Rio 2016: Roteiro de 4 Dias com Praias, Trilhas e Mirantes

share on:
Rio-2016-Praia-Ipanema
Rio 2016: em ano de Olimpíada, resolvemos começar 2016 com uma viagem justamente para a cidade que promete ser o centro das atenções no Brasil, o Rio de Janeiro.

Nosso roteiro era de apenas 4 dias completos, mas deu pra fazer bastante coisa. O roteiro fugiu das atrações mais tradicionais do Rio de Janeiro, como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, já que não é a primeira, nem a segunda, mas “sei lá qual vez” que vamos para o Rio. 

Dessa vez, tínhamos objetivos bem específicos, como conhecer praias novas e também incluir mirantes e trilhas que garantissem novos pontos de vista para a Cidade Maravilhosa. Ainda que muito tenha ficado de fora, deu pra fazer programas bem legais. 

E não dá para fugir do clichê: o Rio de Janeiro continua lindo. Cheio de problemas, entre eles o que mais nos incomodou dessa vez foi a dificuldade de estacionar (segurança sinceramente para nós não foi uma questão). Mas sempre um destino de viagem maravilhoso.

Bora conferir uma resumão de como foi a nossa viagem?

Rio de Janeiro 2016: Roteiro de 4 Dias

Explorando as Praias, as Trilhas e os Mirantes do Rio

de 

Rio 2016: Um Roteiro de 4 Dias com Praias, Trilhas e Mirantes
Mirantes, trilhas e praias incríveis foram o destaque dessa viagem ao Rio de Janeiro

Como em toda viagem, ainda vem muito vídeo pela frente. Só para dar um gostinho de como foi essa viagem, preparamos um vídeo de cerca de 1 minuto, vale conferir.

Hotel x Apartamento de Temporada

Entre as novidades dessa viagem, foi a primeira vez que optamos ficar em um apartamento alugado, ao invés de ficar em um hotel. A opção garantiu que conseguíssemos ficar em Copacabana, pertinho de Ipanema, sem gastar muito.

Dessa forma, entre os prós de ficar em um apartamento de temporada, estão a localização, o custo (que fica mais barato se optássemos por um hotel em Copacabana) e a liberdade de ter um apartamento inteiro à sua disposição.

Entre os contras, estão o café da manhã não incluído (contornável por compras no supermercado, mas uma das coisas que eu mais gosto em viagens é o café da manhã) e a falta de limpeza diária (no último dia, o apartamento já estava cheio de areia e bagunçado).

O parecer final é que acho que prefiro pagar um pouco mais, mas ter garantido as comodidades de um hotel. Mas para quem prefere economizar, alugar um apê ou até mesmo buscar um quarto no Airbnb podem ser boas opções.

Rio 2016: Roteiro de 4 Dias com Praias, Mirantes e Trilhas
Nessa viagem, queríamos ficar hospedados em Copacabana e próximos a Ipanema

O Clima de Janeiro

O Rio de Janeiro viveu uns dias loucos em janeiro de 2016 e os cariocas e turistas reclamaram muito dos primeiros dias do ano: muita chuva e o sol desapareceu.

Nosso primeiro dia na cidade maravilhosa foi assim, frustrante. Muita, mas muita chuva, e nenhuma perspectiva de que o tempo iria melhorar. Pedi socorro aos leitores e recebemos várias dicas do que fazer no Rio em dias de chuva.

O Museu do Amanhã, recém inaugurado, nem era uma opção. As filas de espera estavam levando cerca de 2 a 4 horas. Sem chance.

Museu do Amanhã no blog Maior Viagem

Mas obviamente, era verão e estávamos com sede de praia, sol e calor. No dia seguinte, felizmente, o dia amanheceu ensolarado. Muita gente disse que nós tínhamos trazido o sol. Que bom, né?

Em Ritmo de Carnaval

O Rio já estava em ritmo de carnaval. No sábado, fomos dar uma volta no Jardim Botânico, com direito a café da manhã no La Bicyclette, bem frente à Rede Globo. O Jardim Botânico é um dos lugares mais lindos do Rio, com certeza merece ser conhecido ou ser visitado com frequência. No nosso caso, estávamos de volta.

