Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no ES

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo

Que tal conhecer a região das Montanhas Capixabas? Depois de ter conhecido boa parte do litoral do Espírito Santo, também era hora de conhecer também a Região Serrana do Estado.

A viagem foi uma iniciativa do blog Capixaba na Estrada, que organiza o Pocando no ES. O Pocando é um encontro que traz influenciadores digitais de todo o país numa visita técnica. Os blogueiros retornam com muita informação sobre os destinos, além de conteúdo para divulgar as belezas capixabas em seus veículos.

Visitar as Montanhas Capixabas e a Região dos Imigrantes nos revelou um Espírito Santo totalmente novo, com muita influência da imigração européia na arquitetura, gastronomia e cultura. Apesar de serem regiões turísticas diferentes, achamos que combinar as regiões das Montanhas Capixabas e Imigrantes no mesmo roteiro de viagem seria perfeito.

E não erramos. Combinadas, essas charmosas partes do Espírito Santo trazem um roteiro de viagem romântico e cheio de charme, com hospedagens, restaurantes, serviços e experiências inesquecíveis. Destinos como Santa Teresa, Santa Leopoldina, Domingos Martins, Rota do Lagarto, Pedra Azul e Venda Nova do Imigrante fizeram parte desse roteiro de viagem encantador.

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo

Nesse roteiro de viagem pelo Espírito Santo, conheça destinos como Santa Teresa, Domingos Martins e a famosa Pedra Azul

Inicialmente, a viagem começa na capital do Estado, Vitória. Como resultado, o viajante pode se hospedar tanto em Vitória como em Vila Velha, cidades vizinhas. Cada uma, com interesses turísticos equivalentes.

Onde Ficar

Em Vila Velha, o Quality Suites Vila Velha foi o hotel que nos recebeu, localizado em frente a Praia da Costa. O hotel tem localização privilegiada e apartamentos amplos, com sala, quarto e cozinha. Além disso, outro diferencial é a linda vista para o mar, disponível em alguns quartos e também do terraço, onde fica a piscina.

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Terraço do Quality Suites Vila Velha, de frente para a Praia da Costa, em Vila Velha

Em Vitória, o Golden Tulip Porto Vitória, localizado em frente a Praça do Papa, também é uma excelente opção. A região é central e fica em frente do Projeto Tamar e cerca de 10 minutos do Shopping Vitória. Os quartos seguem o padrão de qualidade do Golden Tulip, com acomodações amplas, confortáveis e sofisticadas. Provavelmente a vista dos quartos para a Terceira Ponte e Convento da Penha são um dos destaques.

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Sofisticado e com ótima relação custo-benefício, o Golden Tulip Porto Vitória tem vista para a Terceira Ponte e Convento da Penha

Mas falando nas regiões turísticas que visitamos nesse roteiro, veja no mapa abaixo a localização da Região dos Imigrantes e a Região das Montanhas Capixabas. Elas estão localizadas no centro sul do Espírito Santo.

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Mapa do Turismo do Espírito Santo. Fonte: SETUR-ES

Como Circular

A melhor maneira de circular por essas regiões é de carro. Não há muitas opções de transporte público e algumas propriedades e hospedagens ficam em localização isolada.

Para quem estiver sem carro, vale a pena contratar os serviços de um guia de turismo especializado. Quem nos acompanhou nessa viagem foi o Jefinho Expedições, que oferece alguns roteiros como o Expedição Três Santas ou a Expedição Montanhas Capixabas. Jefinho é natural de Santa Leopoldina e tem amplo conhecimento da região.

Mesmo que você esteja com carro próprio, vale agendar uma visita guiada com o Jefinho. Todos esses lugares são cheios de história, e o viajante consegue aproveitar bem mais com o acompanhamento de um guia.

Outro excelente guia que sempre nos acompanha nas edições do Pocando no ES é o Marcelo Ribeiro, do Guia e Turismo. Marcelo tem mais de 20 anos de experiência como guia e atende grupos, famílias e pessoas que procuram um serviço personalizado.

1 – Região dos Imigrantes: Santa Leopoldina

De Vitória para Santa Leopoldina, nosso primeiro destino desse roteiro dentro da programação do Pocando no ES (em sua quarta edição), a viagem dura pouco mais de 1 hora.

