Pôr do Sol em Madri

Qual o melhor lugar para ver o pôr do sol em Madri? 

Em maio desse 2014 fomos para a Espanha, numa viagem com alguns amigos. A foto que escolhi é desse primeiro dia de viagem. A viagem foi incrível e estou ansioso para postar tudo o que vimos, conhecemos e revemos por lá (veja um resumão da viagem nesse post), mas por enquanto, segue uma foto do nosso primeiro dia de viagem e nossa busca pelo lugar para curtir o melhor pôr do sol em Madri. 

Em Busca do Melhor Pôr do sol em Madri

O “dia virando noite” no Parque del Retiro e Puerta de Alcalá

de 

 
Pôr do Sol em Madri Puerta de Alcalá
Um final de tarde de tirar o fôlego no nosso primeiro dia de viagem na Espanha
 

O pôr do sol é o momento mais precioso para qualquer fotógrafo. Mas esse termo “pôr do sol” parece muito restritivo e pouco explicativo.

Sim, porque fotografar o pôr do sol não é exatamente fotografar aquele momento em que o sol encontra o horizonte ou se aproxima dele. Existe toda uma série de cores e formas no céu e nas nuvens que se estende do momento do ocaso do sol propriamente dito até o momento em que dia finamente vira noite. 


No nosso primeiro dia de viagem na Europa e em Madri, o “pôr do sol”, que doravante irei chamar de “dia virando noite”, parecia interminável e cada vez mais bonito: uma sucessão de momentos incríveis e diferentes, que foi difícil não se admirar com cada um eles.

O grande problema é que era nosso primeiro dia de viagem. Vínhamos de um vôo noturno do Brasil (portanto não tínhamos dormido muito bem, apenas no avião), de um dia de muita caminhada pelo centro de Madri (como aliás é exaustivo o dia da chegada e quando a gente parece querer conhecer tudo da cidade num dia só) e de muitas imagens lindas.

Para encerrar o dia, veio a escolha do pôr do sol. Fica a dica, todos esses lugares parecem ótimos para curtir (e fotografar) esse momento. Entardecer na Gran Vía, no restaurante ou bar no terraço da Plaza de Cibeles, no Parque del Retiro e finalmente a Puerta de Alcalá. 

Pôr do Sol na Gran Via Madri
18h30: O pôr do sol ainda estava longe, mas a Calle de Alcalá e a Gran Vía já ficavam douradas com o final da tarde
20h: Depois de já ter visitado os dois primeiros lugares e “dia virando noite” ainda estar longe, acabamos na Puerta de Alcalá. Viajar na Europa na primavera e verão também tem esse “problema”: os dias terminam tarde demais. Como o pôr do sol ainda parecia distante, resolvemos entrar no Parque del Retiro, cuja entrada fica bem em frente. Abaixo, nós na Puerta de Alcalá na entrada do Parque del Retiro.
Quem conhece, sabe que o Parque del Retiro não é pequeno, mas naquele final de tarde nos restringimos aos entornos do lago e do Monumento a Afonso XII, um imenso monumento cheio de estátuas imponentes e muita gente (e música) no final de tarde. Pronto, encontramos ali um lugar perfeito para curtir o pôr do sol, que aliás foi incrível.

Parque del Retiro lago Pôr do Sol Madri

Lago do Parque del Retiro com Monumento a Afonso XII ao fundo: ponto de encontro para o pôr do sol em Madri
21h: Pôr do sol no Parque del Retiro

21h: Estávamos feliz e satisfeitos, com belas fotos do final de tarde no lago do Parque del Retiro, e caminhamos de volta à Puerta de Alcalá para pegar o metrô de volta ao hotel.

Mas o “dia virando noite” continuou e o céu começou a se tingir de algumas cores vermelhas, e era misto de muito cansaço e vontade de tirar só mais uma fotinho!!! Só mais uma, a última. Coisa de viciado, né?

  

E voltamos ao nosso ponto inicial, aquele que iniciamente seria o lugar do nosso pôr do sol, a Puerta de Alcalá. Exaustos, nossos amigos foram embora e eu e Cleber ainda registramos algumas últimas fotos do “dia virando noite” em Madri.

Eu estava com os pés super doloridos e com muito sono, mas ainda fui procurar um ponto de apoio para a máquina fotográfica (já que não ando com tripé) para registrar aquele cartão postal com longa exposição. Agora chega, né? Bora voltar ao hotel e ter finalmente uma noite descanso. Quer dizer, antes de dormir, ainda temos que postar uma foto nas mídias sociais. 🙂  Vida difícil essa de blogueiro.

21h24: E o dia finalmente virou noite em Madri

© 2014 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.