Lençóis Maranhenses: Dicas e Roteiro de Viagem – Guia Completo

Confira a seguir algumas dicas dos Lençóis Maranhenses. Você já imaginou conhecer um lugar cheio de dunas e de lagoas de águas transparentes, em meio ao calor do Maranhão? Parece paradisíaco… E é.

Mas afirmar só não basta. Vamos apresentar 5 razões porque você (caso ainda não conheça) precisa visitar os Lençóis Maranhenses.

Para ajudar você nessa missão, iremos responder as 5 perguntas básicas de quem planeja uma viagem:

  • Por que conhecer
  • Como ir
  • Quando ir (fique de olho nesse item)
  • Onde ficar
  • O que fazer

Uma das nossas primeiras séries do blog, um dos nossos primeiros vídeos de viagem, os Lençóis Maranhenses são por essas e outras uma viagem que nos marcou profundamente. Espero que ela seja marcante e inesquecível para você também.

Lençóis Maranhenses: Dicas e Roteiro de Viagem – Guia Completo

Como Chegar, Quando Ir, Onde Ficar, O Que Fazer e Porque conhecer

O que fazer nos Lençóis Maranhenses Dicas

 

Índice de Posts no Blog

Lençóis Maranhenses

O que fazer nos Lençóis Maranhenses

Passeios em Barreirinhas

Chegada em Barreirinhas e Circuito Lagoa Azul
Rio Preguiças em 3 Paradas: Vassouras, Mandacaru e Caburé
Circuito Lagoa Bonita e Pôr do Sol
Excursão de Quadriciclo até Caburé no Viagens e Caminhos

Passeios em Atins

Como Chegar e Onde Ficar em Atins
Lagoa Verde e Canto do Atins
Último Dia em Atins: Igarapé e a Ruas de Areia

Vídeos no YouTube

Lençóis Maranhenses e Atins – HD
Vídeo: Passeio de Barco no Rio Preguiças

1 – Porque Conhecer

5 Razões para Conhecer os Lençóis Maranhenses

Lençóis Maranhenses Dicas e Roteiro de Viagem

  • Acho muito válido conhecer lugares únicos, que você nunca viu em outros lugares. A paisagem dos Lençóis é assim, um lugar inesquecível, que você dificilmente irá ver igual em outros lugares.
  • Se você curte listas e ratings como eu, saiba que os Lençóis Maranhenses estão entre as poucas atrações do Brasil que receberam a classificação 5 estrelas no Guia Quatro Rodas.
  • Na região você irá encontrar uma diversidade de passeios que irá deixar sua viagem mais rica. Passeios de barco (a voadeira), em veículos 4×4, banhos em lagoas ou simplesmente caminhada pelas dunas são programas imperdíveis por lá.
  • Mesmo um lugar tão turístico pode reservar experiências ainda rústicas e absolutamente fora dos roteiros de turismo tradicionais. Entre elas estão as tranquilas Atins e Caburé, ou a ainda mais selvagem Santo Amaro do Maranhão.
  • É garantia de fotos sensacionais. O lugar é um cenário perfeito para os amantes de fotografia.

2 – Como Chegar

Visualizar Lençóis Maranhenses em um mapa maior

  • É preciso chegar em São Luís e de lá pegar um transporte para Barreirinhas, cidade base para conhecer a região. É lá que você encontra a maior quantidade de pousadas, hotéis e agências de turismo, que irão lhe auxiliar a conhecer a região.
  • Você pode optar por ficar algum tempo em São Luís ou ir diretamente para Barreirinhas.
  • No caso da primeira opção, agende em seu hotel o transporte para Barreirinhas, todas as hospedagens oferecem opções de translado para lá (R$ 40,00 é um preço ideal). A vantagem é justamente que o transfer pega você no seu hotel (portanto, não é preciso pegar outro transporte até a rodoviária) e é mais rápido (não há paradas no caminho em rodoviárias de outras cidades). A desvantagem é que o transfer vai parando de hotel em hotel para pegar os passageiros.
  • Há também a opção mais barata: o ônibus da Cisne Branco, que cobra R$ 28,00. Apesar de não haver o pinga pinga no embarque e desembarque nos hotéis, há o pinga pinga no caminho. Outra desvantagem é que você terá que se deslocar até a rodoviária para comprar a passagem e embarcar.
  • Se preferir não pernoitar em São Luís (ir diretamente para Barreirinhas), é possível pegar um transporte do aeroporto de São Luís direto, por R$ 40,00. Consulte a Coopcart.
  • Alguns utilizam Santo Amaro do Maranhão como porta de entrada para conhecer os Lençóis Maranhenses. Como não foi o nosso caso, não podemos falar muito a respeito. Leia relato da Patrícia de Camargo do Turomaquia.

