O que fazer em Maresias – Litoral Norte de São Paulo

O que fazer em Maresias: Litoral Norte de São Paulo SP

O que fazer em Maresias, litoral norte de São Paulo? No nosso roteiro tinha muita praia, lógico, trilhas e até rapel. Mas alguma coisa poderia impedir os nossos planos.

Previsão do tempo para Maresias: muita chuva com curtos períodos de sol. Pegamos o carro e dirigimos por uma São Paulo congestionada, afinal tinha chovido durante a manhã inteira, torrencialmente.

Nossa esperança de pegar um tempo bom naquele fim de semana era pouca, quase nula. O que fazer em Maresias com chuva? Mas eis que no sábado, o sol começa a aparecer bem tímido, até que no meio do dia, o céu azul já dominava todo o ambiente.

Confira a seguir alguns programas bem legais para se fazer em Maresias, entre praias, trilhas, cachoeira e rapel.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel

Maresias, no litoral norte de São Paulo, muito além das praias

Recebemos um convite da MaresiasTur, empresa especializada em ecoturismo e turismo de aventura, para ir até Maresias e conhecer o lugar de uma forma diferente.

Já fazia algum tempo que não viajávamos para lá, então logo topamos para matar as saudades do litoral norte de São Paulo.

O que fazer em Maresias: Litoral Norte de SP

Maresias – Como Chegar

Maresias é uma das praias localizadas em São Sebastião, cidade do litoral norte de São Paulo. É um dos destinos preferidos de escapadas de fim de semana dos paulistanos e também do pessoal da Baixada Santista. Sou de Santos, e fui diversas vezes para aproveitar as belas praias da região.

Entre as praias de São Sebastião, Maresias é provavelmente a mais famosa, por conta não somente de sua natureza, mas também de sua vida noturna e excelentes pousadas e restaurantes. A praia atrai muitos surfistas mas também quem procura dar aquela escapada da rotina de São Paulo.

Maresias - O que fazer e como chegar
Veja mapa de como chegar em Maresias no Google Maps

Nossa viagem durou cerca de 3h30, mais por causa do trânsito na saída de São Paulo. A estrada até São Sebastião (descemos pela SP-98 Rodovia Mogi-Bertioga) estava bem tranquila. Também é possível descer pela Rodovia dos Imigrantes.

O maior problema do caminho é quando chegamos na BR-101, no trecho também conhecido como Rio-Santos. A rodovia é perigosa e cheia de curvas. Em alta temporada e finais de semana, o movimento é intenso ou por vezes congestionado.

Mas é também considerada uma das rodovias mais bonitas do Brasil. No caminho, o viajante passa por diversas praias do litoral de São Paulo e há visuais de tirar o fôlego.

Hospedagem em Maresias: Pousada Porto Mare

Por volta das 19h, estávamos chegando na Pousada Porto Mare. Pelo menos tinha parado de chover.

A pousada é excelente, desde o atendimento na recepção, decoração e a suíte, tudo com bastante conforto e bom gosto. Entre os diferenciais, estão a deliciosa banheira de hidromassagem (perfeita curtir Maresias mesmo nos dias de chuva) e a área de lazer, com uma sauna e piscina integradas.

A localização, a poucos metros da praia, também permite deixar o carro no estacionamento e circular por Maresias a pé.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel
Pousada Porto Mare, uma das melhores em Maresias, possui sauna e piscina integradas

Outro diferencial da Pousada Porto Mare é o restaurante, entre os melhores avaliados de Maresias no TripAdvisor (durante a nossa hospedagem, era o restaurante número 1 de Maresias). Optamos por jantar por lá e adoramos. Comida bem saborosa com preços honestos. O atendimento também é bastante atencioso.

Leia mais
Dica de pousada em Maresias

Hospedagem Barata em Maresias

Para quem está afim de economizar, o Hostel Caiçara é uma boa pedida, com localização privilegiada em frente à praia de Maresias.

Consulte preços e disponibilidade no Booking.com.