  • Porque Visitar: a região tem 42 cachoeiras e se destacam pelo seu relevo acidentado. O centro da cidade fica em um vale, cercado de montanhas. A região também se caracteriza pela diversidade de etnias, que vão desde italianos até pomeranos.
  • Onde ficar: a Pousada Suíça fica numa região rural e tem um conceito bem interessante: o proprietário reutiliza objetos e foi criando toda a estrutura da pousada. A atmosfera é deliciosa, cercada de montanhas e com um clima de muita paz.
  • Onde comer: Não deixe de conhecer as pizzas do chef Luca Lonardi, no L’Incontro (centro histórico de Santa Leopoldina). Ele é considerado um dos melhores chefs pizzaiolos do Espírito Santo.
  • Quanto tempo: mínimo de 1 dia
Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Cercada de montanhas, a Pousada Suíça é uma ótima dica de pousada em Santa Leopoldina

Santa Leopoldina – O que fazer

  • As cachoeiras são a principal atração e visitamos duas imperdíveis.
  • Cachoeira Véu da Noiva  fica dentro de um hotel com restaurante e parque aquático, além da queda de 70 metros.
  • Ecoparque Cachoeira Moxafongo também conta com café e piscinas naturais próximas a uma imponente queda.
  • Mas vale também circular pelo centro histórico e conhecer o Museu do Colono.
  • O Monumento ao Imigrante também vale a visita. Fica numa região alta e tem um visual incrível da cidade.

Leia mais:
Santa Leopoldina: Paraíso das Cachoeiras na Região Serrana do ES

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Com muita natureza, Santa Leopoldina está cheia de cachoeiras para visitar, como a Cachoeira de Moxafongo

2 – Região dos Imigrantes: Santa Teresa

Em mais 1h ou 1h30 caso o trajeto seja por Santa Maria de Jetibá (a região também é chamada de 3 Santas), chegamos em Santa Teresa. É outra das cidades da Região dos Imigrantes do Espírito Santo.

  • Porque Visitar: é um dos berços da imigração italiana no Brasil. Por conta disso, também tem grande presença como o maior produtor de uva e vinho do Espírito Santo. A influência italiana está muito presente, seja nas vinícolas, na gastronomia ou nas atrações culturais. Mas Santa Teresa também se destaca por ter sido a terra do naturalista Augusto Ruschi. Ele é famoso pelo estudo dos beija-flores e orquídeas e considerado um dos maiores ambientalistas do Brasil.
  • Onde ficar: Há várias opções no centro, como a Casa da Nonna ou a Pousada Il Conventino. Mas existem também algumas opções no Circuito Caravaggio ou no meio das montanhas, como a Pousada Paradiso (cercada de muita natureza e lindo paisagismo, porém com acesso um pouco mais complicado).
  • Onde comer: O lugar para comer em Santa Teresa é a Rua do Lazer, no centro. Em um calçadão onde não circulam carros, vários restaurantes, bares e lanchonetes foram reunidos. Mesas na calçada e muita gente animada criam um clima descontraído. Nossa dica são os restaurantes Fabrício Bar e Restaurante e o Taberna Lounge. Para quem quer só um lanche, o recém inaugurado Santa Sfiha é uma boa pedida. Os doces do Café Zanoni, ali pertinho da Rua do Lazer, são imperdíveis.
  • Quanto tempo: mínimo de 2 dias
Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Em Santa Teresa, a Pousada Paradiso também está cercada de muita natureza e belo paisagismo

Santa Teresa – O que fazer

  • A presença de Augusto Ruschi pode ser notada na Praça Augusto Ruschi (a praça leva seu nome mas também se destaca pelas belíssimas flores).
  • O Museu de Biologia Professor Mello Leitão reflete o espírito de Ruschi com muita natureza e uma área reservada para apreciar mais de 10 espécies de beija-flor. Há também pássaros e até cobras, mas os animais só ficam por lá para se recuperar ou serem tratados.
Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Conhecida como Terra dos Colibris, Santa Teresa é a terra do importante naturalista brasileiro Augusto Ruschi

Influência Italiana

  • Outro destaque de Santa Teresa é a influência italiana. A visita até a Cantina Mattiello e ao Circuito Caravaggio (com várias pousadas, restaurantes, a Casa dei Liquori e a Casa dos Espumantes) são programas essenciais em Santa Teresa.
  • Para conhecer a história da imigração italiana em Santa Teresa, a Casa Lambert e o Museu da Cultura e da Imigração Italiana de Santa Teresa (localizado no andar superior da Galeria de Artesanato) são ótimas opções.

