3 Roteiros de Viagem pelo Brasil

O dólar tá caro? Talvez seja a hora de planejar uma viagem pelo Brasil mesmo. Passagens aéreas baratas, promoções, destinos de beleza internacional, o primeiro semestre do ano é a época ideal (se o objetivo é economizar) para viajar pelo Brasil, mas no segundo semestre também é possível encontrar promoções.Sabe aquela história que que viajar para o exterior pode sair mais caro do que pelo Brasil? Fernando de Noronha é o caso clássico. Muita gente ainda encontra melhores preços em viagens ao exterior do que para o próprio Brasil.

Infelizmente existem viagens pelo Brasil que saem muito caro aos brasileiros, especialmente na alta temporada (vide nossa matéria recente sobre quanto custou a viagem para Búzios).

Caso a moeda estrangeira ainda esteja muito cara, vale a pena buscar opções aqui no nosso país, que é lindo e possui opções para todos os gostos.

Resolvemos montar 3 roteiros de viagem que não perdem em nada para viagens internacionais.

Selecionados a dedo, são algumas das melhores viagens que já fizemos pelo Brasil. Testados e aprovadíssimos.

3 Roteiros de Viagem pelo Brasil

Destinos que não ficam devendo se comparados com viagens internacionais

de Fábio Pastorello

1 – De 7 a 14 dias pelo sul da Bahia

Não dá para viajar para o Caribe? Que tal conferir o mar esverdeado e a atmosfera animada do sul da Bahia. E o melhor, gastando pouco. A viagem mais barata que você pode fazer ao Nordeste é para Porto Seguro.

As passagens aéreas para lá são as mais baratas do Nordeste, exceto se você encontrar alguma promoção para outro destino.

Além disso, nada melhor do que fazer uma viagem ao Brasil exatamente no lugar onde ele foi descoberto. Terra (e belezas) à vista.

O roteiro que fizemos

Apesar da porta de entrada ser Porto Seguro, você não precisa ficar hospedado por lá. Mas eu recomendo pelo menos 2 noites em Porto, foi o que fizemos em viagem de 2013.

De preferência, fique logo no início da viagem, para sentir um pouco da Passarela do Álcool (agora Passarela do Descobrimento), visitar o Cidade Histórica (foto acima), o Memorial do Descobrimento e algumas praias do trecho que vai até Santa Cruz Cabrália (a minha praia preferida é Coroa Vermelha, local onde foi realizada a primeira missa do Brasil, em 1500). Assim você já garante a parte histórica da viagem.

Depois das noites em Porto Seguro, pegue a balsa até Arraial d’Ajuda (para economizar, pegue um táxi até a balsa, atravesse sem carro e pegue outro carro do outro lado) e sinta a diferença. Se Porto Seguro é a terra dos pacotes turísticos, a partir de Arraial você encontra a Porto Seguro dos viajantes independentes. 

Fitinhas do Senhor do Bomfim atrás de igreja em Arraial d’Ajuda, com vista para o mar

Fique mais 2 ou 3 noites em Arraial, pelo menos. A caminhada da Praia de Mucugê (Arraial d’Ajuda) até a Praia dos Nativos (Trancoso), é um dos programas imperdíveis para se fazer por lá.

É a hora de viajar novamente, dessa vez para Trancoso. Existem vans que fazem o percurso. A vila de Trancoso rivaliza com Arraial d’Ajuda e é difícil mesmo saber qual das duas é melhor, portanto fique um pouco em cada uma. O charme do Quadrado, a praça principal de Trancoso, é irresistível. Reserve pelo menos 2 noites.

Praia dos Nativos, em Trancoso

De Trancoso, vale a pena pernoitar também na Praia do Espelho, considerada uma das melhores praias do Brasil. Outra caminhada imperdível (essa não fizemos) é até Caraíva.

O que não fizemos mas gostaríamos de ter feito

Quem gosta de um lugar bem mais rústico, pode escolher também pernoitar em Caraíva.

Como não ficamos em Caraíva, deixo aqui o link para o blog Quero Viajar Mais do Guilherme Tetamanti, que traz várias dicas de lá.

