O que fazer em Gramado – Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias

Viajar para Gramado é uma experiência e tanto, não foi a toa que a cidade foi considerada um dos melhores destinos do Brasil. Localizada na Serra Gaúcha, há muitos passeios em Gramado, portanto um roteiro de viagem deve contemplar pelo menos 7 dias na cidade.

Acredite, vai dar vontade de ficar muito mais. Poucos destinos são tão receptivos e bem preparados para receber os turistas. A cidade foi desenvolvida para receber bem os visitantes e oferecer diversas alternativas de passeio. Entre as opções de o que fazer em Gramado, temos parques, museus, fábricas de chocolate, jardins e roteiros de agroturismo.

Um dos melhores programas é realmente visitar a cidade na época do Natal Luz. Mas Gramado tem eventos durante quase todo o ano, tais como o Festival de Cinema de Gramado, que ajudou a lançar a região como um dos maiores destinos turísticos do Brasil.

Confira a seguir um roteiro de viagem em Gramado e os 7 melhores passeios para se fazer na região.

O que fazer em Gramado – Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios

Gramado: Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias na Serra Gaúcha

Roteiro de 7 Dias em Gramado

Dia 1: Chegada em Gramado
Dia 2: Passeio pelo Centro Turístico + Mini Mundo + Lago Negro ou City Tour em Gramado ou Jardineira das Hortênsias
Dia 3: Passeio até Canela e Parque Estadual do Caracol
Dia 4: Roteiros de Agroturismo: Tour Princesinha – O Quatrilho ou Tour Raízes Coloniais
Dia 5: Snowland e/ou Nova Petrópolis
Dia 6: GramadoZoo e Parque Gaúcho + Cristais de Gramado + Le Jardin Parque de Lavanda
Dia 7: Partida de Gramado

Onde Ficar:
Wood Hotel em Gramado

Noite:
Espetáculo Korvatunturi
Natal Luz de Gramado – Melhores Espetáculos


1 – Quando Ir – Melhor Época

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
Nos meses de outubro até janeiro acontece o Natal Luz, um dos maiores eventos do calendário de Gramado
  • Escolher a melhor época para visitar Gramado depende um pouco do seu objetivo de viagem. Se você quer curtir o frio em um destino romântico, deve apostar no inverno. Se quiser fugir do frio, melhor ir no verão.
  • Vale ficar de olho no calendário de eventos da cidade. Em Agosto, por exemplo, acontece o Festival de Cinema de Gramado. Em Setembro a Semana Farroupilha e o Festival Internacional de Cultura e Gastronomia.
  • Durante a temporada de inverno, vários eventos se distribuem pela cidade. O tradicional Estação Gramado é formado por atrações como a feijoada, espetáculos como a versão pocket do Korvatunturi, saraus, bate-papos com jornalistas e oficinas gratuitas de pães e cucas, entre outros.
  • Mas o principal evento é o Natal Luz de Gramado. A dica é que as apresentações começam no mês de Outubro e seguem até Janeiro. Dessa forma, para quem quer visitar uma Gramado menos cheia e cara, vale apostar em outros meses além de Dezembro.

Confira tudo no nosso vídeo de Gramado no YouTube.


2 – Como Chegar em Gramado

  • O Aeroporto de Porto Alegre é mais próximo para chegar em Gramado.
  • Do Aeroporto Salgado Filho, saem ônibus direto para a Rodoviária de Gramado, através da Viação Citral (R$ 50,00). Há saídas de hora em hora.
  • O tempo de viagem é de cerca de 2h30 a 3h, mas imprevistos podem acontecer e estender ainda mais a viagem.
  • Quem preferir uma opção mais confortável, pode optar por transfers, que irão deixá-lo diretamente no hotel. Os preços podem ser bem maiores do que a viagem de ônibus.
  • Finalmente, ir de carro também é uma opção. Para quem é de fora do Estado do Rio Grande do Sul, é possível chegar no aeroporto e alugar um veículo. O carro não é imprescindível em Gramado, e dá para se locomover bem sem ele. Mas para alguns pontos turísticos mais distantes, acaba agilizando os trajetos.
  • Como você já deve imaginar, Gramado fica bem cheia nessa época, então pode ser mais difícil encontrar lugares para estacionar.