3 – Quando Ir

A paisagem ideal é com as lagoas cheias, no período de junho a setembro
  • Essa é uma questão fundamental para a viagem. É aconselhável ir após a época das chuvas, portanto após o mês de junho. Após o mês de setembro, as lagoas voltam a esvaziar, após o período de seca.
  • De junho a setembro, você encontrará as lagoas cheias. Mas não é garantido. Em 2012 não choveu suficiente e as lagoas não encheram, mesmo nesses meses.
  • Em outros meses de visitação, não tem negócio. Você irá ver as dunas, mas as lagoas vazias.
  • A exceção é Lagoa dos Peixes e Lagoa Verde, uma das únicas permanentes do parque.
  • Se for em junho ou julho, ainda encontrará as festas juninas em São Luís, imperdíveis.

4 – Onde Ficar

Barreirinhas
Barreirinhas, cidade base para conhecer os Lençóis Maranhenses

Barreirinhas

Em Barreirinhas, as opções de pousadas são amplas, e a estrutura de serviços muito boa. Você irá encontrar uma boa oferta de restaurantes e agências de turismo para preencher os seus dias por lá.

Ficamos hospedados na Pousada São José, que apesar de simples, fica bem localizada, a uma curta caminhada do centro de Barreirinhas, e o atendimento é excelente.

Ainda que não tenha muitos luxos, os quartos têm ar condicionado, frigobar, ventilador de teto e um bom café da manhã. Ou seja, um bom lugar para descansar por lá.

Para consultar mais informações, preços e disponibilidade, clique aqui.

Atins

O problema é que cada passeio a partir de Barreirinhas tem um preço, cujo menor valor é de R$ 50,00 (passeios de meio período). E se você não paga um passeio, não há muito o que fazer em Barreirinhas.

Ou seja, cada dia em Barreirinhas, significa um gasto de no mínimo R$ 50,00 por dia.

A opção é ir para Atins, onde é possível encontrar praia, dunas e lagoas apenas caminhando. Mas o acesso para Atins não é tão fácil. Todo paraíso tem seus percalços. Veja as opções:

  • Carro de tração: cerca de 2 horas e muito balanço
  • Barco de linha pelo rio Preguiças: 4 horas e muita paciência.
  • Voadeira pelo Rio Preguiças: 2 horas, porém mais cara.
  • Comprar um passeio pelo rio Preguiças, Atins fica no final do rio. O problema é que não poderá levar muita bagagem, pois viajará com outras pessoas. Se preferir a voadeira só para você, o preço aumenta.

Nós fizemos pela última opção e deixamos algumas bagagens na São José.

Em Atins, ficamos no Rancho do Buna (foto ao lado). O lugar é bastante rústico, mas incrível. Confira mais no nosso relato de viagem de Atins.

Para reservar, só entrando em contato direto com a pousada.

Outras opções de permanência são em Santo Amaro do Maranhão ou Caburé, opções que para nós acabaram ficando para uma próxima oportunidade. Mas se você conheceu e ficou nesses lugares, não deixe de compartilhar como foi sua experiência.

5 – O Que Fazer

  • Os passeios para a Lagoa Azul e a Lagoa Bonita são de meio período e imperdíveis. É possível fazer os dois em um mesmo dia. Os passeios devem ser feitos todos com guia.
  • Outro passeio imperdível é pelo Rio Preguiças, através das voadeiras. Esse passeio é para o dia inteiro. Na foz do rio, você encontra as praias de Caburé e Atins.
  • Sobrevoar os Lençóis Maranhenses através de um voo de monomotor ou fazer um passeio de boia pelo Rio Formiga são outras opções de passeio, que não fizemos.
  • Uma boa opção é pernoitar em Atins ou Caburé e encontrar uma experiência rústica e mais autêntica por lá. Tranquilidade pura.
  • Os mais aventureiros não perdem a região de Santo Amaro, onde você irá encontrar lagoas mais desertas e paradisíacas numa região bem menos estruturada que Barreirinhas. Lá foram realizadas as filmagens de “Casa de Areia”, a produção de Andrucha Waddington com Fernanda Torres e Fernanda Montenegro.
  • A Rota das Emoções é um roteiro que concilia Jericoacoara, Delta do Parnaíba e Lençóis Maranhenses no mesmo roteiro, vale conferir. O Viaje na Viagem informou recentemente que um dos trechos encontra-se calçado e o transporte entre alguns destinos pode ser feito de van, o que já facilita o roteiro.