Um passeio sempre imperdível no Rio de Janeiro é visitar o Jardim Botânico

Rio 2016: O que fazer no Jardim Botânico

Ali pertinho, na Gávea, rolou o bloco de carnaval Desliga da Justiça, onde os foliões vão vestidos de super-heróis. Super divertido, cheio mas sem muvuca. Eu ainda fui cometer o descuido de entrar na multidão com uma das máquinas fotográficas no bolso externo da mochila, sorte que não fui roubado.

A programação do Carnaval já começa em janeiro com os blocos de rua como o Desliga da Justiça, na Gávea

Depois do bloco, fomos conferir um dos mirantes mais bonitos do Rio, a Vista Chinesa, que fica dentro do Parque Nacional da Tijuca. O parque está dividido em 3 setores: Setor Floresta, Setor Serra da Carioca e Setor Pedra Bonita e Gávea. A Vista Chinesa está no Setor Serra da Carioca.

O pagode em estilo oriental da Vista Chinesa foi construído entre 1902 e 1906. A construção é linda, mas a vista é que encanta mesmo.

Praia de Ipanema

Sempre vamos parar em Ipanema, mais precisamente na Barraca da Denise, famoso point gay quase em frente à Rua Farme de Amoedo.

No final de tarde, encontramos os amigos Douglas e Leonardo e curtimos um belíssimo pôr do sol. Foi curioso porque não somente nós, turistas, mas também os cariocas celebravam aquele pôr do sol depois de alguns dias de tempo nublado. Como de costume, no momento exato em que o sol desapareceu na linha do mar, os aplausos foram inevitáveis.

Rio 2016: Roteiro de 4 Dias
Pôr do Sol em Ipanema, sempre me encanto, mas esse foi especial até para os cariocas

Ainda em Ipanema, fomos encontrar os queridos amigos do Maior Viagem, Leo Vidal e Otavio Furtado, outro blog que super admiramos e recomendamos. O blog também é escrito pela Natália Paz, mas infelizmente ainda não a conhecemos. De lá, partimos para um aniversário de uns amigos dos meninos na Lapa.

Trilha da Pedra Bonita

A primeira trilha dessa viagem foi até a Pedra Bonita, que também fica no Parque Nacional da Tijuca, mas no Setor Pedra Bonita e Gávea, obviamente. Novamente contamos com a companhia do Douglas e o do Leonardo.

A dica é chegar cedo, senão você não encontra lugar para estacionar. Tivemos que estacionar em um ponto distante e subir um longo trecho íngreme a pé.

Na Pedra Bonita está uma das rampas de voo livre mais famosas do mundo. Depois de tantos dias nublados, o lugar estava apinhado de gente saltando de asa delta ou parapente. Ficamos um bom tempo vendo o pessoal saltar, mas nada de coragem para fazer o mesmo.

Da rampa de voo livre, rola uma outra trilha de uns 30 minutos até o alto da Pedra Bonita, de onde se tem uma vista espetacular da Pedra da Gávea, de toda a Barra da Tijuca e da Praia de São Conrado. Infelizmente, algumas nuvens atrapalharam nossa visão, mas com um pouco de paciência, em alguns momentos elas se dissiparam e conseguimos alguns bons registros do local.

Rio 2016: Roteiro de 4 Dias - Trilhas
O visual da trilha da Pedra Bonita para a Pedra da Gávea é fantástico

Confira o post contando como foi a Trilha da Pedra Bonita

Depois da trilha, fomos almoçar no Delírio Tropical, uma rede de restaurantes bem gostosa e informal. Fomos na unidade localizada em Ipanema.

Praias da Zona Oeste

Depois de fazer uma trilha e conferir um mirante incrível, era hora de cumprir outra de nossas prioridades. Conhecer praias novas. Como as praias da Zona Sul já estavam manjadas, fomos para a Zona Oeste.

Mas ainda sobrou uma da Zona Sul para conhecer. Começamos nosso roteiro pela praia de São Conrado, a mesma que conferimos do alto da Pedra Bonita. A praia é bem tranquila e bonita (pelo menos tranquila na segunda-feira em que a visitávamos).

De lá, partimos para a imperdível Praia da Joatinga, já na Zona Oeste. Dentro de um condomínio fechado e somente acessível por uma pequena trilha, a praia já entrou para a lista das minhas preferidas no Rio.

Rio 2016: Roteiro de 4 Dias - Praias
Praia da Joatinga, na zona oeste do Rio, uma das praias novas que conhecemos nessa viagem

Confira: As Melhores Praias do Rio  aqui no Viagens Cine

Almoçamos na Barra da Tijuca, na Avenida Olegário Maciel, uma rua repleta de restaurantes, bares e comércio que desemboca na Praia do Pepê, famosa pelas barracas, pela prática de kitesurf e pelo surfista Pepê, que deu nome ao local.