Leia mais:
O que fazer em Santa Teresa ES

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Degustar vinhos (como na Cantina Mattiello), licores e até espumantes (no Circuito Caravaggio) são atividades encontradas em Santa Teresa

3 – Montanhas Capixabas: Domingos Martins

É hora de mudar de região e partir para Domingos Martins.

O trajeto aqui é um pouco mais longo (pouco mais de 2h), e pode ser necessário ir até Vitória ou um caminho alternativo passando por Santa Maria de Jetibá. Apesar das distâncias serem diferentes, o tempo é praticamente o mesmo.

  • Porque conhecer: é no município de Domingos Martins que fica a Pedra Azul, uma montanha que em determinados momentos ganha uma leve coloração azulada. A Pedra Azul é uma das maiores atrações turísticas do Espírito Santo e encontra-se na Rota do Lagarto, uma charmosa estrada de 8km com várias pousadas, restaurantes, lojas e cafés de charme. A rota é um charme e vale várias paradas para fotos.

Onde Ficar

  • Hotel Fazenda China Park tem uma área enorme e reúne vários atrativos como parque aquático (aberto também para não hóspedes mediante day-use), piscina coberta, teleférico, tirolesa, circuito de arvorismo, pedalinho, salão de jogos, dois restaurantes e até cinema. O hotel oferece diferentes tipos de acomodações, que vão desde apartamentos até chalés mais privativos.
Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
Com muito charme e infraestrutura, o Hotel Fazenda China Park é uma ótima opção de hospedagem na região da Pedra Azul
  • Onde comer: Há várias opções de restaurantes charmosos na Rota do Lagarto. Uma excelente opção é visitar a Pousada Pedra Azul, um dos hotéis mais tradicionais da rota. O restaurante é aberto também para não hóspedes. Uma opção sensacional é o Filé a Mirindiba, um filet mignon com molho de jabuticaba e raviolli de ervas finas. Além de conferir a bela vista do lago com a Pedra Azul ao fundo, o ambiente do hotel é um charme e super aconchegante. O Alecrim Cozinha Artesanal e o Restaurante Don Due também são restaurantes muito prestigiados na Rota do Lagarto.
  • Quantos dias: mínimo de 2 dias
Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
O saboroso filé com molho de jabuticaba do restaurante da Pousada Pedra Azul, também aberto para não hóspedes

Domingos Martins e Pedra Azul – O que fazer

  • A Rota do Lagarto, essa estrada turística de 8km, é a grande atração. A estrada tem trechos de pedras, cercada por árvores alinhadas. Mais parece que você está entrando em um reino encantado. Pelo caminho, várias casas lindas, com belos jardins e gramados impecáveis.
  • Lá dentro está a entrada do Parque Estadual da Pedra Azul, onde os visitantes podem fazer trilhas como a Trilha das Piscinas Naturais. É possível agendar para fazer a trilha guiada ou fazer pelo caminho autoguiado.

Salve esse Pinterest para consultar depois

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo

  • Outras atividades também são possíveis na região, como andar de cavalos, de quadriciclo ou de bicicleta. Apesar do percurso ser pequeno, não há muito espaço para caminhar. Como o caminho é muito estreito e há vários trechos com paralelepípedos, também pode ser difícil fazer de bicicleta.
  • Vale a pena dar uma passadinha no centro de Domingos Martins. O portal de entrada é lindo e a Rua do Lazer tem alguns boas opções de lojas de doces, bares e restaurantes.

