Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Passeio de Jangada

Um dos programas imperdíveis para se fazer em Pernambuco é pegar uma jangada e seguir para as famosas piscinas naturais de Porto de Galinhas.

Com o mar calminho, melhor ainda. Durante nosso passeio, a jangada seguia por um mar verde incrível, passando entre recifes e avançando lentamente. Olhei na câmera enquanto eu filmava, e parecia que estava flutuando em direção a um paraíso.

A verdade é que eu nunca tinha feito esse passeio de jangada. Da outra vez que estivemos em Porto de Galinhas, fomos caminhando mesmo. Mas a jangada é uma experiência bem legal e diferente.

Mas fique ligado pois dependendo da semana ou da hora que você vai, o passeio pode não ser assim tão legal. Confira a seguir as principais dicas para aproveitar melhor as piscinas naturais de Porto de Galinhas.

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Passeio de Jangada

Confira porque esse passeio é um dos programas imperdíveis para se fazer em Porto de Galinhas

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas
O mar verde de Porto de Galinhas convida a um mergulho em suas piscinas naturais

De olho na Tábua das Marés

8h30 da manhã e o veículo da Luck Receptivo já estava me buscando no hotel. Porque tão cedo, gente? Melhor se acostumar, já que as coisas em Porto de Galinhas giram em torno das marés.

Para que você aproveite melhor o passeio até as piscinas naturais, é fundamental que você dê uma olhada na tábua das marés. Escolha os períodos de lua cheia e lua nova, quando as marés atingem os pontos mais baixos.

Se a maré está acima de 0.5, provavelmente você não vai conseguir aproveitar o melhor das piscinas. No nosso caso, a previsão para o dia é que a maré atingiria 0.2 às 11h34, o ponto daquele dia em que a maré estava mais baixa. Portanto, o ideal era começar o passeio cerca de 2h antes do ponto mínimo, quando a maré começa a vazar.

Jangada para as Piscinas Naturais de Porto de Galinhas
Na maré baixa, é possível caminhar tranquilamente sobre os recifes de corais. Dentro dos limites permitidos.

Quanto Custa

Nós chegamos no centrinho de Porto de Galinhas por volta das 9h e aguardamos um pouco para começar efetivamente o passeio por volta das 10h.

O passeio é tabelado e custa R$ 20,00. Ele pode ser adquirido na Associação dos Jangadeiros, que fica bem pertinho da praia, na Praça Central de Porto (o restaurante BarCaxeira, onde almoçamos, fica ali em frente).

Os jangadeiros trabalham todos com o mesmo valor, me informaram, então não sei se funciona pechinchar. São cerca de 85 jangadeiros atuantes e uniformizados, que recebem capacitação da Prefeitura Municipal de Ipojuca para manter os critérios de sustentabilidade que são preciosos para preservação da região.

Jangada para as Piscinas Naturais de Porto de Galinhas
Jangadeiros preparem-se para os passeios: cerca de 85 jangadeiros uniformizados

Nós já falamos por aqui que Porto de Galinhas é um dos destinos que mais evoluiu no Brasil, em termos de sustentabilidade e valorização ambiental.

Como Funciona o Passeio de Jangada

As piscinas parecem bem próximas da praia, então você pode se perguntar: vale a pena mesmo pagar os R$ 20,00?

Difícil não se encantar com as jangadas avançando pelas piscinas naturais: um espetáculo

Olha, eu acho que vale, já que primeiro você está incentivando o turismo local e segundo você tem uma visão diferente da paisagem de cima da jangada. Ela segue avançando pelas piscinas, lentamente, num movimento tão fluido que parece mesmo que você está flutuando. E eu fui me deslumbrando cada vez mais.

Primeira Parada: Recife de Corais

A primeira parada é para caminhar em cima de um recife de corais, portanto o uso de sandália ou chinelo é essencial.

A caminhada é delimitada por cordas, que não podem ser ultrapassadas, para preservar a formação.

