Estrada Real: Ouro Preto e Mariana

Vamos conferir mais um belo destino da Estrada Real, a histórica Ouro Preto. Esse é o primeiro de alguns posts, em que vamos conferir alguns dos passeios e lugares imperdíveis para conferir por lá. E no final, não deixe de conferir nossas filmagens do segundo dia de viagem pela Estrada Real. 

Em 2013, fizemos uma viagem de 4 dias para Minas Gerais, incluindo Belo Horizonte, Inhotim e Ouro Preto. O tempo foi bem curto, e para variar fiquei com gostinho de quero mais (quero mais que aliás se estende à deliciosa culinária mineira). Por isso, quando recebi o convite do Instituto Estrada Real para percorre alguns caminhos da estrada (e que logicamente incluíam a bela Ouro Preto), fiquei super feliz. 

E Ouro Preto é com certeza um desses lugares que realmente não se esgotam numa viagem só. Aliás, que venham as próximas. 

Estrada Real: Ouro Preto e Mariana

300 anos de história pelas casas e ladeiras de Ouro Preto

 
300 anos de história em Ouro Preto, é bom ficar de ouvidos abertos para todas essas histórias por lá
Depois de termos visitado e passado a noite no Santuário do Caraça, continuamos nossa viagem pela Estrada Real, nós um grupo de 7 blogueiros prontos para registrar todas as belezas e histórias de mais um destino de Minas Gerais, a cidade de Ouro Preto.
Mas antes de visitar suas principais atrações turísticas, entre elas igrejas, minas de ouro e museus, conhecer a história é fundamental em Ouro Preto. E em Ouro Preto eu tive realmente essa certeza, de que estudar história viajando é uma experiência enriquecedora. Complementar aos livros e aos professores (e história era a minha matéria preferida na escola), estar lá ao vivo é uma grande aula.

E se na escola quem conduz a história (e desperta a paixão) aos alunos é o professor, nos destinos turísticos, esse é o papel do guia de turismo. É a forma como ele conta essa história, os detalhes que apresenta, até mesmo as curiosidades divertidas (e será inventadas?) que despertarão a paixão de quem o escuta. 

E o que não faltam em Ouro Preto são histórias. Por isso, ter um boa guia é essencial. O Instituto Estrada Real providenciou para nós o ótimo guia Afonso (guiaafonso@yahoo.com), que nos apresentou algumas das atrações locais.
O guia Afonso conta histórias de Ouro Preto na Praça Tiradentes 
Existem vários outros guias que oferecem seus serviços, basta parar na Praça Tiradentes que algum deles se aproxima. Mas assim como o professor de história, um guia ruim pode fazer você odiar a matéria a ser estudada.
Para escolher, fique atento à abordagem do guia ou, se preferir, consulte a Secretaria Municipal de Turismo de Ouro Preto (Praça Tiradentes 41 – Tel.: 31-3559-3269 ou Rua Cláudio Manuel 61 – Tel.: 31-3559-3287).
Nossa primeira matéria de estudo foi a Praça Tiradentes e o Museu da Inconfidência. Foi ali que Afonso começou a apresentar algumas das informações históricas (outras eu pesquisei na internet, veja as fontes no final do post).
Estátua de Tiradentes, virada de costas para o Palácio do Governador, no caso o poder que representa seu algoz

A origem de Ouro Preto vem das pedras de ouro encontradas na região, que eram cobertas de uma fina camada de óxido de ferro. Quando descobertas, essas pedras deram origem a uma corrida atrás do ouro que, 30 anos depois da primeira descoberta, atraíram cerca de 40 mil pessoas para a região.

Mariana foi a primeira capital e posteriormente foram criadas outras vilas, entre elas Vila Rica. Em 1720, afinal, a capital foi transferida para Vila Rica, que posteriormente teria seu nome alterado para Ouro Preto.
Durante o período de auge da extração de ouro, foram extraídas cerca de 5 a 7 toneladas de ouro que sustentaram os luxos da Coroa Portuguesa.
A partir de 1750, o ouro começou a se tornar menos abundante, o que gerou ações de fiscalização por parte da coroa (entre elas a criação da Estrada Real, trilhas outorgadas para escoar o ouro até Paraty – caminho velho). Os impostos continuavam altos, não obstante a redução da produção, o que acabou gerando protestos e culminando na Inconfidência Mineira.

Um dos maiores heróis da história do Brasil, Tiradentes, fez parte desse movimento e foi único dos inconfidentes a receber uma punição mais severa. Foi enforcado no Rio de Janeiro, mas sua cabeça trazida até Vila Rica (Ouro Preto). Seus restos foram deixados por vários lugares do Caminho Novo da Estrada Real. 

Visitar Ouro Preto é conhecer um pouco melhor a história desse “personagem” e de seu movimento.
No cinema, a história de Tiradentes foi contada por alguns filmes, entre eles o filme “Inconfidência Mineira” (Cármen Santos, 1948), “Tiradentes, o Mártir da Independência” (Geraldo Vietri, 1972, com  Adriano Reys), “Os Inconfidentes” (de Joaquim Pedro de Andrade, 1972, com José Wilker) e finalmente o “Tiradentes” (de Oswaldo Caldeira, 1988, interpretado por Humberto Martins).
O último filme, com Humberto Martins, tem algumas cenas curiosas, como quando Tiradentes vai tirar satisfações com Aleijadinho porque o artista fez uma escultura usando a esposa de Tiradentes como inspiração. A cena é gravada na Igreja São Francisco de Assis, toda projetada por Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.
Detalhe de nosso passaporte da Estrada Real e o carimbo da visita a Ouro Preto
Durante a sua visita, não deixe de solicitar o passaporte da Estrada Real e garantir seu carimbo em Ouro Preto.

O passaporte da Estrada Real é uma iniciativa do Instituto Estrada Real. Você pode retirar o passaporte em Ouro Preto, Paraty, Petrópolis e Diamantina. Mas para retirá-lo, é preciso preencher um formulário online e levar 1 quilo de alimento não perecível ou 1 peça de roupa. Para mais informações, consulte o site do Instituto Estrada Real.

Confira as filmagens desse segundo dia de viagem pela Estrada Real. As filmagens também incluem alguns registros feitos na viagem de 2013.


Fontes:
Ouro Preto – Site Oficial de Turismo: http://www.ouropreto.org.br/
Instituto Estrada Realhttp://www.institutoestradareal.com.br/
Tiradentes – Wikipédia – Cinema, Televisão e Livros: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tiradentes
Confiram outros posts da Estrada Real
Estrada Real
 
Catas Altas / Santa Bárbara
Vídeos em HD
   Ouro Preto e Mariana
© 2014 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

A viagem Blogueiros na Estrada Real (#BlogueirosnaER) foi uma realização do Instituto Estrada Real, com os blogs Dentro de Mochilão (também responsável pela organização), Pé na EstradaSegredos de ViagemTerritóriosTrilhas e AventurasViajando com Eles e Viagens Cinematográficas. Essa viagem foi patrocinada, mas as opiniões aqui expressas são de livre expressão do autor. 
A Bancorbrás Turismo apoiou este projeto.

Blogueiros na Estrada Real
Siga a gente nas redes sociais
Facebook YouTube Google+ Twitter Instagram
Assine nosso blog: clique AQUI e assine gratuitamente nosso blog, assim você recebe todas as nossas atualizações. Você irá receber um e-mail, não se esqueça de clicar no link de confirmação.
share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

3 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.