Leia mais:
O que fazer na Pedra Azul e Rota do Lagarto: 5 Lugares Imperdíveis

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
O belíssimo jardim da Marietta Delicatessen, um dos recantos da Rota do Lagarto

4 – Montanhas Capixabas – Venda Nova do Imigrante

Mais de uma hora de estrada separam Domingos Martins de Venda Nova do Imigrante.

  • Porque conhecer: A cidade é uma boa pedida para quem curte o agroturismo. Ou seja, visitar lojas de produtos rurais, na maior parte pequenos negócios de administração familiar. Além de visitar as lojas, conhecer os produtos e fazer degustações, há propriedades que também oferecem visitas guiadas para conhecer o processo de fabricação.
  • Onde ficar: nós fizemos apenas um bate-volta a partir de Domingos Martins, mas é certo que a cidade oferece boas opções de hospedagem.
  • O que fazer: Nós visitamos três hospedagens. A Carnielli é uma das pioneiras do agroturismo e trabalha com cafés, queijos e o socol, um embutido de lombo suíno típico da região. Além de degustar o café e os frios, também fizemos uma visita guiada. Mas falando em queijos, a Orolatte é imbatível e tem queijos artesanais deliciosos (não aceita cartão). A exposição é bastante simples e não há visita à produção. Finalmente, a Cervejaria Altezza é uma deliciosa fábrica de cerveja caseira e artesanal, com dez rótulos. Além de conhecer os bastidores da fabricação da cerveja, o lugar fica em um casarão maravilhoso com vista perfeita. Fica badalado nos finais de semana.
Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo
O roteiro de agroturismo na região de Venda Nova do Imigrante também pode incluir a deliciosa Cervejaria Alteza

Fontes

Nota: O Viagens Cine foi convidado pela organização do Pocando no ES 4, que contou com vários parceiros, conforme banner abaixo. A nossa hospedagem no Golden Tulip Porto Vitória e demais hotéis foi uma cortesia. Nossas opiniões são sinceras e nosso compromisso maior é com a transparência com nossos leitores.

Montanhas Capixabas e Região dos Imigrantes: Roteiro no Espírito Santo

Blogs Participantes:

Capixaba na EstradaViagens CineBagagem de Memórias, Mariana ViajaVivi na ViagemTire a Bunda do SofáIdas e Vindas BlogSão Paulo Sem MesmiceVem Que Te ContoMapa na MãoTá Indo Pra OndePelo Mundo com ManuCaminha GenteDestinõesGuia e TurismoFuxicos de ViagensAline ApprovesPor Aí Dicas de ViagemViagem Massa, Roberta Leite, Elielson Beans.

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

25 comentários

  1. Lugares lindíssimos, quero voltar para conhecer com mais tempo. E suas fotos, como sempre, um arraso!!!

  2. Esse seu post só deu mais vontade de voltar para a Região dos Imigrantes e emendar com as Montanhas Capixabas viu! Certeiro nos comentários e descrições!

  3. Maravilha de texto, prático, objetivo e interessante. Quero um dia saber escrever assim. Rsrs.
    Adoro ler textos sobre a minha terra escritos por pessoas de fora, me dá um orgulho!
    Outras boas surpresas te aguardam, volte.
    Obrigado pela indicação.

    1. Poxa, Marcelo. Muito obrigado mesmo, não só pelo comentário mas por toda a ajuda que você nos deu na logística dessa viagem. Você é, com certeza, um dos motivos que me fazem querer sempre voltar ao Espírito Santo, terra de gente muito querida e que sempre me recebe super bem. Abraços.

  4. Adoro seus textos, muito bem colocados e com muitas opções. A região das montanhas tem muitas outras opções. Espero que tenha gostado, abraço querido.

  5. Linda região e cheia de coisas para fazer.
    O ES está cheio de surpresas! <3
    Invejei vcs na Pedra Azul. Minha próxima visita ao ES eu estarei lá.
    Muito bom retornar ao Pocando com vc!

  6. Que demais esse post! Um resumo de tudo que exploramos nessa região. Sem dúvida que o Espírito Santo é um estado supreendente e vale muito a pena ser conhecido. Na próxima visita não posso deixar de conhecer Domingos Martins e a Pedra Azul. Tudo muito lindo nesse encontro! Bjuss

Deixe um comentário