Depois chegam as extensas Praia da Barra da Tijuca e Praia da Reserva. É uma delícia percorrer esse trecho de carro. No final chegamos na Praia do Recreio dos Bandeirantes, onde está a Pedra do Pontal. Há uma trilha até o alto da pedra, que já tínhamos visto no blog Deixa de Frescura.

Trilha da Pedra do Pontal no Deixa de Frescura

O início requer subir uma pedra que é muito escorregadia por causa da areia. Pra mim não rolou, mas o Cleber fez as honras e subiu até um ponto onde conseguiu um registro que mostra o encontro da Praia do Recreio com a Praia da Macumba e a pequena faixa de areia que fica entre elas. Incrível o visual.

Ainda seguimos até a Prainha e Grumari (que já conhecíamos), mas finalzinho do dia não deu tempo de curtir as praias, apenas tirar mais algumas fotos em alguns mirantes pelo caminho. Aliás, que já valeram o percurso.

Roteiro de Praias Selvagens do Rio no Viaja, Bi! ATENÇÃO: contém imagens fortes

Depois disso, rolou encontro com as blogueiras super queridas Dani Mi (Na Mochila da Ninja), Diana Schrok (Histórias da Di), Lily Pestana (Apaixonados por Viagens) e Tati Maragno (@tattytoptrips).

Pôr do Sol na Urca  aqui no Viagens Cine

Pôr do Sol na Pobreta da Urca no Blog Apaixonados por Viagens

Rio 2016 - Pôr do Sol na Urca
Meninas em encontro na Pobreta da Urca. A foto foi tirada pelo Julio, marido da Lily e
também do Apaixonados por Viagens

Trilha do Morro Dois Irmãos

Confesso que estava com receio de fazer essa trilha, pelo fato de entrar na comunidade do Vidigal e também pelo próprio nível de dificuldade. Mas foi tudo super tranquilo.

Começamos deixando o carro no Leblon e caminhamos pela recém inaugurada Ciclovia Tim Maia. Apesar de ser uma ciclovia, a prioridade é do pedestre, então é tranquilo caminhar por ela. Foi nosso caminho do Mirante do Leblon até a entrada do Vidigal.

De lá, já apareceram dois motoboys que nos levaram até o início da trilha. Puxada em vários momentos e em função do calor, chegamos no final da trilha extremamente suados. O visual compensa qualquer esforço, simplesmente inesquecível.

Rio 2016: Roteiro de 4 Dias - Trilha Morro Dois Irmãos
Visual do alto do Morro dos Dois Irmãos, uma das melhores trilhas e visuais para o Rio de Janeiro

Trilha Morro Dois Irmãos no Apaixonados por Viagens

Após a trilha, partimos para um petisco no Bar da Laje, que possui visual bem legal e boas porções. A cerveja geladinha também estava garantida.


E depois dessa trilha, encerramos com chave de ouro nossa viagem ao Rio. Aguardem que em breve teremos matérias com mais detalhes sobre cada um desses momentos. 

Leia Mais: O que fazer no Rio de Janeiro – Top 10 Pontos Turísticos

Rio 2016: Lugares Imperdíveis no Jardim Botânico

© 2015 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor. 

Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro. Em 2015, Fabio e Cleber ficaram noivos em Paris após 10 anos de relacionamento e em 2016 se casam e partem para a lua de mel no Caribe e Califórnia.

6 comentários

  1. Opa, super obrigado Lily. Foi um prazer enorme conhecer vocês também, agora além de adorar o Rio também temos vocês todos como um ótimo motivo para voltar. E muitas dicas que ajudaram nossa viagem, encontramos no Apaixonados por Viagens, obrigado. Beijos mil e parabéns.

  2. Simplesmente apaixonante a matéria!!

    Não tem como não amar o Rio depois de ver fotos tão lindas e um relato tão honesto!

    Fico muito feliz por ter finalmente conhecido vocês pessoalmente! Vocês são nota 1000!!!

    Que venham mais encontros e um 2016 de muita paz, alegria, amor e viagens para todos nós!!

    Beijinhos,
    Lily Pestana
    Blog Apaixonados por Viagens

Deixe um comentário