Depois da Praia do Espelho ou Caraíva, para quem quiser buscar um destino ainda intocado, outra alternativa é o povoado de Santo André (com cerca de 800 habitantes, faz parte de Santa Cruz Cabrália), que ficou famosa por receber a seleção alemã de futebol na última Copa do Mundo.

Roteiro sugerido (14 dias)

Mapa Porto Seguro por Google Maps
Mapa do roteiro da Costa do Descobrimento, que começa em Porto Seguro. Veja mapa no Google Maps

Mais informações

Confira nosso Guia Rápido com todas as dicas para visitar a Bahia.

2 – Um feriado de 4 dias ou férias de até 20 dias em Minas Gerais

Quer conferir um destino repleto de história, artes e deliciosa gastronomia? Não precisa ir para a Europa. Em 2014, tivemos o privilégio de sermos convidados pelo Instituto Estrada Real para uma viagem pelo Estado de Minas Gerais.

Para quem não conhece, existe um roteiro em Minas Gerais chamado Estrada Real (o roteiro também percorre trechos do Estado do Rio de Janeiro, como Paraty).

Quem percorre a Estrada Real ganha um passaporte e pode juntar carimbos dos destinos visitados (foto).

2014-04Estrada-Real-4_203
Os caminhos da Estrada Real eram as vias de escoamento do ouro e dos diamantes pelo Brasil. O centro desse roteiro é a cidade de Ouro Preto (antigamente Vila Rica), maior centro de mineração de ouro no Brasil no século XVII.
Ao invés de conhecer as cidades de Minas Gerais isoladamente, visitar esses lugares dentro de um roteiro como o proposto pelo Instituto Estrada Real é uma oportunidade de fazer uma viagem repleta de contexto e história.

O roteiro que fizemos

O ponto de partida foi Belo Horizonte, a capital do Estado.
Quem viaja para Minas Gerais apenas para curtir um feriado prolongado de 4 dias, um dos roteiros mais comuns é curtir as Cidades Históricas, que inclui (entre outros destinos) Ouro Preto, Mariana, Tiradentes e São João del Rei. Obviamente, fica difícil percorrer todos esses destinos em uma viagem de 4 dias.
A dica é fazer um recorte. Em 2013, optamos por pernoitar 2 noites em Belo Horizonte, de onde exploramos a capital, fizemos um bate volta para Brumadinho e para o imperdível Inhotim e depois partimos para mais 2 noites em Ouro Preto. Corrido, mas é possível conhecer o básico esses destinos.
O belo Instituto Inhotim é uma das atrações imperdíveis desse roteiro
Mas na viagem que fizemos planejada pelo Instituto Estrada Real e pela turismóloga Cris Marques do blog Dentro do Mochilão, o roteiro foi de 7 dias. Ainda assim foi corrido, mas eles procuraram trazer um panorama das belezas e encantos da região.
Nossa viagem começou com um inesperado e fantástico pernoite no Santuário do Caraça.
Se puder, fique 2 noites para lá, para curtir a visita do lobo-guará (que vai se alimentar à noite com as comidas deixadas pelo padres) e fazer as trilhas do lugar, que é um santuário ecológico. Sinal de celular por aqui, nem pensar, muito menos Wi-Fi.
Na sequência, visitamos Ouro Preto, que merece pelo menos 2 noites, pois também inclui as atrações de Mariana, que fica pertinho. Mas se puder, fique umas 4 noites para curtir com calma, fazer algumas visitas guiadas, conhecer todas as igrejas e minas de ouro da região.

Outra surpresa dessa viagem foi a tranquila e bucólica Lavras Novas, um distrito de Ouro Preto. Foi lá que fizemos uma caminhada pela Estrada Real e também um passeio de quadriciclo, cheio de adrenalina. Imperdível também.

Bichinho e Tiradentes são duas localidades incríveis. Se em Bichinho, que se encontra na região das artes do Estado, a proposta é conferir o artesanato local, a cidade de Tiradentes (foto) foi a cidade histórica mais encantadora de nossa viagem (já que Ouro Preto é prejudicada pelo constante fluxo de carros). Em Tiradentes, o fluxo de carros é substituído pelo de charretes, e o asfalto pelas ruas de pedras. Uma viagem no tempo. 