Como Circular em Gramado

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
Circular em Gramado é super agradável e a cidade oferece várias opções de transporte, inclusive as bicicletas
  • Para quem viaja sem carro, Gramado tem várias opções de locomoção. Andar a pé, por exemplo, é uma das mais agradáveis.
  • Mas há vários destinos em que transportes são necessários. Aplicativos como o Uber funcionam em Gramado, mas nos horários mais acessados, podem até triplicar o valor da corrida.
  • Uma boa opção também são os ônibus hop-on hop-off.
  • Na Bus Tour você paga um valor fixo (R$ 69,00 para 24 horas de uso, ref. nov/2018) e pode embarcar e desembarcar pelos pontos turísticos quantas vezes quiser. O trajeto inclui atrações em Gramado e Canela.
  • Infelizmente, o Bus Tour possui apenas um trajeto e você até levar 3 horas para chegar de um lugar até o outro. Informe-se sobre o itinerário antes de escolher o seu ponto de embarque.
  • Finalmente, Gramado também pode ser explorada de bicicleta. O projeto Gramado de Bicicleta, inclusive, estimula que ciclistas e carros ocupem a mesma via. Apesar dos benefícios das ciclovias, o projeto também acredita que a ciclovia é um meio de exclusão. Portanto, o objetivo é conscientizar ciclistas, pedestres e motoristas para que todos convivam em harmonia pelas ruas da cidade.

3 – Onde Ficar: Gramado ou Canela

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Onde Ficar - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
Uma dica de hotel charmoso no centro de Gramado é o Hotel Wood / Casa da Montanha

Hotel Wood – Gramado

  • Em novembro de 2018, fiquei hospedado no excelente Hotel Wood / Casa da Montanha, no centro de Gramado.
  • O hotel foi inaugurado em outubro de 2018 e tem 23 quartos, com decoração primorosa. Agrada em cheio quem é apaixonado por arquitetura e design.
  • O projeto é muito criativo e tem como elemento principal a madeira. A inspiração veio de várias partes do mundo, criando um ambiente moderno e cosmopolita. Mesmo assim, tem a cara da Serra Gaúcha e nas áreas comuns, é possível conferir algumas obras de artistas da região sul do país.
  • Apesar de ser uma hospedagem de luxo, a proposta é de um hotel informal e moderno. O atendimento é feito por uma equipe jovem e despojada.
  • O Wood Lounge Bar e Restaurante também vale conhecer. O conceito é a gastronomia slow food, baseada no uso de ingredientes frescos de produtores locais. O hotel tem até uma horta e boa parte dos produtos do café da manhã é artesanal e produzida no próprio restaurante do Wood.
  • Hotel Wood / Casa da Montanha é ideal para viagens românticas ou em lua de mel. Os ambientes são muito aconchegantes e perfeitos para casais.

Leia mais:
Wood Hotel em Gramado: Um dos Melhores Hotéis da Serra Gaúcha

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Onde Ficar - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
O Wood Lounge Bar e Restaurante é um espaço muito agradável e sofisticado dentro do Hotel Wood

Dicas de hospedagens econômicas

  • Para quem precisa economizar, existem boas alternativas. Mas nesse caso, é melhor evitar a alta temporada.
  • Em épocas de eventos, como durante o Natal Luz, a taxa de ocupação dos hotéis de Gramado pode chegar a 95%. Os preços, obviamente, também sobem.
  • Mas como em todo destino, é possível encontrar preços desde R$ 160,00 a diária. Para baratear a estadia, pode ser necessário ficar em lugares mais distantes do centro ou alugar apartamentos.
  • Na estrada entre Gramado e Canela, é possível encontrar boas opções.
  • Em Canela, cidade que fica distante cerca de 30 minutos de Gramado, também existem opções. Uma linha de ônibus liga as duas cidades e um trajeto de Uber custa em média R$ 25,00, permitindo a locomoção até Gramado.

Consulte aqui preços e disponibilidade em Gramado


O que fazer em Gramado: Os 7 Melhores Passeios

1  – Centro Turístico de Gramado

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
O Centro de Gramado possui diversos pontos turísticos como a Igreja Matriz de São Pedro e diversos jardins e charmosos termômetros

Caminhar pelo centro de Gramado é a melhor atração da cidade.

