Piscinas Naturais de Maragogi: Dicas – Alagoas

Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas

Não dá para pensar uma viagem para Alagoas sem fazer o tradicional passeio até as piscinas naturais de Maragogi. Elas também são chamadas de galés ou taocas e ficam na Costa dos Corais, uma área de preservação ambiental.

A verdade é que, por causa de sua lotação, os destinos turísticos de Alagoas têm oferecido diversas opções de piscinas naturais na região. Em Maragogi, existem as galés, as taocas e as piscinas naturais de Barra Grande.

Japaratinga, São Miguel dos Milagres, Porto de Pedras e Paripueira são outros destinos do litoral norte de Alagoas que também possuem passeios de jangada até piscinas naturais. Costumam ser mais baratos do que em Maragogi. Quem fica hospedado em Maceió, por exemplo, tem a opção  de ir até Paripueira, que é muito mais perto do que Maragogi.

Mas a verdade é que as piscinas naturais de Maragogi são as grandes atrações turísticas do Estado. Pela dimensão, pela distância da praia e pela beleza de suas águas, essas piscinas naturais são um dos passeios imperdíveis em Alagoas.

Piscinas Naturais de Maragogi: Passeio até as Galés e Taocas – Alagoas

Tudo o que você precisa saber sobre o passeio nas piscinas naturais de Maragogi, na Costa dos Corais de Alagoas

Galés ou taocas? Quem vai para Maragogi acaba ficando um pouco mais íntimo desses termos. Assim são chamadas as piscinas naturais de Maragogi.

Além das galés e das taocas, a região também conta com as piscinas naturais de Barra Grande. Ou seja, há diversas opções para o turista que tenha vontade de conferir uma das principais atrações turísticas do litoral norte de Alagoas. 

Confira a seguir algumas dicas e o passo a passo de como organizar o seu passeio até as piscinas naturais de Maragogi.

Salve esse Pinterest para consultar depois

Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas

 

APA Costa dos Corais

As piscinas naturais de Maragogi fazem parte da APA Costa dos Corais – Área de Preservação Ambiental Costa dos Corais, sob responsabilidade do ICMBio – Instituto Chico Mendes.

Essa área protegida vai desde Paripueira, a primeira cidade ao norte de Alagoas após Maceió, até Tamandaré, já no Estado de Pernambuco. São ao todo 120 km de praias. É a maior unidade de conservação marinha do Brasil, criada em 1997.

1 – Quando Ir: De Olho na Tábua das Marés

Para visitar as piscinas naturais de Maragogi, vale seguir a recomendação da APA Costa dos Corais.

  • É preciso ficar atento ao horário da maré. Os visitantes podem ir entre 2 horas antes e 2 horas depois do pico mais baixo da maré.
  • Nos dias de “maré morta” (quando não há variação de maré, ou seja, a maré mais baixa é igual a maré mais alta), o passeio às piscinas não é permitido.
  • Pessoalmente, nós só recomendamos o passeio se a maré estiver abaixo de 0,4m. Acima dessa altura, a água fica muito mexida e turva, sem contar que pode não dar pé.

Para saber o horário da maré mais baixa, consulte a tábua das marés.

Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas
Consultar a tábua de marés é fundamental na hora de planejar o passeio

2 – Preciso reservar o passeio?

Conforme pesquisamos lá em Maragogi, a maior parte das empresas incentiva reservar o passeio (requer pagamento antecipado).

Nós pegamos um tempo bem complicado durante nossa viagem, com bastante chuva (um pouco incomum no mês de setembro). Para evitar fazer o passeio em um dia ruim, acabamos deixando para fechar na última hora e não reservamos com antecedência.

O verão é a época que menos chove em Alagoas, mas é também a época mais cheia. Por isso, vale também apostar em meses alternativos, em que chove menos e ainda não é alta temporada. Outubro e novembro são ótimos meses para aproveitar o melhor clima e menor movimento de pessoas por lá.

Chegamos no domingo pela manhã em Maragogi, em pleno feriado. Por volta das 10h fomos atrás de um passeio até as galés de Maragogi. Já estávamos cientes de que, conforme a tábua das marés, os passeios sairiam por volta das 11h.

Assista nosso vídeo sobre esse passeio no YouTube

Como saber o horário do passeio

  • Para saber o horário que o passeio vai sair naquele dia (uma vez que depende da tábua das marés), basta consultar qualquer empresa ou pessoa que ofereça os passeios na rua.
  • Circulando pela orla da praia de Maragogi, é quase impossível não esbarrar com alguém oferecendo um passeio.
Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas
Na orla da praia já é possível ver várias embarcações no mar, esperando a hora de partir para as galés ou taocas

3 – Escolhendo a operadora / catamarã

Ao contrário de outros passeios até piscinas naturais, em Maragogi uma jangada não dá conta de levar os passageiros.