E se você acha que já tínhamos visto de tudo, chega a hora de conferir as cachoeiras de Carrancas ou fazer um passeio de Maria Fumaça de São João del Rei até Tiradentes.

O que não fizemos mas gostaríamos de ter feito

Uma semana é um tempo muito corrido para esse roteiro. Pelo menos 2 semanas são necessárias, assim poderíamos ficar pelo menos 1 noite a mais em cada um desses destinos. Mas como ainda ficaram faltando alguns destinos do roteiro (Congonhas e os 12 apóstolos é apenas um deles), essa viagem pode ser feita em cerca de 20 a 30 dias.
A Estrada Real é percorrida melhor de carro, já que não há ônibus direto entre os destinos (ou seja, é necessário sempre passar por Belo Horizonte para pegar um ônibus entre os destinos). Há aqueles que também fazem o percurso de bicicleta.

Roteiro sugerido (20 dias)

Mapa do roteiro da Estrada Real, que começa em Belo Horizonte. Veja mapa no Google Maps 

Mais informações

Confira nessa matéria os 5 momentos inesquecíveis da viagem para a Estrada Real.

3 – De 5 a 14 dias pelo litoral do Ceará

Em uma parte do litoral, falésias que criam paisagens cinematográficas. De outro dunas e lagoas, paisagem de deserto e oásis. Tudo isso no Brasil. Fizemos 2 viagens ao Ceará nos últimos anos. Uma em 2011 e depois repetimos a dose em viagem pelo Ceará em 2012.

Lagoa-Paraiso-Jericoacoara-1

Os roteiros que fizemos

A primeira foi uma viagem mais curta, de apenas 5 dias. Acho que é o prazo mínimo para uma viagem de média distância.

Se você só possui 5 dias, o negócio é montar a base em Fortaleza mesmo e fazer os passeios bate e volta a partir da capital.

As melhores opções de passeios bate-volta são para Cumbuco, Morro Branco e Lagoinha. Se estiver mesmo no pique, rola até o passeio de 3 praias, que vai até Canoa Quebrada. Os preços são tabelados, reserve no hotel em que você estiver hospedado. 

O problema dessa viagem é que você vai ficar com gostinho de quero mais. Foi o que aconteceu conosco.

Um ano depois voltamos para uma viagem mais longa, dessa vez de 2 semanas pelo litoral do Ceará. Ficamos menos tempo em Fortaleza, apenas 3 noites. O primeiro dia foi praticamente perdido, pois chegamos à noite.

Depois de matar as saudades de Fortaleza, cujo grande destaque para mim é bela orla da Praia do Meireles, perfeita para caminhadas à noite, partimos para Canoa Quebrada.

Com boa infraestrutura e belos cenários, Canoa Quebrada é um bom destino para pernoitar no Ceará

Sim, o passeio de 3 praias não foi o bastante e resolvemos pernoitar em Canoa Quebrada.

Além da hospedagem super barata e com ótimo custo benefício, gostamos dos passeios e da possibilidade que explorar melhor a região, que é linda, apesar do avanço do turismo nada sustentável (barracas de praia que tomam a faixa de areia, fios de eletricidade entre as falésias e grupos enormes de turistas nos passeios de bate-volta – sim, aquele mesmo que tínhamos feito no ano anterior).

Ir de Canoa Quebrada até Jericoacoara é a parte mais complicada da viagem. Não há transporte direto e passamos o dia inteiro dentro de ônibus. Ônibus de Canoa Quebrada até Fortaleza, parada para almoço perto da rodoviária mesmo e depois novo ônibus até Jericoacoara.  

O esforço compensa. Depois de 1 dia de viagem inteiro, ficamos 5 noites em Jericoacoara. Um paraíso para curtir com calma e com tudo o que ele tem direito. Passeios como até a Pedra Furada, a Duna do Pôr do Sol (foto) e Lagoa Paraíso são imperdíveis.

No retorno, ainda ficamos 1 noite em Fortaleza antes de ir embora.

