flora mais densa, enquanto Cancun, como voce disse em um dos posts, tem uma natureza mais restritiva. Outra questão é que vou em janeiro, e voce disse que em cancun nessa época é bem lotado e eu estou querendo mais paz.
    Embora eu estivesse em mente uma viagem internacional, acho que vou acabar ficando com Noronha. Voce tem mais algum destino brasileiro pelo nordeste para me indicar? Penso também em ir para Natal, e tinha visto uma praia um pouco desconhecida porém muito bonita por aqueles cantos, mas não anotei o nome e agora não me lembro mais ;/ (pretendo ficar com dois destinos: fernando de noronha e mais algum)

  12. Oi, Andressa. Que show comemorar seus 15 anos com uma viagem, hein??? Bom, os três destinos que você citou são incríveis, mas são 3 viagens completamente diferentes. No Canadá você vai ter contato com belas cidades, é portanto uma viagem mais urbana. Para o Peru, o que encanta são as paisagens e ruínas, lugares diferentes e impressionantes e muita história. Já Fernando de Noronha você tem uma viagem mais voltada para natureza. Ou seja, analise bem o que você gostaria de encontrar na sua viagem. Como você dá preferência para ir ao exterior, outras alternativas bem legais seriam Santiago (Chile) que você pode conciliar talvez com Atacama ou se curtir praia recomendo muito Cancun e Playa del Carmen no México (eu tinha um pouco de preconceito por ser uma viagem meio pacotão, mas é uma viagem muito legal mesmo para quem faz sem pacote). Abração e boa escolha!!!

  13. Oi Fábio, conheci seu blog ha uns dias e adorei! Suas fotos são incríveis!!
    Eu estou planejando minha viagem de 15 anos e tenho alguns destinos em mente: Canadá, Peru ou fernando de Noronha. Gosto muito de estar em meio a natureza, porém ainda sou nova e não tenho experiência com viagens. Por isso, gostaria de saber a sua opinião… se você tem algum conselho para me dar ou dizer qual desses lugares eu aproveitaria mais levando em conta a minha idade. Ou então até me sugerir algum outro destino…?
    Vou acompanhada com a minha irmã de 23 anos e não podemos gastar tanto, mas eu tinha a preferência de ir para fora.
    Obrigada

  14. É realmente um maravilhoso sonho meu caro Fábio! Fiquei 08 dias em Cuzco e fiz todos os passeios aos sítios e mais 04 dias em Águas Calientes, meditei em Machu Picchu, curti os banhos térmicos etc.

  15. Oi Fábio! Ótimo post.. alias, seu blog tem me ajudado muito a organizar minha viagem pra lá!
    Estou na dúvida se vale a pena conhecer outras cidades, como Trujillo ou Chiclayo por exemplo, nessa mesma viagem, por ser mais distante de Lima. Vc já visitou lá?
    Parabens pelo blog!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.