Facilmente explorável a pé através de uma agradável caminhada, vários pontos turísticos se concentram, como a Rua Coberta, o Palácio dos Festivais, a Igreja Matriz de São Pedro, a Praça do Amor Eterno, a Rua Torta (ou Ladeira das Flores) e a Praça das Etnias. O Lago Joaquina Rita Bier e a Estátua do Kikito também ficam nesse roteiro, um pouco mais distantes do centro.

No caminho entre um ponto turístico e outro, a caminhada também não deixa a desejar. São várias lojas, restaurantes e cafés charmosos, além das lojas de chocolate.

Na entrada de cada loja ou fábrica de chocolate, eles entregam uma amostra de chocolate, então vale a pena entrar nem que seja só para fazer a degustação.

Dicas Práticas

  • Como Chegar: A principal referência é a Avenida Borges de Medeiros, onde boa parte desses pontos turísticos se concentram. Para chegar na Praça das Etnias, basta caminhar ladeira acima. A Casa do Colono e a Rua Torta ficam ainda na Borges, mas num trecho mais alto.
  • Como Funciona: Gramado é cidade super segura e caminhar é bem tranquilo. Inclusive os pedestres têm prioridade e os carros param na faixa de pedestre, mesmo sem semáforos.
  • Fique Ligado: O Palácio dos Festivais é o local do Festival do Cinema de Gramado. Na frente desse cinema, há uma Calçada da Fama, com estrelas de artistas nacionais. No interior do Palácio, também é possível visitar o Museu do Festival de Cinema de Gramado (R$ 20,00 por pessoa, ref: nov/2018).
  • Quanto Custa: O roteiro a pé é praticamente totalmente gratuito. Você só irá gastar o que consumir e, melhor alertar, você vai acabar consumindo alguma coisa, pois há muitas coisas deliciosas pelo caminho. Fique ligado para o Royal Trudel, na Praça do Moinho e para as cucas e pães saindo do forno na Casa do Colono.

Confira preços e como funciona o City Tour em Gramado e Canela


2 – Mini Mundo

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
O Mini Mundo é uma atrações mais famosas de Gramado

Muito antes de visitar Gramado, você já deve ter visto a foto de alguém no Mini Mundo.

Esse ponto turístico é um dos mais visitados na Serra Gaúcha e transforma todos os seus visitantes em crianças novamente. Concebido por um pai e avô para suas crianças, as miniaturas de lugares do Brasil e do mundo acabaram ganhando também a atenção do resto das “crianças” que visitam Gramado.

As réplicas são todas 24 vezes menores que os originais, e muito bem feitas. Exigem um trabalho minucioso que não envolve somente a perfeição das reproduções, mas também que as obras sejam resistentes às condições climáticas de Gramado.

Dicas

  • Como Chegar: Dá para chegar caminhando em cerca de 15 minutos de centro, o Mini Mundo fica próximo do Lago Joaquina Rita Bier. Se preferir, pegue um táxi ou um Uber.
  • Como Funciona: Não é preciso comprar ingresso com antecedência, mas evite ir pela manhã, quando o lugar fica mais cheio. Você pode explorar por conta própria ou seguir uma visita guiada, que sai de hora em hora. O Mini Mundo conta com lanchonete, banheiros e playground para as crianças.
  • Fique Ligado: Na entrada é distribuído o Jornal do Mini Mundo. No jornal você confere tudo o que está acontecendo na cidade do Mini Mundo. Depois é só procurar as placas com as “mãozinhas” que apontam para curiosidades em miniatura.
  • Quanto Tempo: São necessárias de 1 a 2 horas de visita. São muitos detalhes em 140 construções, então tudo depende da sua disposição em conferi-los ou fazer uma visita mais rápida.
  • Quanto Custa: R$ 36,00 para adultos (ref.: nov/2018), estudantes e idosos acima de 60 anos pagam meia. Crianças menores de 2 anos não pagam.  Abre todos os dias, das 8h30 às 18h30.

3 – Lago Negro

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
Lago Negro visto de cima: as árvores foram importadas da Alemanha

A história do Lago Negro reflete um pouco do espírito de Gramado.