O que não fizemos mas gostaríamos de ter feito

Nossa intenção inicial era ficar 4 noites em Jeri e escolher algum outro destino mais intocado pelo litoral do Ceará. Ficamos entre Flecheiras e Camocim (Tatajuba é o único lugar de Camocim que conhecemos, mas há outros lugares para curtir por lá).

Mas achamos a logística complicada para quem estava sem carro e acabamos descartando.

Roteiro Sugerido (14 dias)

Mapa do roteiro da Estrada Real, que começa em Belo Horizonte. Veja mapa no Google Maps 

Quer mais dicas de viagem pelo Brasil. Explore nosso blog que você irá encontrar diversos outros destinos imperdíveis. E ainda temos algumas viagens para divulgar. Acompanhe.

© 2015 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

6 comentários

  1. Olá Paulo. Poxa, muito obrigado por seus comentários. Fico feliz que esteja apreciando o trabalho.

    Vamos lá, quanto a sua dúvida sobre o roteiro, não entendi o que vc pretende fazer, se ficará hospedado todos os dias em Fortaleza ou se possui flexibilidade para ficar uns dias em outros lugares.

    Caso fique só em Fortaleza, o negócio mesmo é fazer os passeios bate-volta. O único lugar que você não conseguirá visitar é Jericoacoara, pois o bate-volta até lá é inviável.

    Caso tenha flexibilidade para alternar noites em outros lugares, sugiro fazer o roteiro indicado na matéria acima, de 14 dias (item 3). Como você vai ter 14 dias, mas apenas 8 dias úteis, recomendo 2 noites em Fortaleza (mais 2 noites que são as datas de chegada e partida), 4 noites em Jeri e outras 2 noites em Canoa Quebrada. Se preferir, pode acrescentar 1 dia a mais em Fortaleza e reduzir 1 dia em Jeri.

    Dessa forma, terá possibilidade de fazer uma viagem parecida com a que fizemos, mas um pouco mais enxuta.

    Abração e obrigado pela mensagem.

  2. Fabio, primeiramente parabéns pelo excelente material que você tem no blog, gosto muito da forma com que consegue transferir as experiências em textos bastante agradáveis e úteis a todos os leitores e viajantes, além de fotos e videos muito bem elaborados. Parabéns!

    Depois de ler todo o conteúdo do seu site, gostaria de pedir sue apoio para me ajudar na decisão do itinerário da nossa próxima viagem que será a Fortaleza. Teremos 10 dias lá, porém como temos horários complicados de voo, considero que teremos 8 dias úteis para passeios.
    Já tenho reserva garantida para os dez dias na Praia do Meirelles em Fortaleza, porém gostaria de passar ao menos dois dias em Jeri, e dois dias em Canoa Quebrada, além de passar pelos pontos que você indica no site.

    Se fosse você, como organizaria essa viagem? Em termos de mobilidade, e tempo, e percurso, enfim…sua ajuda será muito bem vinda e agradeceremos bastante essa valiosa colaboração.

    Agradeço a paciência e o conhecimento compartilhado conosco!

    Abraços,
    Paulo!

  3. Meus parabéns Fabio Pasterello , Ambos os Roteiros são Incríveis!
    Eu já fiz o das Estradas Reais com Meu Pai !
    Foi incrível !

  4. Nossa, nem fala Fernada. Lembrei agora de um dos jantares em Tiradentes que colocaram tanta coisa na mesa que a gente até ficou atônito. hehehe… Abração e obrigado pela visita.

  5. Eu passei 1 feriado de 4 dias e depois uma viagem de 1 semana em Ouro Preto, Tiradentes e outras cidades ali perto e fico morrendo de dó de quem tenta encaixar esses roteiros na correria!!! Não dá mesmo!!!! Isso sem contar que o charme de Tiradentes são os mil e um restaurantes ótimos, mas a gente só consegue comer uma quantidade limitade de comida por dia e aí a única solução é aumentar os dias de viagem!!! rs http://taindopraonde.blogspot.com.br/2013/10/post-indice-cidades-historicas-de-minas.html

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.