A Viena de “Antes do Amanhecer”

Nosso leitor Leonardo Assumpção embarcou para a Europa, onde vai fazer uma viagem inspirada pelo cinema.

De uma forma ou de outra, acho que acabamos todos sendo inspirados pelo cinema em nossas viagens. Seja na escolha dos destinos, seja nas fotos que tiramos, seja em como certos destinos inspiram a gente.

Mas Leonardo foi mais fundo e resolveu seguir as locações do filme “Antes do Amanhecer”, um dos filmes incríveis da trilogia de Richard Linklater protagonizada por Julie Delpy e Ethan Hawke. O filme foi analisado aqui no blog, na nossa lista dos melhores filmes de viagem. Veja o artigo.

Vamos ver então como o Leonardo foi inspirado pelo filme e planejou essa viagem?

Obrigado por compartilhar seu relato e na volta da viagem o Leonardo irá contar como foi sua viagem para a gente. Enquanto ele não volta da viagem, as fotos que ilustram esse post são de nossa passagem por Viena em 2011.

A Viena de “Antes do Amanhecer”

Guest Post: Budapeste e Viena inspirados pelo cinema

de Leonardo Assumpção

Os personagens de Julie Delpy e Ethan Hawke se apaixonam em Viena, durante uma viagem

Planejando a viagem

Sem dúvida alguma o melhor de uma viagem é o seu planejamento.

E eu sou daqueles que começam uma pesquisa meses antes de viajar: gosto de ler sobre a história das cidades que vou visitar, procurar por hotéis, dicas de restaurantes, passeios, estudar mapas, as ruas, forma de locomoção, etc.

Parte desta pesquisa inclui inclusive em (re)ver filmes que usaram como locação uma ou outra cidade a ser visitada.

Sou apaixonado por cinema, comprador compulsivo de dvds, e um dos meus filmes favoritos da vida é “Antes do Amanhecer”, que foi gravado em Viena, roteiro das minhas próximas férias.

 

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM

Antes do Amanhecer

Tem um trecho do filme onde a personagem da atriz Julie Delpy diz: “If there’s any kind of magic in this world it must be in the attempt of understanding someone, sharing something” (“Se há algum tipo de mágina nesse mundo, deve ser a tentativa de entender alguém, dividir algo”).

Essa frase me inspirou então a dividir isso com vocês, leitores do blog.

Foi pensando justamente no filme que acabei montando meu roteiro. A viagem então deveria começar por Budapeste, onde, na verdade, Jesse e Celine se encontram.

Ele, seguiria viagem para os EUA, e ela para Paris. Ele então acaba convencendo-a a descer em Viena e assim passarem aquela noite juntos. Os dois então desembarcam na estação Westbanhof.

Palácio de Schönbrunn com a cidade de Viena ao fundo

O início em Viena

Escolhi então pelo Booking.com, um hotel pertinho da estação Westbanhof: Hotel Fürstenhof. Preço bem generoso em se tratando de Viena: 4 dias por R$500,00 (eu disse reais) com café da manhã. Um achado. Nada melhor para entrar no clima do filme.

Quanto maior a antecedência, maior a chance de achar uma pechincha! Ainda mais numa cidade cara como Viena.

Já me falaram que Viena é tão linda quanto Paris e tão organizada e limpa quanto uma grande cidade alemã. Optei por ficar 4 dias em Viena para conhecer um pouco mais da cidade. O próximo passo então foi incluir no roteiro todos os passos do meu casal favorito dos cinemas

Uma das minhas cenas favoritas do filme se passa na loja de vinis Teuchtler Schallplattenhandlung onde eles ficam ouvindo música dentro de uma cabine e quase se beijam rs. A loja fica na Windmühlgasse, 10.

Ali você pode encontrar raridades de todos os gêneros musicais. Se você, como eu, adora colecionar vinis não deixe de conferir outras lojas de vinis em Viena:  Disco Point, Mose Records, Musik Und So e Sing Sing Records.

De lá eles seguem para a Maria-Theresien-Platz (Burgring 7) e em seguida para o cemitério Friedhof der Namenlosen onde estão enterrados Beethoven, Franz Schubert, Johan Straus entre outros.

O cemitério é bem fora de mão na verdade, e virou ponto de peregrinação para os apaixonados por “Antes do Amanhecer”.