O primeiro rapel de nossas vidas

Dia seguinte, primeira coisa que eu faço é abrir as cortinas e ver como anda o tempo. Notícias nada boas: nublado.

Mas bora lá, acordamos, descemos para o café da manhã, tiramos algumas fotos e vídeos da pousada e às 9h estávamos prontos para encontrar o Fabrício Barbosa, responsável pelos passeios da MaresiasTur.

A empresa surgiu há cerca de 2 anos e trabalha com diversos tipos de roteiros alternativos no litoral norte de São Paulo. Os passeios vão desde trilhas até 3 opções de rapel. Quando o Fabrício nos convidou para essa viagem e disse que teria rapel, veio logo meu lado “tenho medo de tudo” e pensei que não conseguiria fazer. Seria nossa primeira experiência de rapel.

E quando me vejo pendurado numa corda de rapel e tentando ficar de cabeça para baixo, penso como a gente faz loucuras por uma boa experiência de vida. Ou como o Cleber diria, vale tudo por uma boa fotografia.

Mas antes do rapel, estávamos lá, 9h da manhã esperando a chegada do Fabrício. É quando ele nos avisa por whatsapp que seria melhor deixar o rapel para o período da tarde. O tempo manda nesses negócios.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel
Cleber e Fabrício da MaresiasTur, na trilha de Paúba, onde é realizado o rapel mais básico da empresa

Praia de Maresias

Enquando aguardamos, fomos até a Praia de Maresias caminhar.

A praia tem muitas construções à beira-mar. O resultado é que o acesso à praia é limitado. As entradas (basicamente corredores que começam na Avenida Francisco Loup e terminam na areia) são várias, mas uma das melhores é a Praça do Surf. Localizada mais para o lado esquerdo da praia, é uma pracinha ampla com feirinha de artesanato, pista de skate e um belo mirante para a praia.

A faixa de areia tem 4 km de extensão e não é muito propícia para caminhadas, por conta de sua areia fofa. Mas vale a pena explorar um pouco de cada um dos seus cantinhos.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel
Praia de Maresias possui área fofa e algumas áreas com características específicas, como o Canto da Barra

Entre as opções de o que fazer em Maresias, o canto esquerdo é chamado de Canto da Barra e possui pedras e mar mais tranquilo, por isso acaba sendo mais procurado pelas famílias. O cenário é marcado pelo Rio Maresias, que deságua na faixa de areia próxima ao mar.

Já no canto direito, também chamado de Canto do Moreira, o lugar é bem mais deserto e preservado. Não dá para estacionar tão próximo da praia, por isso acaba sendo uma faixa de areia onde é possível ficar mais tranquilo, até mesmo em dias mais movimentados. Nessa área, é possível também avistar tartarugas e encontrar pequenas piscinas naturais nas pedras.

No caminho para Boiçucanga (praia vizinha de Maresias), há um mirante com uma vista incrível para toda a extensão da praia. Vale super a pena conferir, mas o acesso é de carro, pela rodovia.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel
Os 4 km da Praia de Maresias vistos a partir do mirante na rodovia para Boiçucanga

Praia das Calhetas

Enquanto a gente aguarda o melhor horário para fazer o rapel, o Fabrício da MaresiasTur nos leva até a Praia das Calhetas, uma das praias menos conhecidas de São Sebastião. Coloque essa praia no seu roteiro de o que fazer em Maresias.

A Praia das Calhetas fica no sentido de São Sebastião, entre as praias de Toque-Toque Pequeno e Toque-Toque Grande.

Como Chegar na Praia de Calhetas

O acesso à praia é através de um condomínio particular, mas não é permitido a entrada de carros. Portanto é uma pequena caminhada para chegar na praia (15 minutos).

É preciso cuidado para não estacionar na rodovia, muita gente acaba tendo o carro multado.

Se puder, vá acompanhado do pessoal da MaresiasTur ou de ônibus, descendo na rodovia próximo ao Km 144.