O local inicialmente era conhecido como Vale do Bom Retiro. Após um trágico incêndio que destruiu a mata, alguns moradores abriram um buraco na região para conter o incêndio. O buraco virou um lago e um morador local resolveu reflorestar o entorno do “buraco”. Leopoldo Rosenfeldt construiu o lago e trouxe árvores da Floresta Negra da Alemanha, que deram origem ao nome Lago Negro.

E apesar de se chamar Lago Negro, as águas dessa que é uma das principais atrações de Gramado são verdes e refletem as árvores no entorno. Pessoas, boas iniciativas e muito amor pela região vivem transformando Gramado numa cidade cada vez melhor.

Dicas

  • Como Chegar: O Lago Negro fica um pouco distante do centro. Para quem está sem carro, melhor pegar um táxi ou Uber. Alguns passeios, como a Jardineira das Hortênsias (descrição abaixo) incluem esse ponto turístico no percurso.
  • Como Funciona: O programa principal por aqui é andar de pedalinho pelo lago. Mas também é ótimo caminhar em volta do lago, que possui um trilha bem agradável de 740 metros.
  • Fique ligado: O parque fica especialmente bonito em determinadas épocas. Quando visitamos em setembro, o destaque ficava para as azaléias, mas as hortênsias são vistas no mês de novembro.
  • Quanto tempo: 2 horas é o tempo ideal, especialmente para quem vai andar de pedalinho.
  • Quanto custa: O preço do pedalinho é de R$ 20,00 para 2 pessoas.

Jardineira das Hortênsias

Para quem preferir um tour panorâmico, a proposta da Jardineira das Hortênsias é excelente.

Em um ônibus bem simpático e com várias janelas, o que facilita a vida do turista para tirar fotos, você passeia pela cidade e ainda faz algumas paradas. Contamos ainda com as explicações super interessantes de nosso motorista, que trouxe várias informações sobre os pontos turísticos, mas também sobre a cultura e a vida em Gramado.

Uma das principais paradas é de 30 minutos no Lago Negro. É rápido, mas dá para conhecer.

  • Como Chegar: A saída do passeio é na Avenida das Hortênsias, 1710
  • Como Funciona: São 16 km de viagem, com parada de 30 minutos no Lago Negro e paradas para fotos (mais do que suficiente) no Pórtico de Entrada, no Lago Joaquina Rita Bier e no Belvedere do Vale do Quilombo.
  • Fique ligado: Saídas diárias às 9h, 11h, 14h e 16h (os horários podem variar conforme o dia da semana ou o mês, consulte previamente).
  • Quanto Tempo: O passeio dura aproximadamente 2 horas.
  • Quanto Custa: O preço é de R$ 25,00.

4 – Catedral de Pedra de Canela e Parque Estadual do Caracol

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
A linda fachada e os jardins da Catedral de Pedra, em Canela

Visitar Canela, cidade vizinha a Gramado, também é um dos melhores passeios na região.

A estrada que liga Gramado até Canela já é cheia de atrações turísticas, como o Museu de Cera, o Hollywood Dream Cars, o Super Carros, o Castelinho Caracol e o Vale dos Dinossauros. Além de várias lojas e fábricas de chocolate.

Mas o objetivo mesmo é a Catedral de Pedra de Canela, uma das igrejas mais lindas do Brasil. A parada é rápida e você já pode seguir até o Parque Estadual do Caracol e/ou os Bondinhos Aéreos, com vistas privilegidas para a Cascata do Caracol. Esse ponto turístico é o segundo mais visitado da região sul do Brasil.

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
A Cascata do Caracol é um dos pontos turísticos mais visitados da região Sul do Brasil

Dicas

  • Como Chegar: De carro, de táxi ou através do Bus Tour
  • Como Funciona: Além do mirante para a Cascata do Caracol, no Parque Estadual é possível fazer algumas trilhas e encarar uma escadaria que chega pertinho da base da cachoeira. A parada dos Bondinhos Aéreos fica um pouco adiante. As cabines dos bondinhos comportam até 8 pessoas com tecnologia suíça. Oferecem segurança para um passeio em 840 metros de altura. É tudo de fácil acesso e acessível para todos os públicos.
  • Fique ligado: Cada uma das paradas permite uma vista e uma experiência diferente da Cascata do Caracol. 
  • Quanto Tempo: Em cerca de 2 a 3 horas é possível conhecer a Catedral e a Cascata. Mas como há muitas coisas para fazer em Canela, reserve um dia inteiro para a cidade.
  • Quanto Custa: O preço de entrada do Parque Estadual é de R$ 20,00 e para os bondinhos o custo é de R$ 42,00 por pessoa.