O que fazer nos Lençóis Maranhenses: Dicas e Roteiro de Viagem

O que esperar: NaturezaHistóriaCultura.

O que dá pra fazer na mesma viagem: São Luís merece alguns dias de hospedagem. Você deve conhecer o Centro Histórico (embora mal conservado, é uma região que merece ser conhecida), as praias de São Luís e a cidade de Alcântara. As festas de São João também são memoráveis. E como já falamos, dá para conciliar os Lençóis Maranhenses com outros destinos através da Rota das Emoções.

Quanto tempo ficar

A região merece pelo menos 4 dias, mas procure ficar mais se sua intenção for incluir Atins, Santo Amaro ou Caburé como pernoites.

Sugerimos a leitura: Roteiros de Viagem pelo Nordeste do Brasil

© 2014 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.


share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

28 comentários

  1. Olá! Estamos programando a ida a lençóis. Vamos de carro próprio e Não vi comentarios sobre o acesso de carro sem tração. Se você puder dar dicas. Li que dezembro não é um mês favorável, mas é o que temos para esse ano. Poderia me falar algo sobre deslocamentos e acesso?

  2. Olá Fabio boa noite. Parabéns pela matéria, proximo final de semana estarei viajando para Barreirinhas e vou fazer alguns passeios desses. Muito obrigado pelas dicas.

  3. Oi Cláudio obrigada pelas dicas
    Eu eo meu marido estamos planejando ir em março de 2018
    Você tem o contato de onde você ficou?
    Um abraço.

  4. Bom dia Claudio, estou pensando em conhecer os São Luis e os Lençóis Maranhenses em outubro deste ano.Tenho 12 dias de férias, como vc me sugere dividir estes dias entre São Luis e os Lençóis Maranhenses? Agradeço sua ajuda.

  5. Olá Fábio, gostei das dicas. Pretendo ir com minha filha de 15 anos no fim de julho e teremos 1 semana. Pensei pernoite em SLuis, 3 dias Sto Amaro, 2 ou3 Barreirinhas, 1 ou 2 em Atkins e Caburé e retorno SLuis. É um bom roteiro? Obrigada!

  6. Fabio, tudo bem? Adorei as dicas

    Estou pensando em ir conhecer Lençois você acha que dezembro é bom de ir? As coisas lá são caras? tipo alimentação o principal? Quero ficar em barreirinhas fica muito longe de lençois?

    1. Oi, Francielli. Barreirinhas é a cidade mais tradicional para quem visita os Lençóis Maranhenses, é uma boa base sim. Em relação aos preços, são normais, não é nada muito caro não. Finalmente, sobre a época, dezembro já não é a melhor época, pois é provável que as lagoas já estejam vazias. Os melhores meses são de maio até outubro, no máximo. Abraços.

  7. Oi Fábio.
    Em Junho, irei com minha filha (adulta) aos Lençóis. Ficaremos de 03 a 05 em S.Luiz na casa de uma amiga e estamos pensando em fazer:
    05 a 07/06 em Santo Amaro;
    07 a 09/06 em localidades? Barreirinhas e
    09 a 11/06 em Atins.
    Retornaremos a São Paulo em 12/06.

    O que acha desse roteiro/logística. Ou será melhor trocar a ordem das localidades?

    Agradeço seus comentários..

    Abraços,

    1. Oi Ivone. O roteiro está legal sim. Nos dias de transferência entre as localidades, procure não incluir nenhum passeio, já que talvez você esteja se locomovendo. Para aproveitar melhor o tempo, no dia 09 já faça o passeio de voadeira até Caburé e ao mesmo tempo você vai para Atins (só tenha em mente que o espaço para bagagens da voadeira é pequeno, verifique direitinho). Abraços.

      1. Fábio, muito obrigada…. Levaremos apenas 1 mochila cada uma…. afinal, com o calor que faz lá, não serão necessárias muitas trocas de roupas,né? acho que não teremos problemas quanto a bagagens….
        Na volta, contarei como foi.
        Abraços

  8. Olá Fabio.
    Gostei muito das suas dicas e estou pensando em tirar uns dias de férias por lá. Sabe me dizer se o local é tranquilo para ir com meu filho, que tem 3 anos? Melhor ficar em Barreirinhas ou Atins, nesse caso?
    Será que no mês de março eu pego muita chuva ou as lagoas muito vazias?
    Obrigada.
    Abraço para você.