Se quiser ir mesmo de carro, a dica é estacionar numa pequena rua às margens da rodovia e de lá ir caminhando até a entrada do condomínio Sítio das Calhetas. Mas a área para estacionar é bem restrita.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel
Praia de Calhetas é uma das mais reservadas nas proximidades de Maresias: cenário de sonho

Antes de chegar na entrada do condomínio, há uma trilha que corta caminho e pode ser uma alternativa. Mas o acesso através do condomínio também é permitido e a caminhada, bem mais tranquila do que pela trilha.

A praia é muito linda e reservada, praticamente deserta. No caminho, encontramos alguns gramados verdejantes, que deixam o cenário ainda mais bonito.

Só fique de olho para não entrar na propriedade de alguém. Como é um condomínio fechado, algumas casas não tem muros ou portões. Isso não quer dizer que você está convidado a entrar.

Em frente à praia, há uma península que forma uma pequena ilha que vale ser explorada, pois garante mais alguns mirantes para a região.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel
Gramado e coqueiros tornam o cenário da Praia da Calhetas ainda mais paradisíaco

Cachoeira da Praia de Calhetas – Secret Falls

Outro ponto imperdível de quem vai até a Calhetas é ir até uma cachoeira de 95 metros de altura. A MaresiasTur faz um rapel nessa mesma cachoeira, chamado de Secret Falls (R$ 150,00 ref. maio/2017).

A cachoeira é linda. Mesmo com o dia não muito quente, a gente não resistiu e entrou nas suas quedas.

Depois de um banho gostoso, voltamos para o carro e seguimos de volta para Maresias.

O que fazer em Maresias: Cachoeira
Quem vai até a Praia de Calhetas não pode deixar de conhecer essa linda cachoeira

Trilha até a Praia da Paúba

O tempo finalmente abriu. E não abriu pouco. O céu ficou todo azul e o sol radiante, perfeito para nosso rapel.

Enquanto eu e Cleber comemos alguns salgados na Padaria Elite (próxima ao rio Maresias, canto esquerdo da praia), Fabrício foi buscar os equipamentos. No retorno ele veio com o Thiago Bertassoni, também membro da equipe da MaresiasTur, fotógrafo e praticante de Slack Line.

De lá, seguimos até o extremo esquerdo da Praia de Maresias, onde começa uma trilha até a Praia da Paúba.

A trilha até Paúba envolve poucas subidas íngremes e alguns trechos com lama (tinha chovido demais), mas no geral é bem tranquila. A trilha é usada por moradores locais para circular entre as duas praias.

Mesmo para quem não vai fazer o rapel, vale a pena fazer a trilha até a Praia da Paúba, bem tranquila e oferece um belíssimo visual. A MaresiasTur oferece esse passeio (R$ 20,00 por pessoa – ref.: maio/2017), mas você também pode fazer de forma independente.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel - Litoral Norte de SP
A trilha até a Praia de Paúba garante um belo visual para a Praia de Maresias

Rapel em Paúba

Reta vai, curva vem, chegamos finalmente no ponto onde seria o nosso rapel.

Fabrício e Thiago da MaresiasTur nos explicam que o rapel ali é indicado para iniciantes e para pessoas de qualquer idade (a partir dos 10 anos), peso ou condição física. A altura do rapel é de cerca de 10 metros. A prática é muito fácil e tranquila, eles disseram.

Mas será que seria assim tão tranquilo?

Os dois começaram a preparar os equipamentos, que envolvem capacetes, cintos e cordas. E se separaram em duas frentes: Thiago nos ajudou para descer e Fabrício ficou lá embaixo segurando a corda, oferecendo ainda mais segurança para a atividade.

Nem eu nem o Cleber tínhamos feito rapel antes e o medo era grande. Eu por medo de me enrolar em algum procedimento, o Cleber por medo de altura.

O que fazer em Maresias: Rapel
Rapel com a MaresiasTur, equipe se divide para garantir a segurança da atividade

O primeiro a descer

Eu fui primeiro.

O procedimento é simples mesmo, mas o medo faz com que a gente force ações desnecessárias. Virei de costas para a descida e comecei a caminhar, lentamente, sob orientação do Thiago. Os passos precisam ser curtinhos e o corpo deve se manter inclinado para trás. Obviamente, desastrado como sou, em determinado momento perdi o equilíbrio e acabei ralando a mão numa pedra. Na hora nem notei, tamanha a adrenalina.

