O que fazer na Suíça – Dicas e Roteiro de Viagem

O que fazer na Suíça - Dicas e Roteiro de Viagem

O que fazer na Suíça, como se locomover por lá, as principais dicas e como ir para esse que é um dos países mais encantadores e impressionantes que eu já conheci.

Você que imagina que a Suíça é apenas um país organizado, pontual e caro, como eu imaginava, irá se surpreender com as paisagens de tirar o fôlego.

Sabe aqueles cenários de cartão postal? Pois é, a partir dessa viagem eles se transformaram em minhas recordações de viagem.

O que fazer na Suíça – Dicas e Roteiro de Viagem: Guia Completo

Porque Conhecer, Como Chegar, Como Circular, Onde Ficar, O Que Fazer

O que fazer na Suíça - Dicas e Roteiro de Viagem
Cenários quase surreais de tão perfeitos são o destaque, como esse com vista para o Matterhorn

Guia de Matérias no Blog sobre a Suíça e os Alpes  

Europa

França

Chamonix e o Mont Blanc – Como Chegar

Suíça

Salve esse pin para consultar depois

O que fazer na Suíça: Dicas e Roteiro de Viagem

1 – Porque Conhecer

5 Razões para Visitar a Suíça

  • As paisagens que você irá ver são realmente cinematográficas. Talvez não somente cinematográficas, mas típicas daqueles imagens que você já viu em papéis de parede de computador ou calendários de mesa. Quando você pensa que nunca iria ver pessoalmente aquelas imagens, está diante delas boquiaberto.
  • É a melhor oportunidade de conhecer de perto os Alpes Suíços. As montanhas são maravilhosas, mas o melhor é que em vários lugares você pode explorá-las de pertinho, seja através de teleféricos ou até mesmo de uma viagem de trem até a mais alta estação da Europa. Incluímos aqui também um roteiro até Chamonix Mont-Blanc, que embora fique na França, tem tudo a ver com esse roteiro pelos Alpes.
  • A infraestrutura de transporte é perfeita, ótima para quem viaja sozinho ou quem não dirije e depende de transporte público. Os trens são super eficientes, pontuais (a Suíça é famosa por isso) e cobrem praticamente todo o país. Em poucas horas, é possível alcançar as principais cidades e até fazer bate-voltas entre os principais destinos.

Para conhecer antes de morrer

  • É bom alertar que a Suíça, apesar de extremamente turística e organizada, é um país caro. Vá preparado para gastos acima do que se gastaria normalmente na zona do Euro (a moeda aqui também é diferente, o franco suíço). Mesmo assim, vale muito a pena e inclui mais de uma dezena de pontos entre os 1000 Lugares para Conhecer Antes de Morrer, do livro de Patrícia Schultz.
  • Nas duas vezes que fui para a Suíça, preferi o verão pela possibilidade de ver paisagens verdejantes e floridas. Mesmo assim, é possível subir até os Alpes e ter contato com a neve, durante o ano todo. Mas aqui na Suíça também estão alguns dos melhores lugares do mundo para a prática de esportes de inverno, como em Gstaad, Murren ou St. Moritz (ponto final da famosa viagem de trem do Glacier Express).
O que fazer na Suíça - Dicas e Roteiro de Viagem
Se sonha em ver neve, na Suíça é o lugar perfeito, seja no inverno ou até mesmo no verão

2 – Como Chegar

  • A Swiss Internacional Air Lines trabalha com vôos diretos do Brasil, mas existem outras opções de companhias aéreas que fazem escala em Zurique, o principal meio de chegada na Suíça (ao contrário do que se poderia imaginar, já que a capital do país é de fato Berna).
  • Em 2010, voamos pela Lufthansa na ida e pela Swiss na volta.
  • A chegada no aeroporto de Zurich é tranquila, já que do próprio aeroporto é possível pegar um trem para várias regiões do país, sem necessidade de transfers.

3 – Como Circular

  • A melhor maneira de circular pela Suíça é de trem. O país é muito bem servido pelo transporte ferroviário. Aliás, é uma das maiores tradições suíças: o transporte público é sempre pontual e eficiente.
  • Quando cheguei, achei engraçado que os horários são todos picados: ou seja, ao invés de marcar que o trem sai às 19h10, eles indicam que sai às 19h07. E quer saber? Às 19h07 o trem está saindo.
  • Para planejar a sua viagem, é só acessar o site da SBB CFF FFS – Swiss Federal Railways.
  • Nele, você indica o local de partida e o destino desejado, bem como a data e o horário estimados, e o site fornece todas as opções de trens nos horários próximos ao informado.
  • Na consulta abaixo, por exemplo, informamos que gostaríamos de partir do Aeroporto de Zurich (Zurich Flughafen) e chegar em Berna, por volta das 19h10. O timetable fornece os horários de partida e chegada, bem como a duração, tipo de trem e tarifa.
O que fazer na Suíça - Dicas e Roteiro de Viagem - Como Chegar e Circular
Consulta realizada no site da SBB, com o trajeto do Aeroporto de Zurich até Berna

Swiss Pass

  • Já que o transporte é tão eficiente, o melhor mesmo é adquirir o Swiss Pass, um passe de trem que lhe permite viajar pelos trens quantas vezes você quiser. Você pode escolher o período desejado: 4, 8, 15, 22 ou 30 dias consecutivos.
  • Os preços variam de CHF 272,00 a CHF 607,00. Se você viaja acompanhado, pode optar pelo passe Saver, quando o passe de 4 dias cai de CHF 272,00 para CHF 231,00, por exemplo. O único senão do passe Saver é que os usuários devem viajar o tempo todo juntos.
  • Há também a opção de escolher o Swiss Flexi Pass, que não requer que os dias sejam consecutivos. Nesse caso, no entanto, o preço sobe. No passe de 4 dias, por exemplo, o valor do Swiss Pass seria de CHF 272,00, enquanto no Swiss Flexi Pass é de CHF 315,00.
  • Faça suas contas, veja quais dias você irá de fato utilizar o passe. De qualquer forma, eu optei pelo passe contínuo, assim não precisei me preocupar com os dias que iria utilizar o passe.