Os Cafés de Viena

Mais do que simples bares públicos, os cafés são monumentos em Viena. Alguns dizem até que a cidade foi construída em volta (ou por causa) deles. Duas cenas do filme se passam em dois cafés de Viena: o Kleines Café (Franziskanerplatz) e o Café Sperl (Gumpendorferstrasse, 11).

No Kleines Café foi gravada a cena onde a cigana lê a mão de Celine e no Café Sperl a cena onde eles simulam aquelas ligações telefônicas.

Falando em cafés, não podemos deixar de citar o Sacher (situado no Hotel de mesmo nome), onde eles servem a famosa torta de chocolate sachertorte.

Café Sacher, onde você pode conferir a famosa torta de chocolate vienense

Viena é uma cidade para ser conhecida a pé, como no filme. Se a preguiça pintar, compre o Wien-Carte (16 €) que dá acesso a todos os transportes públicos por 72 horas.

O nosso casal favorito do cinema, aliás, caminhou bem por Viena.  Eles passaram também pelo pátio do Museu Albertina Palais (http://www.albertina.at/en) que merece uma visita. No acervo obras de Monet e Picasso.

Outro museu que inclui no meu roteiro foi Sigmund Freud Museum (Berggasse 19)(http://www.freud-museum.at/cms/).

Não abro mão de conhecer bons museus. Um problema que sempre tive viajando com duas ou mais pessoas: tem gente que acha chato, ou que acha tudo igual… Viajando sozinho não tenho este problema rs.

Nota: Boa parte dos museus não cobra entrada nas manhas de sexta.

E como não se lembrar do primeiro beijo de Jesse e Celine na roda gigante no parque de diversões Prater. Tem metrô que deixa na porta do parque (estação Praterstern).

Falando em passeios, uma visita ao Palácio de Schönbrunn é imprescindível. Existe uma estação do metrô com o mesmo nome que pára bem pertinho. Inevitável não lembrar da trilogia “Sissi”, clássicos do cinema da década de 50.

Óperas e restaurantes

Outra boa pedida é assistir uma ópera em Viena. Pelo site: http://www.vienna-opera.com/ você tem acesso à programação de todos os teatros de Viena.

Não é dos programas mais baratos, um lugar bom (não excelente) pode ficar em torno de 150 €. Lugares com visão parcial do palco podem ser adquiridos por 50 €.  Alguns teatros (como a Staatsoper) dão a opção de você ver a ópera em pé pelo modesto preço de 3 €.

Ópera de Viena

Cogitei ver “Mamma Mia” novamente, desta vez em alemão. Digamos que será um tanto quanto divertido ouvir os clássicos do ABBA num idioma que não estou familiarizado.

Nota: Lembre-se de colocar na mala um traje mais elegante não só para ópera, mas para usar em restaurantes mais sofisticados. 

Filmes, tabelas de Excel, livros, revistas, mapas, etc. Quem disse que planejar uma viagem é fácil? Levo a sério montar um roteiro de viagem!

Agora é só viajar. Espero voltar com histórias para contar!

Fontes:
Vienna Direct: http://www.viennadirect.com/sights/nameless.php
The Worldwide Guide to Movie Locations: http://www.movie-locations.com/
SOUZA, Jorge de. O mundo é um barato. São Paulo: Panda Books, 2002. 285 p.


Texto: © 2014 Leonardo Assumpção
Fotos do Filme: Divulgação
Fotos de Viena: © 2011 Fábio Pastorello

Sobre o autor convidado

Leonardo Assumpção, 36 anos, é bibliotecário, adora viajar e conhecer lugares fora do comum.

Conheça alguns destinos cinematográficos no nosso blog

 
>>> Machu Picchu: a cidade perdida dos incas já foi mostrada no filme “Diários de Motocicleta
 
>>> Rio de Janeiro: cenário do filme “Rio Eu Te Amo“, a cidade maravilhosa já foi locação de vários filmes, novelas e seriados
 
>>> Nova York: não existe cidade mais cinematográfica do que essa: inúmeras referências ao cinema, desde séries como Sex and the City e 3O Rock, até filmes como Esqueceram de Mim e Bonequinha de Luxo
 

 

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.