As galés e taocas, as piscinas naturais de Maragogi, ficam distantes mais de 6 km da praia. O trajeto dura cerca de 20 minutos.

  • Para chegar nas piscinas naturais, o transporte é através de catamarãs, barcos ou de lanchas rápidas.
  • Para contratar os passeios, não recomendamos fechar com vendedores na rua.
  • Melhor entrar em contato direto com lugares físicos, pois assim em caso de problemas, fica mais fácil de encontrar a pessoa que te vendeu o passeio. 
  • Pesquise bem os valores, pois encontramos variações de R$ 65,00 (em dinheiro) até R$ 115,00. Pagamos R$ 75,00 no cartão.
Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas
Lanchas são mais caras, mas chegam primeiro e você tem mais tempo para aproveitar

Se puder reserve seu passeio com antecedência, principalmente se quiser ir para as galés. É que o número de visitantes para as galés de Maragogi é limitado, e quando essas piscinas lotam, eles encaminham o restante das pessoas para as taocas. Em determinados dias, os passeios só vão para um determinado tipo de piscinas naturais.

Segundo informações, elas são bem parecidas, mas é sempre bom ter a possibilidade de escolha. 

A APA Costa dos Corais fornece uma relação de todos os operadores de catamarã autorizados a fazer o passeio até as piscinas naturais.

A Carol do Idas e Vindas Blog fez o passeio até as Galés de Maragogi a partir do Pontal do Maragogi, um beach club que oferece ótima estrutura aos visitantes e também o passeio de catamarã. Confira mais no vídeo a seguir.

4 – Galés ou taocas, eis a questão?

Fomos nas galés ou nas taocas? Sinceramente, não sei dizer.

Na hora de fechar o passeio, fiz questão de salientar que queria ir para as galés. A vendedora anotou nossa demanda no bilhete de embarque. E na fila de embarque, eu mostrei para o rapaz e falei: vamos nas galés, tá? 

Mas como as piscinas naturais são parecidas e dizem, o turismo local não se importa em esclarecer aos passageiros se estão levando nas galés ou nas taocas, não saberia dizer se de fato fomos para as Galés de Maragogi. Mas vamos entender melhor quais são as diferenças entre galés, taocas e piscinas naturais. 

Galés de Maragogi. Créditos da Foto: Salinas de Maragogi
Taocas de Maragogi. Créditos da Foto: Salinas de Maragogi

Entenda as diferenças

O site Maragogi On Line apresenta os 3 tipos de piscinas naturais mas não apresenta muitas diferenças entre elas.

Já Ricardo Freire, do Viaje na Viagem, salienta as diferenças nos passeios e lembra que dificilmente os operadores vão dar a informação se a pessoa está indo para as galés ou para as taocas.

Já o site do hotel Salinas de Maragogi afirma que a diferença é que as galés ficam em frente ao resort Salinas de Maragogi, enquanto as taocas ficam em frente à praia de Maragogi (vide mapa abaixo). O passeio até as galés de Maragogi começou a ser explorado comercialmente a partir de 1987, com a construção do hotel. 

  • Galés: ficam na direção do resort Salinas de Maragogi, na própria Praia de Maragogi
  • Taocas: em frente à Praia de Maragogi
  • Piscinas Naturais de Barra Grande: na praia de Barra Grande, ao norte do centro de Maragogi

Diferenças à parte, as galés e as taocas são muito parecidas e igualmente imperdíveis.

5 – Como funciona o passeio

Embarque

Após o pagamento do passeio, recebemos um bilhete e aguardamos até o horário de saída previsto.

Em geral, as saídas acontecem em frente de restaurantes / receptivos, então você pode ficar sentado na mesas e consumindo alguma coisa (opcional). Na hora da saída, um funcionário organiza a fila, mas é tudo um pouco confuso. 

Exibimos nosso bilhete que estava marcado galés e fomos direcionados para um barco menor.

Os barcos menores e lanchas chegam mais rápido, o que garante mais tempo nas piscinas. A desvantagem é que balançam mais. Os catamarãs são maiores, com mais espaço, balançam bem menos, mas demoram mais para chegar. A escolha cabe ao seu nível de tolerância com o mar muito mexido.

Pior mesmo foi o embarque. Tivemos que caminhar mar adentro até mais ou menos com água na altura do peito, para subir no barco. Isso com mochila e equipamentos de fotografia que não poderiam molhar. Roupas, celulares e carteira foram todos colocados na mochila. Enfim, no final deu tudo certo e subimos no barco.

Mas porque afinal um destino tão popular como Maragogi, não tem um pier de embarque?

Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas
Nosso barco segue rumo às piscinas naturais e ao verde esmeralda de Maragogi

Piscinas Naturais

A chegada até as piscinas naturais, depois de alguns quilômetros mar adentro, é impressionante.

Ao contrário do outro passeio até piscinas naturais que tinhamos feito em São Miguel dos Milagres, aqui chegamos numa imensa piscina natural, formada por diversos grupos de corais e uma cor do mar absolutamente incrível. A parada para mergulho é de aproximadamente 1h30.

Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas
A lotação pode impressionar um pouco, mas os corais são bem amplos e é possível encontrar lugares mais isolados

De início a maré ainda estava um pouco alta (0.3 seria o ponto mais baixo, às 12h21, mas chegamos às 11h30). Como estávamos na maré vazante, havia possibilidade das coisas melhorarem um pouco.

O barqueiro ficou nos apressando para descer logo, pois ele organizava uma fila indiana, que seguia os trechos de areia em que era possível ir caminhando.

Até o nosso retorno ao barco, ainda havia alguns trechos em que as piscinas naturais tinham mais de 2 metros de profundidade. Para mim, que não sei nadar, foi um pouco complicado. Mas é possível levar coletes salva-vidas.

A maioria do pessoal ficou aglomerada em pequenos bancos de areia que ficam mais altos, deixando o restante das piscinas naturais mais livres para quem queria circular sem muita gente em volta. Foi o nosso caso. Mesmo com tanta gente por lá, era possível chegar em locais onde não havia quase ninguém em volta.

Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas
É bem fácil fugir dos aglomerados de pessoas e encontrar piscinas vazias
Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas
Para ver mais vida marinha, é preciso se aproximar dos corais: não pisar nas formações ajuda a preservá-las

Dicas para aproveitar melhor as piscinas naturais

  • Aconselhamos levar snorkel próprio. Caso você não tenha, pode alugar por R$ 15,00, mas é preciso confiar que eles farão a higienização corretamente.
  • No próprio passeio de barco, eles também oferecem alguns opcionais: o mergulho com cilindro (R$ 100,00) e a sessão fotográfica (R$ 60,00 para o casal) complementam o passeio.
  • O tempo de parada nas piscinas é de 1h30. É uma parada muito rápida, passa num instante. Fazer mergulho com cilindro, sessão fotográfica e ainda aproveitar as piscinas naturais me parece muito corrido, por isso acho que não vale a pena.
  • A ração para atrair peixinhos faz falta e fica mais difícil ver peixes sem elas. Segundo a APA Costa dos Corais, é proibido alimentar os peixes, então você estará sendo ecologicamente correto.
  • Os fotógrafos utilizam as rações nas sessões fotográficas. A dica é ficar com a ração com as mãos fechadas, sem liberá-las para os peixes (teoricamente, isso atrai mais peixes do que alimentá-los de fato).
  • Sua chance maior de ver peixes é se afastando das aglomerações de pessoas.
  • As piscinas naturais são grandes, como um grande labirinto. Há vários trechos em que é possível nadar mais tranquilamente.
Piscinas Naturais de Maragogi: Galés e Taocas - Costa dos Corais Alagoas
Explore os vários cantinhos reservados da Costa dos Corais de Maragogi
  • Não pise nos corais, para preservá-los. Existem trechos em que é possível caminhar na areia e dá tranquilamente para ir descalço.
  • Outro motivo para não tocar nos corais é uma questão de segurança. Tome cuidado com ouriços, que podem criar problemas.
  • Prefira flutuar sobre os corais, você vai ver os peixes e outros animais em seu habitat natural. Evite movimentos bruscos e agitados, a areia pousada no fundo das piscinas pode se movimentar e água perde a visibilidade.
  • Nem é preciso dizer que não se deve levar ou deixar lixo nas piscinas naturais, né?

Leia mais: O que fazer em Maragogi: Melhores Praias

Depois da nadar, é ótimo relaxar nos bancos de areia com aquela água verde esmeralda ou azul turquesa, e sentir-se no Caribe Brasileiro.

O tempo passa voando e logo chega a hora de embarcar de volta. Já no barco, enquanto a tripulação puxava a âncora, aproveito para tirar as últimas fotos desse paraíso inesquecível, que desde 2011 não visitava.

O barco parte de volta para a praia de Maragogi, e já bate aquela vontade de voltar no dia seguinte. Pena que estávamos bem no finzinho do período de maré baixa. 

