Filmes de Viagem: Antes do Amanhecer e um passeio em Viena

Que tal conferir como uma viagem transformou desconhecidos em apaixonados, nessa capacidade incrível que uma viagem tem de revelar a essência de uma pessoa. 

É a proposta do filme Antes do Amanhecer, do diretor Richard Linklater. O filme ainda teve duas continuações, os excelentes Antes do Pôr do Sol e Antes da Meia-Noite.

Enquanto conhecemos e nos apaixonamos por esse casal que, também, acaba de se conhecer, vamos também circulando por Viena, na Áustria.

Antes do Amanhecer e um passeio em Viena

Quando o cinema e as viagens, minhas duas grandes paixões, se unem

Celine (Julie Delpy) e Jesse (Ethan Hawke) passam seus últimos momentos juntos em Viena, antes do amanhecer

Antes do Amanhecer

Em uma trilogia de filmes em que dois personagens se conhecem, se apaixonam, mas fundamentalmente, têm longas conversas sobre assuntos da existência, dos seres humanos e de suas próprias experiências, o diretor e roteirista Richard Linklater constrói uma interessante série de filmes que foge dos padrões tradicionais de narrativa.

Não há conflito, não há começo, meio e fim definidos, muito menos pontos de virada, como os manuais de roteiro gostam de apregoar.

Há somente dois personagens que conversam enquanto passeiam em lugares de viagem. Eventualmente, a conversa também gira em torno dos lugares de viagem, mas quase sempre gira sobre eles próprios.

O primeiro filme, “Antes do Amanhecer” (Before Sunrise, 1995) estabelece como Jesse (Ethan Hawke, de “Sociedade dos Poetas Mortos”) e Celine (Julie Delpy, de “Dois Dias em Paris”) se conhecem, numa viagem de trem pela Europa.

Antes do Amanhecer

É curioso que a primeira cena do filme seja justamente a discussão de um casal (não eles, que acabam de se conhecer) e que a primeira conversa que eles tenham seja sobre a incompatibilidade de um homem e uma mulher podem ter após o tempo e o casamento, situação que irá acontecer de forma semelhante no último filme da trilogia.

Um passeio em Viena

O desembarque do trem de Jesse acaba se tornando o destino de Celine também e os dois desembarcam em Viena, onde circulam por alguns destinos, um pouco mais interessados em suas conversas sobre sexo, relacionamentos, morte, família, etc, do que na cidade que acabam de conhecer.

Eles desembarcam na estação de trem Westbahnhof, passam pela ponte de madeira Zollamtssteg Bridge, circulam dentro de um bonde, pela praça Maria Theresien platz (perto dos museus Naturhistorisches Museum e Kunsthistorisches Museum), na roda gigante Prater rola o primeiro beijo, amanhecem em frente a State Opera House ou simplesmente caminham às margens do rio Danúbio.

Viena State Opera House, uma das locações de “Antes do Amanhecer”

Nessas surpresas que as viagens têm, eles conhecem uma cigana ou um poeta que oferece a eles um belo poema ou uma dançarina de dança do ventre. Mas acima de tudo caminham e se conhecem, enquanto também conhecem a cidade e suas características principais, como a música, as ruelas, o rio ou seus monumentos e parques.

Um casal que acaba de se conhecer, mas ainda vão viver muitas viagens pela frente

As conversas acabam funcionando principalmente com uma discussão de um relacionamento, só que do relacionamento que eles viriam a ter.

 

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM

Apesar deles estarem apenas se conhecendo, algumas conversam giram em torno da possibilidade de namorarem, o que naquele momento é uma possibilidade remota. Nos filmes posteriores, sabemos que essa possibilidade se transforma numa realidade.

Durante um passeio no barco Johann Strauss, eles decidem que o romance será apenas de uma noite, mas o sentimento fica cada vez mais intenso. A partir daí se estabelece o conflito de como se resolverá a situação, algumas conversam seguem sobre a possibilidade ou não deles continuarem o contato. O dia amanhece em Viena, e eles continuam a vagar pela cidade e divagar pelos seus possíveis futuros, juntos ou separados.

Pelas ruas de Viena e ao som de um cravo sendo tocado, Jesse e Celine se beijam

Em um belo momento do filme, Jesse olha para Celine e resolve tirar uma fotografia daquele momento, para que ele nunca se esqueça dela ou daquele instante em particular. Na ausência de uma máquina fotográfica, ele simplesmente olha para ela e a observa por alguns momentos, como se procurasse registrar com os olhos, ao invés da máquina, a cena em sua memória para sempre.

As locações do filme

O mapa do passeio de Jesse e Celine por Viena pode ser acessado no site Rope of Silicon ou as locações consultadas no site Movie Locations. Após os personagens se despedirem novamente na estação de trem, o filme retoma todos os lugares que eles passaram, dessa vez apenas os lugares, sem os personagens. Ali lembramos por onde eles estiveram por essa breve passagem em Viena, mas também imaginamos que aqueles locais também podem ter servido de cenário para tantas outras histórias, de viagens ou não.

Esse belo filme gerou duas continuações: “Antes do Pôr-do-Sol”, em que os personagens se reencontram em Paris, e o recente “Antes da Meia-Noite”, em que os personagens passam férias na Grécia.

Em 2015, fizemos uma viagem a Paris inspirado em Antes do Pôr-do-Sol, confira

“Antes do Amanhecer” traz um encanto sobre seus protagonistas e sua relação fugaz durante a viagem, como tantas outras relações fugazes que temos durante nossas viagens. Será que uma pessoa que você conhece durante uma viagem continuará em sua vida? Vale a pena conferir esse filme e as deliciosas divagações de Celine e Jesse pela bela Viena.  

 

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM

Tags:
share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

2 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.