Piscinais Naturais de Porto de Galinhas
Em frente a uma das piscinas naturais do passeio, apenas para observação, mas repleta de peixinhos

No decorrer da caminhada, você se depara com lindas piscinas naturais (não é permitido entrar nessa parte) com uma infinidade de peixinhos represados.

Não esqueça da máquina fotográfica, pode levar tranquilo (mesmo que não seja à prova d’água) pois não vai molhar. Eu levei também o Dome, uma espécie de redoma que permite a fotografia tanto embaixo como em cima da água. Os resultados ficam bem legais.

Segunda Parada: Nadando com os Peixinhos

A segunda parada é para mergulho.

Piscinais Naturais de Porto de Galinhas

A jangada segue para um ponto onde é possível caminhar na areia, sem a necessidade de sandálias, e onde o seu mergulho não irá prejudicar tanto o meio ambiente. Mergulhar naquela água de tom esverdeado incrível parece agora uma necessidade.

Nas duas paradas, os peixes são vorazes e peça para o seu jangadeiro um pouco de ração para atrair mais peixes para perto de você. Eles não têm medo nenhum.

Piscinais Naturais de Porto de Galinhas
Turma da viagem toda reunida em companhia do pessoal do Melhores Destinos

Nós fomos os primeiros a testar as 3 jangadas que o pessoal do site Melhores Destinos estavam lançando por lá.

Nosso passeio durou cerca de 1h30 e logo estávamos de volta ao centrinho, para almoçar. Afinal, depois dessa vida difícil, a gente merece né?

Dicas para as Piscinas Naturais de Porto de Galinhas

  • Consulte a tábua das marés antes de programar o passeio ou até mesmo antes de programar sua viagem. Na maré alta, não rola piscina natural.
  • Leve chinelo ou sandália para caminhar sobre os recifes. Não dá para caminhar sem eles.
  • A primeira parada não é para nadar, então você pode levar a máquina fotográfica normal ou o celular.
  • A segunda parada é para banho. Se tiver, leve a sua máquina fotográfica subaquática. Nós usamos uma GoPro e um Dome.
  • Não é preciso fazer reserva com antecedência. A oferta de jangadeiros é grande.
  • O preço é tabelado: R$ 20,00 por pessoa.

Porto-de-Galinhas-Fotos-55

Nos períodos de maré baixa, a Prefeitura de Ipojuca (município onde se encontra Porto de Galinhas) organiza caminhadas monitoradas até as piscinas naturais. O passeio é de graça, mas as filas são grandes, é bom chegar cedo. Confira mais dicas no blog do Mineiros da Estrada.

FICHA TÉCNICA:

Passeio: Jangada nas Piscinas Naturais
Direção: Porto de Galinhas
Produção: R$ 20,00 por pessoa
Fotografia: Fabio Pastorello
O melhor: Nadar e tirar fotos com os peixinhos é uma experiência única, mas conferir os recifes protegidos (mesmo sem poder entrar nas piscinas) é maravilhoso
O pior: Evite a alta temporada e fins de semana, quando um passeio relaxante pode virar um pesadelo para quem não curte muvuca e lugares cheios. Os jangadeiros também podem encurtar o passeio para pegar mais turistas.
Ano: 2016
País: Brasil
Avaliação: ★★★

Confira: Porto de Galinhas – Guia Rápido e Dicas de Viagem

Leia também: Onde Ficar em Porto de Galinhas – Dicas de Hotéis e Pousadas

© 2016 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

Nota: O Viagens Cinematográficas viajou para Porto de Galinhas a convite do Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau e da Azul Viagens, com apoio da Associação de Hotéis de Porto de GalinhasO Viagens Cine contou com o seguro viagem da GTA – Global Travel AssistanceApesar de ser uma viagem patrocinada, as opiniões são independentes e de livre expressão do autor. 

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

2 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.