FICHA TÉCNICA:

Passeio: Piscinas Naturais de Maragogi
Direção: Maragogi, Alagoas
Produção: R$ 65,00 em dinheiro ou R$ 75,00 no cartão – ref. setembro de 2017
Fotografia: Fabio Pastorello
O melhor: Com grandes dimensões e 6 km distante da praia, as piscinas naturais de Maragogi são as grandes rainhas da Costa dos Corais de Alagoas
O pior:  Com grande fluxo de pessoas, o número de embarcações e turistas dificulta aproveitar o passeio com mais tranquilidade
Ano: 2017
País: Brasil
Avaliação: ★★★★★

Leia mais sobre nosso roteiro Alagoas de 7 a 10 dias

Tags:
share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

28 comentários

  1. Fabio, já acompanhei seus vídeos no YouTube e agora encontrei seu blog, parabéns pelas dicas e por esclarecer tantas dúvidas. Estou indo para Maceió dia 07 de dezembro e de acordo com a tabua das marés, os melhores dias para visitar as piscinas serão sábado e domingo, 8 e 9, respectivamente. Estou preocupada em deixar para comprar o passeio de Maragogi somente quando chegar na cidade. Você acha que corro o risco de acabar não conseguindo para fazer o passeio as piscinas ou é tranquilo? Obrigada pelas dicas. Abraço!

    1. Oi, Ana. Que legal nos acompanhar no YouTube e agora aqui, obrigado. Sobre o passeio, não entendi se você vai fazer um bate volta de Maceió ou irá de Maragogi mesmo. Se for de Maceió, sugiro já comprar antes mesmo para garantir. Se for de Maragogi, deixe pra fechar com pelo menos 1 dia de antecedência. Abraços.

  2. Olá
    Seu post e sensacional, mais direto e simples até agora.
    Estou viajando no final de Novembro, cheia de receios com o passeio, pq n sei nadar.
    A entrada mar a dentro para pegar o barco e segura para quem tem medo ? Qdo vc cita * coisas pessoais * qual a melhor formar de levar ?
    Última rsrsrs Qto tempo fica na praia até voltar para o transporte ?
    Obrigado

    1. Oi, Andrea. Que bom que gostou do post. Eu também não sei nadar, e achei muito tranquilo e seguro. Só o que eu recomendo é você ir na maré mais baixa possível. Sobre os objetos pessoais, leve numa bolsa ou mochila mesmo. Ao descer do barco, as coisas ficam lá, mas ninguém mexe. Sobre o tempo nas piscinas, é de cerca de 1h30, mas o barco fica parado então você pode retornar na hora que quiser. Abraços.

  3. Fabio amei seu post, eu estava bem animado pra conhecer e tal mas acho que depois de ler tudo o que voce falou, meio q me deu vontade de desistir kkkkk eu simplesmente nao sei nadar, nao sei como seria pra mim. Usar colete salva vidas nao me traz muita sensação de segurança. pra voce ter ideia nem boiar eu sei hahaha entao acho que vou ficar mesmo só na praia de maragogi…. a agua é azul turquesa na praia normal mesmo, ou só nas piscinas?

    1. Oi, Mauricio. A água da praia central não é bonita, em outras é melhor, mas nenhuma delas se compara a beleza das piscinas naturais. Faça um esforço e vá para as piscinas naturais, vale super a pena. Se a maré estiver baixinha, nem precisa usar colete, você ficar com água na cintura ou menos. Dizem que as galés são profundas, opte pelas taocas que são mais rasinhas, provavelmente vai dar pé para você entrar mesmo sem saber nadar. Abraços.

  4. Fábio adorei suas dicas e comentários. Super completo e realmente achei muito útil. Vai uma dúvida, vou pra Maceió e pretendo ir pra Maragogi agora em outubro. Vou levar minha mãe e minha sogra, 2 senhoras de 80 anos. A pergunta é. …. será que é viável pela dificuldade de entrar na embarcação. Obrigada.

    1. Oi, Bella. Acho que para as senhoras não é muito aconselhável não. Ao embarcar, tivemos que entrar com a água na cintura. Sugiro deixar elas na praia, tem vários restaurantes onde elas podem ficar descansando e curtindo a praia, enquanto você faz o passeio. Abraços.

  5. Sobre os valores para chegar nas piscinas naturais:
    Pretendo ir no final de outubro com minha esposa e nossas três filhas.
    É um valor cobrado por pessoa?
    Criança abaixo de alguma idade paga?
    A partir de “x” pessoas o valor pode cair?

    1. Oi Filipão. O valor é por pessoa sim. Como o passeio é muito concorrido, acho difícil conseguir descontos de acordo com o número de pessoas, mas não custa tentar. Não me lembro de valores diferentes para crianças, mas vale também pesquisar. Abraços.

  6. Olá! Vou no feriado de novembro. Pretendo fazer o passeio no domingo 11/11. Acha que preciso reservar ou consigo contratar na orla? Obrigada

    1. Karine voce vai justamente no dia que eu vou tambem hahahah Tenho um pouco de medo de investir nesse passeio q nao é barato e nao conseguir aproveitar muito devido ao fato de nao saber nadar =/

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.