Reserve ingresso para os Bondinhos Aéreos


5 – Roteiros de Agroturismo

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
Quiosque localizado na Praça das Etnias oferece alguns dos roteiros de agroturismo em Gramado

Uma das propostas de passeio mais interessantes em Gramado são os passeios de agroturismo ou turismo rural. Faça pelo menos um desses tours encantadores.

Esses passeios visitam pequenas propriedades na zona rural de Gramado, onde é possível conhecer o estilo de vida, o trabalho e os produtos locais, tais como doces, sucos, vinhos, licores e até o tradicional chimarrão.

Alguns passeios incluem o delicioso Café Colonial, uma mesa farta repleta de produtos artesanais preparados pelos próprios proprietários. Uma delícia de passeio, porém prepare-se para comer e se divertir horrores.

Entre os passeios oferecidos, recomendamos o Tour O Quatrilho e o Tour Raízes Coloniais.

Dicas

  • Como Chegar: As propriedades ficam em lugares mais afastados de Gramado, na zona rural. O ideal é contratar um dos tours oferecidos, que podem ser realizados em ônibus, vans ou na tradicional Princesinha.
  • Como Funciona: Os passeios são de meio período e incluem cerca de 4 ou 5 paradas por propriedades rurais. O grupo é levado a cada um dos negócios, onde são recebidos pelos próprios proprietários. Demonstrações do processo, histórias, vídeos e degustações permitem que os visitantes conheçam e vivenciem esses lugares. Em geral, o passeio termina com o delicioso e farto Café Colonial.
  • Fique ligado: O Tour Quatrilho acontece em uma Princesinha (um ônibus bem charmoso e antigo). Uma das paradas é uma referência aos personagens do filme “O Quatrilho” (1995), protagonizado por Glória Pires e que concorreu ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.
  • Quanto Tempo: Os passeios duram meio período e tem saídas pela manhã (8h30) ou à tarde (14h).
  • Quanto Custa: Os preço custam a partir de R$ 100,00 e incluem degustações e o Café Colonial.

Leia mais:
Roteiros de Agroturismo: Tour O Quatrilho a Bordo da Princesinha


6 – Snowland

Vídeo do Snowland por Destinos Imperdíveis

O único parque de neve do Brasil foi inaugurado em outubro de 2013 e desde então tornou-se um dos maiores pontos turísticos de Gramado.

O parque possui área de 16 mil m², sendo que mais de 8 mil m² são dedicados a esportes de neve (pistas de patinação, esqui e snowboard), além da recriação de um vilarejo dos Alpes. A experiência de esquiar é autêntica, já que a pista é feita de neve mesmo. É perfeito para quem nunca viu neve ou para quem nunca esquiou e quer ter sua primeira experiência com o esporte.

Uma das novidades é que em novembro de 2018 toda a fachada do Snowland foi renovada, reproduzindo uma paisagem urbana no estilo “Enxaimel”. Uma curiosidade é que projeto é formado por diferentes blocos, que dão a impressão de que a fachada é composta por diferentes construções.

Dicas

  • Como Chegar: O Snowland fica cerca de 15 minutos de carro do centro, na estrada para Nova Petrópolis. O Bus Tour faz uma parada no local, mas pelo preço do ônibus (R$ 69,00 por pessoa) acho que não compensa. Melhor mesmo pegar um táxi, um Uber ou ir de carro.
  • Como Funciona: O parque está dividido em três partes principais: o Vilarejo Alpino (onde estão as lojas e a pista de patinação no gelo), o Restaurante e a Montanha de Neve (onde ficam os esportes de neve). No local é possível alugar equipamentos para os esportes de neve ou contratar aulas. No local também existem guarda-volumes (R$ 10,00).
  • Fique ligado: O frio na área da Montanha de Neve é intenso (-5º). Além das roupas fornecidas pelo parque, se tiver roupas adicionais é recomendável, como luvas, meias, gorro e calças para usar por baixo das roupas térmicas. Dizem que a roupa do parque não é suficiente.
  • Quanto Tempo: O ideal é programar pelo menos metade do dia para o parque. Mas dependendo do movimento, as filas podem ser maiores e o tempo de permanência será maior.
  • Quanto Custa: Os preços custam a partir de R$ 169,00 para adultos (maiores que 12 anos). Na baixa temporada os valores são menores. O preço do ingresso inclui roupas térmicas, mas não inclui o aluguel de equipamentos e algumas atividades extra. O estacionamento é terceirizado e custa R$ 25,00.

