Suíça: Zermatt e o Trem Gornergrat

Continuando nossa série de posts sobre minha viagem até a Suíça e até os Alpes, vamos concluir o relato de nossa viagem em Zermatt, essa encantadora cidade ao sul do país.

Como já vimos no post anterior, pela manhã fizemos uma linda trilha próxima à montanha Matterhorn (o famoso pico suíço).

No artigo anterior também vimos várias dicas, o que fazer, onde ficar e como chegar em Zermatt.

E como o tempo foi escasso, pela manhã fizemos a trilha e a tarde foi dedicada para a viagem de trem Gornergat, numa altura de 3.089 metros, até o maciço Monte Rosa.

Suíça: Zermatt e o Trem Gornergrat

Embarque numa viagem de trem até mais de 3.000 metros de altitude nos Alpes Suíços 

Gornergrat Zermatt
Na montanha Gornergrat, você tem uma vista perfeita para o pico Matterhorn, aqui emoldurado pelo Riffelsee

Como você já deve ter acompanhado nos outros posts, essa foi uma viagem que fiz sozinho pela Suíça. Viajar sozinho tem suas vantagens e desvantagens. As desvantagens acho que nem preciso citar, né? Mas as vantagens é que você faz seu próprio tempo. Para viajar comigo é preciso de um pouco de paciência, veja só…

Coisas que eu faço em viagens

  • Faço mudanças inesperadas de acordo com o clima: se o tempo fecha, mudo repentinamente o que vou fazer, encurto passeios ou redireciono para outro.
  • Quero conhecer inúmeros lugares em um dia só. Segure-se, viajar comigo é uma correria só.
  • Faço paradas intermináveis esperando a luz ideal para tirar uma foto.
  • Invento trajetos absurdos em busca de um determinado ângulo para uma fotografia.
  • Às vezes (só às vezes rs) banco o pão duro e deixo de fazer algumas coisas para economizar dinheiro.

Enfim, isso tudo para explicar que no mesmo dia de Trilha Matterhorn, já incluí o Gornergrat e depois ainda rolou tempo para mais uma trilha. Um dia na Suíça precisa render, né? Afinal, não é todo dia que a gente visita um dos países mais caros do mundo.

Mas vamos ao que interessa.

Se você curtiu a imperdível viagem até o topo da Europa, o Jungfraujoch, em Zermatt também existe um passeio que leva seus visitantes de trem até o topo de uma montanha, o trem Gornergrat. Se o Jungfraujoch é a estação mais alta da Europa, no Gornergrat você encontra a estação aberta mais alta da Europa.

Gornergrat – Como Chegar

  • A viagem de trem do centro de Zermatt até o topo dura exatos 33 minutos.
  • No verão, os trens saem aproximadamente de 20 em 20 minutos. Consulte os horários nesse link.
  • O horário do primeiro trem é às 7h e o último retorno às 20h07 (verão), ou seja, dá para aproveitar bem o dia.
  • A viagem custa CHF 70,00 ida e volta,  consulte preços atualizados no site.
  • Quem tem o Swiss Pass tem 50% de desconto.
  • Não há necessidade de comprar os ingressos com antecedência, os assentos não são numerados e como são diversos horários, dificilmente o trem estará cheio.
  • Você pode embarcar e desembarcar em qualquer uma das estações no caminho, mas somente em um mesmo dia.

Como é a Viagem de Trem

A viagem em ferrovia parte do centro de Zermatt até os seus 3.089 metros de altitude. A vista é perfeita para o pico Matterhorn e seus 4.478 metros. Durante a viagem de trem, já era possível avistar o Matterhorn.

Vista do Matterhorn, ainda durante a viagem de trem

Durante a subida vertical de 1.469 metros, era possível ver várias pessoas fazendo o trajeto entre as estações a pé. A proximidade dos caminhantes em relação às impressionantes montanhas da região é incrível.

A viagem de trem até o Gornergrat ocorre desde 1898

A primeira viagem ocorreu em 1898. A intenção era ligar Zermatt até um hotel localizado a 2.600 metros, o hotel Kulmhotel. Posteriormente, a viagem fez a ligação para dois outros hotéis. A visita também alcança o Gorner Glacier, que era naquela época bem maior do que é hoje em dia.

Mesmo viajando no verão (junho), as montanhas estavam todas cheias de neve e em alguns trechos a caminhada requer passar por trechos com neve. Como eu não estava com equipamento apropriado (será que um sapatênis é adequado para caminhar na neve?), fiquei receoso.

Imediatamente tive vontade de descer na primeira estação e sair caminhando com eles, mas segui no projeto de ir até o ponto final do trajeto e depois descer. Enquanto isso, fui observando os trajetos das caminhadas para saber se eu conseguiria caminhar por eles.

Em alguns trechos é possível caminhar nas rochas, em outros é preciso atravessar trechos com neve
Impressionante ver as pessoas caminhando próximo da grandiosidade das montanhas

Afinal chegamos no topo. Lá em cima, é possível avistar 29 montanhas suíças. Observatório, lojas, restaurantes, terraço, capela e plataforma com mirante. No verão, o Gornergrat é o ponto de partida para fazer trekking pelas montanhas, e no inverno é obviamente ponto de partida para as pistas de ski.

Caminhando pelas Montanhas

Obviamente, não perdi muito tempo com toda essa estrutura na estação final do trem Gornergrat (que se chama Gornergrat Station mesmo). Tirei algumas fotos no mirante (que avista o belo glacier Gorner) e já comecei a fazer uma caminhada, pois eu estava louco para caminhar na base das montanhas.