Continuei descendo e um dos momentos mais tensos é quando o caminho acaba e você precisa apoiar os pés numa pedra mais baixa, em que é necessário um pequeno pulo ou esticar bem a perna até lá.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel - Litoral Norte de SP
Descendo de rapel com a Praia da Paúba ao fundo

Superada essa dificuldade, as coisas ficam mais fáceis e fui descendo mais um pouco. Em determinado momento, não há mais lugar para apoiar os pés e você fica suspenso nas alturas. É nessa hora que você finalmente entende que está livre e seguro, e pode finalmente aproveitar. Fabrício fica lá embaixo se certificando de que está tudo certinho.

É a hora para fazer as poses e tirar algumas fotos maneiras.

Uma hora o Fabrício gritou lá de baixo: vira de cabeça pra baixo. Tentei, virei só parcialmente, mas não consegui virar por inteiro.

Cleber em altas poses

Mas eu ainda tinha uma segunda chance. Como o rapel é curtinho, Fabrício permite que cada pessoa possa realizar a atividade 2 vezes.

Vez do Cleber, que teve até mais medo do que eu (por causa da altura), mas disfarçou bem e foi melhor nas poses das fotos.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel - Litoral Norte de SP
Cleber mesmo com medo de altura não perde o sorriso para as fotos

E bora lá eu para o meu repeteco. Dessa segunda vez, ganhei confiança e foi mais tranquilo. Durante toda a atividade, vale salientar, me senti extremamente seguro e amparado pelo Fabrício e pelo Thiago. Mas obviamente, como a atividade envolve altura, o medo e a adrenalidade são grandes.

No final das contas, a gente que nunca tinha pensado em fazer rapel, saímos da atividade com algumas boas fotos e muita adrenalina. Valeu super a pena.

O que fazer em Maresias: Rapel em Paúba
Cleber de cabeça pra baixo no rapel com a praia de Paúba ao fundo

 

Pôr do Sol em Maresias

Na trilha de volta, ainda curtimos um belo final de tarde.

É deliciosa essa sensação de missão cumprida, de ter conhecido um lugar novo (que para nós foi a Praia das Calhetas), uma experiência nova (o rapel), e também novas pessoas (como o Fabrício e o Thiago, grandes caras). Superado nossos medos e também vencido a péssima previsão do tempo para aquele sábado.

Parado na areia da Praia de Maresias, com uma luz dourada de final de tarde refletindo sobre a água do mar, faço as últimas fotos do dia.

O que fazer em Maresias: Praias, Trilhas e Rapel - Litoral Norte de SP
Fim de tarde em Maresias

Confira todos os tours e preços da MaresiasTur

Nota: O Viagens Cine foi convidado pela MaresiasTur e a hospedagem na Pousada Porto Mare foi uma cortesia. As opiniões relatadas representam nossa livre expressão sobre a viagem. 

Fontes:

AHPM – Associação de Hotéis e Pousadas de Maresias

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

15 comentários

  1. Adoro o litoral norte! Tem praias maravilhosas e adorei ver suas dicas. Descobri que ainda tenho muitos cantinhos pra explorar por lá!
    As fotos ficaram incríveis!

  2. Acredita que ainda não conheço Maresias!?
    As duas vezes que planejei ir pra lá tive que cancelar…

    Parece que tem váaárias paisagens lindas, né!?

    Bom saber que dá pra fazer rapel lá! Fiz só uma vez até hoje e tenho vontade de fazer outra vez!!

    Abraço

  3. Uauu que experiência incrível essa que vocês tiveram. Amo aventura e sou louca para fazer rapel hehe, gostei da descrição “o que a gente não faz por uma foto” 😉 Até hoje, a minha única aventura foi rafting, mas espero participar de outras no futuro e rapel está na lista. Conhecer Maresias já está nos planos também 🙂
    Abraços

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.