Compre seu ingresso para o Snowland: parcele em até 12 vezes


7 – Gramado Zoo, Parque Gaúcho e Parque de Lavanda

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
O GramadoZoo reúne somente espécies da fauna brasileira

Um dos diferenciais do Gramado Zoo é que é um zoológico que possui apenas representantes da fauna brasileira. São cerca de 1.500 animais.

O habitat dos animais é reproduzido com fidelidade. Em alguns ambientes, os animais circulam e voam livremente, como as belas aves.

Parque Gaúcho fica relativamente perto e pode ser incluído no mesmo roteiro. É um excelente espaço para conhecer um pouco mais das culturas e tradições gaúchas. Na Arena de Doma, os instrutores trabalham com cavalos e cães e mostram algumas técnicas e exercícios de adestramento de animais. A Cidade dos Gaúchos é uma recriação de como viviam as pessoas nos pampas do século XVIII.

Finalmente, outro lugar que pode fazer parte do roteiro é o Le Jardin – Parque de Lavanda. O parque é lindíssimo jardim de flores e lavandas, um dos lugares mais bonitos de Gramado. Mesmo fora da época das lavandas, a visita vale a pena.

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias
O Le Jardin – Parque de Lavanda possui um dos jardins mais bonitos de Gramado

Dicas

  • Como Chegar: Não há opção de transporte público até o local. Vá de carro ou de táxi (cerca de R$ 30,00 a corrida).
  • Horários de Funcionamento: O Gramado Zoo funciona das 9h às 17h, diariamente. O Parque Gaúcho também abre todos os dias, mas a partir das 10h. O Le Jardin – Parque de Lavanda, funciona das 9h30 às 17h30 e não abre às segundas-feiras.
  • Quanto Tempo: Cada um desses lugares merece de 1 a 2 horas de visita.
  • Quanto Custa:  É possível comprar um ticket combinado do GramadoZoo com o Parque Gaúcho, por R$ 66,00. O estacionamento do Gramado Zoo custa R$ 10,00. A entrada no Le Jardin custa R$ 10,00 e o estacionamento é gratuito.

Leia mais:
Gramado Zoo e Parque Gaúcho


Preços de outros Passeios em Gramado e na Serra Gaúcha:

  • Templo Budista: a partir de R$ 95,00
  • Tour do Vale: a partir de R$ 150,00
  • Wine Tour – Vale dos Vinhedos: a partir de R$ 100,00
  • Tour Nova Petrópolis
  • Tour Linha Ávila: a partir de R$ 120,00
  • Cânion Itaimbezinho: a partir de R$ 137,00
  • Rota Cervejeira: a partir de R$ 149,00 (inclui degustação de cervejas e petiscos)
  • Tour Alpen Park e Museus: a partir de R$ 200,00
  • Tour Uva e Vinho + Passeio de Maria Fumaça: a partir de R$ 189,00

O que fazer em Gramado, Serra Gaúcha: Os 7 Melhores Passeios - Dicas e Roteiro de Viagem de 7 Dias

Empresas que operam os passeios:

Os valores dos passeios variam bastante.

Pode ser mais cômodo fechar os passeios com uma empresa só. Mas para quem quiser economizar, é mais aconselhável pesquisar os valores e reservar os passeios individualmente, pesquisando os melhores valores de cada operadora.

Fontes:

Nota: A hospedagem no Hotel Wood foi uma parceria com o Grupo Casa da Montanha. Os passeios de agroturismo foram realizados com o apoio da Secretaria de Turismo da Prefeitura de Gramado, TuristurVento Sul Turismo e os espetáculos do Natal Luz também tiveram o apoio da Prefeitura de Gramado e da Gramatur, Autarquia de Turismo responsável pelo Natal Luz de Gramado.

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

7 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.