O incrível mirante para o Glacier Gorner e o Gornersee

No primeiro trecho tentei descer a pé da estação Gornergrat até a estação seguinte, a Rotenboden Station. Mas no meio do caminho tive que voltar pois havia trechos em que meus pés afundavam na neve. Peguei o trem novamente (como passa de 20 em 20 minutos é fácil) de volta a Zermatt e desci na primeira estação, a Rotenboden.

Fui meio despreparado mesmo e fiquei bastante inseguro se conseguiria caminhar normalmente, competindo com outros viajantes que obviamente estavam muito melhor preparados do que eu. Mas afinal deu tudo certo e foi a partir dessa outra estação que comecei a caminhar mais e escolher um dos lagos para fazer um lanche.

Eu consegui!!!

Lagos suíços

Os lagos possuíam as águas bem transparentes e limpas, em tons próximos do verde. Incrível.

Pelo que me lembro, existiam dois lagos interessantes no caminho que eu estava trilhando. Meu objetivo era buscar um lago que proporcionasse um reflexo do Matterhorn nas águas. Mas chegando lá, algumas nuvens cismavam em rodear a montanha e atrapalhar as minhas fotos!!!

Uma barra de cereal e algumas castanhas depois, finalmente as nuvens me deram uma trégua e consegui fotografar o Matterhorn e o lago. Infelizmente não rolou espelho da montanha nas águas, mas até que a foto ficou bonita, não é?

Depois, foi a vez de retornar de trem para Zermatt e ainda fazer uma trilha para Furi. No caminho havia uma queda de água incrível, de grande volume, formada pela neve derretendo e se transformando no rio que corta a cidadezinha de Zermatt. E esse foi o final de mais um dia incrível na Suíça. No dia seguinte, eu me prepararia para fazer o Glacier Express.


Fontes:
My Switzerland.com: http://www.myswitzerland.com/en-us/zermatt.html
Zermatt.ch: http://www.zermatt.ch/en/Map/Top-10-attractions/Gornergrat
Gornergrat Train: http://www.zermatt.ch/en/active-in-summer/Gornergrat-Bahn-Kickbike/Gornergrat-Train
Gornergrat Bahn: http://www.gornergratbahn.ch/en/timetable_tickets/Pages/default.aspx


© 2014 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

Veja outros posts da Suíça e dos Alpes

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

11 comentários

  1. Olá Fábio, belo blog!!! Parabéns pelo seu belo trabalho. Me identifiquei com vc, também gosto de fazer algumas loucurinhas para fotografar. Falando em loucura, vc sabe se é possível subir até Gornergrat caminhando, sem precisar pagar pelo trem? Claro que com os sapatos corretos para neve hehehe

  2. Olá Fabio, tudo bem?
    Obrigada por seus posts, ajudam bastante.
    Vou à Zermatt em Setembro com objetivo de fazer o passeio no Glacier Express.
    Como tenho pouquíssimo tempo em Zermatt, chego por volta das 15 hs; você acha que dá tempo de subir ao Gornergratt nesta mesma tarde, haja visto que no outro dia já programamos o passeio no Glacier Express?
    Desde já muito obrigada…grande abraço!

    1. Oi, Vilma. Eu acho que ficará corrido, considerando que sempre que chegamos ainda rola um tempinho para se instalar e se localizar na cidade. Relaxe, aproveite para circular pela cidade (que é uma graça, e não deixe de tirar uma foto com o Matterhorn ao fundo) e curta o trem no dia seguinte mesmo. Abraços.

  3. Fabio, legal demais seu blog. Vc saberia me dizer se é necessario fazer reserva de trem de Visp para Zermatt, vou sair de Zurique. Estou com o Suiss Pass, portanto como não consegui reservar no trem Glacier Express, vou no trem comum, e não sei se há necessidade de reservar. Vc sabe me informar, e se for necessário onde devo fazer a reserva.

  4. Olá Lisie. Acho que ficou meio tarde para responder suas dúvidas, peço mil perdões. Mas ainda assim vou tentar respondê-las. Eu acho que vale a pena sim explorar somente a Suíça, há muito lugar lindo para conhecer por lá. Em relação à moeda, é difícil levar franco suíço do Brasil, então recomendo que você faça um saque em caixa eletrônico assim que chegar por lá. Abraços e boa viagem!

  5. Oiii!! Parabéns pelos artigos, são ótimos!!!!
    Vou à Suíça em abril próximo com meu filho de 11 anos. Chegaremos em Zurique dia 1/04. Gostaria muito de sugestão de roteiros, vamos ficar até 13 de abril. Nao sei se compensa ficar todos esses dias na suíça ou se seria melhor conhecer outros lugares. O que vc indica? Outra dúvida é sobre o Swiss pass e como aproveitar o pacote de 8 dias. Vi nos seus artigos que seria legal ficar uns 3 dias em zermatt, interlaken tbm….portanto, como aproveitar o Swiss pass de 8 dias ficando nessas cidades? Qual moeda levar, franco ou euro??? Meu orçamento é apertado, quero fazer o principal sem poder fazer extravagâncias, entende?
    Ufa!!! Quantas perguntas!!!!
    Se vc puder me ajudar com elas….rsrsrs
    Um abraço!

  6. Oi, Fábio! Tudo bem? Fui em que perguntei no post anterior sobre a sua viagem para a Suíça sobre o passeio para Gornegrat. Fiquei muito feliz por você ter publicado o texto! hehehe Muito obrigada! Uma das minhas partes preferidas é planejar a viagem e o seu blog tem me ajudado bastante! Grande abraço

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.