    1. Oi, Tati. Em março é provável que você pegue um pouco de chuva e as lagoas ainda não muito cheias, acredito. Quanto a viagem com o filho, optaria por ficar em Barreirinhas mesmo, já que Atins não tem muita infraestrutura. Abração.

  9. Olá Fabio,
    Gostei muito das dicas e estarei indo no final de agosto deste ano, e gostaria de saber se tem como fazer passeios de barreirinhas para atins, cabure e sto amaro sem pernoitar. Pois estarei indo de fortaleza e jeri, e conciliar mais essa pernoite iria ficar muito puxado, pois estarei fazendo um tour de férias e depois tenho q retornar ao rj.
    Obrigado!

    1. Conheço amigos que foram e se deram bem, mas realmente com o clima como anda, fica meio imprevisível dizer se vai ter chovido o suficiente para encher as lagoas. Abraços.

  10. Olá Milleanne. De Santo Amaro acho difícil, mas até Caburé é possível sim.

    Você faz o passeio de voadeira pelo Rio Preguiças. A última parada do passeio é justamente em Caburé, com uma parada de umas 2 horas para almoçar. Atins fica em frente, o barqueiro oferece também para ir até lá, mas fica corrido para ir até a Lagoa Verde ou ir no Canto do Atins.

    Procure alguma agência que ofereça o passeio exclusivamente até Atins, acho que algumas oferecem. A São Paulo Ecoturismo, por exemplo, oferece o Circuito da Lagoa Verde. (http://saopauloecoturismo.com.br/?p=877).

    Abraços.

  11. Ola fabio,
    Gostei muito das dicas, e estarei indo no final de agosto deste ano. Gostaria de saber se tem como fazer passeios para atins, cabure e sto amaro sem pernoitar. Pois estarei indo de fortaleza e jeri depois de uma temporada de ferias, e ficaria muito puxado conciliar mais uma pernoite além de barreirinhas.
    Obrigado

  12. Muito interessante este texto. Estive nos Lençóis há mais de 10 anos e continuo a pensar que é um dos lugares mais bonitos do planeta. Muito bom mesmo – que saudades! Grande abraço desde Portugal.

  13. Olá, Valter. Eu é que agradeço pelo seu comentário. Que legal seu estilo de viajar, curto muito, acho que você vai gostar bastante. A gente também ficou com medo de se perder nas dunas, mas tem sempre um ponto de referência…. Seu roteiro está show, só veja se esse 1 dia em Barreirinhas não ficará corrido para fazer Lagoa Azul e Lagoa Bonita, já que esses passeios não saem de Atins. O rio Preguiças você fará no trajeto para Atins? Abração!!!

  14. Olá Fábio,obrigado pelo blog,pelas fotos e dicas imperdíveis .Vou viajar dia 13 set 2014..me disseram que choveu bem esse ano,e quando chegar ainda vou pegar as lagoas com boa água(espero,rs).Vou seguir suas dicas..também prefiro lugares mais tranquilos,sem muita muvuca de turistas.Por isso fico 3 dias em São Luis,1 dia em Barreirinhas e 4 a 5 dias em Atins,me hospedando no Buna.Gasto menos com trajetos,curto mais a natureza…curto muito andar , e desbravar lugares(espero não me perder nas dunas .hehe).O que acha?Bom roteiro amigo?Obrigado mais uma vez pelas dicas super valiosas e pela generosidade.

  15. Olá, Cláudio. Obrigado pelo comentário, espero que tenha uma boa viagem. Dê uma verificada no horário de retorno dos passeios, mas pelo que me lembro o do Rio Preguiça retorna por volta das 16h, portanto acho que seria mais adequado para o dia que você quer chegar mais cedo em São Luís. Abraços e volte sempre!

  16. Muito obrigado pelas dicas. Viajo no próximo dia 28/08/14, vou chegar em São Luis 12h40 e pretendo ir direto para Barreirinhas. Por coincidência reservei a pousada SÃO JOSÉ. Dia 30/08/14 tenho reserva no GRAN HOTEL SÃO LUIS, penso que vou fazer check in depois das 19h00. Seus posts me ajudaram a decidir pelo roteiro: Lagoa Azul e Bonita no 1º dia e Rio Preguiça no 2º dia. Ou seria possível inverter? Pois queria ver o por do sol nas dunas…. e preciso chegar o mais cedo possível em São Luis! Parabéns pelos videos e mais uma vez, muito obrigado pelos toques! abs

Deixe um comentário