O Swiss Pass pode ser comprado online (com no mínimo 2 meses de antecedência), através de alguns sites credenciados ou pessoalmente, logo que você chegar no aeroporto de Zurich, mas atente que os preços do passe comprados ainda no Brasil serão menores.

Onde Comprar o Swiss Pass (Swiss Travel System)

– Canada Turismo | www.so-suica.com.br
– CI | www.ci.com.br
– CVC | www.cvc.com.br
– STB | www.stb.com.br
– Tam Viagens | www.tamviagens.com.br
– TT Operadora | www.lutfhansacc.com.br

4 – Onde Ficar

  • O trajeto de trem Zurique até Berna é de 1h15, ou seja, um bate volta entre as cidades é perfeitamente possível.
  • Dessa forma, escolha você ficar em Zurique ou Berna, terá opção de conhecer as duas cidades tranquilamente.

Zurique é uma cidade maior e mais cosmopolita, com melhor infraestrutura, enquanto Berna é mais pacata, possui um simpático centro histórico e estrutura menor.

O que fazer na Suíça - Dicas e Roteiro de Viagem
Zurique não é a capital da Suíça, mas é a principal cidade de lá e também o ponto de chegada
  • Eu sugiro buscar as opções de hospedagem em uma e outra cidade e ficar onde você encontrar o melhor custo benefício.
  • Em Zurique, fiquei em um albergue, no Youth Hotel Zurich. A localização não é dos melhores, mas o preço era. E como a Suíça é um país caro, bons preços de hospedagem são sempre bem-vindos.
  • Em Berna, a opção foi o Hotel Pension Marthahaus, um pouco distante do centro, mas boa relação custo-benefício e bem avaliado no Booking.
  • Em Lucerna, busquei como alternativa para economizar não ficar exatamente em Lucerna, mas numa cidade vizinha. Como estava com o Swiss Pass, em poucos minutos alcançava o centro de Lucerna sem maiores problemas. Fiquei no Hotel Kreuz, em Malters (foto).
  • Em Interlaken, cidade base para conhecer o Jungfraujoch, fique em um hotel bem localizado, o Hotel Rössli, embora tenha escolhido um quarto com banheiro compartilhado que não foi das melhores experiências. Ainda no objetivo de economizar.
  • Finalmente, em Zermatt fiquei no melhor hotel da viagem, o simpático e charmoso Le Petit Hotel. Recomendo tanto o hotel como a cidade, que é perfeita para uma viagem romântica.

5 – O que fazer na Suíça

  • Um dos cartões postais da Suíça é mesmo o Matterhorn. Para conhecê-lo você deve ir até Zermatt. Vale super a pena e é a Suíça mais típica: hospede-se em um vilarejo com casas de madeira e flores nas janelas, a apenas alguns passos das paisagens bucólicas da região.
  • Passar por Zurique é inevitável entre as cidades e o que fazer na Suíça, já que é a porta de entrada para quem vem de avião. É uma cidade animada, mas banhada por um rio de águas transparentes que, no verão, é usado como praia pelos suíços. Dizem que a água é tão limpa que pode ser até bebida.
  • Se Zurique destaca-se por seu rio de águas translúcidas, em Berna o destaque é o rio de águas tão verdes que chega a parecer pintado. Mas é de verdade, as águas dos Alpes possuem essa cor incrível. O centro histórico é lindo, com destaque para o Zytglogge, um relógio astronômico de 1527.
O que fazer na Suíça - Dicas e Roteiro de Viagem
Banhada pelo rio Aare, Berna é a capital política da Suíça, mas pitoresca como ela só
  • Mas para mim, o ponto alto entre o que fazer na Suíça é mesmo o Jungfraujoch, conhecido como o Topo da Europa. A possibilidade de chegar no alto de uma das maiores montanhas dos Alpes e poder caminhar na neve, seja inverno ou verão, é imperdível.
  • Nem pequena e simpática como Zermatt, nem grande e cosmopolita como Zurique, Lucerna é um agradável meio termo entre as opções de o que fazer na Suíça. O passeio até o Monte Pilatus e a ponte de madeira Kapellbrücke são os destaques.

© 2013 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

7 comentários

  1. Ola Fábio. Aqui estou novamente, rsrs. Gostaria de sugestões de roteiro para uma viagem à suíça de aproximadamente 12 dias, seria a lua de mel minha e de minha noiva. Se possível me enviar por e-mail. geovani.pimentel@yahoo.com,br . Agradeço antecipadamente.

    1. Olá Geovani. Infelizmente não temos esse serviço de fazer roteiros personalizados, mas temos várias dicas por aqui, ficaremos felizes em responder qualquer dúvida adicional que você tenha. Abraço grande.

  2. Olá Fabio. Meus parabéns pelas dicas. Apenas uma duvida, quanto as hospedagens que citou, você acertou tudo previamente enquanto ainda estava no Brasil. Obrigado desde já o esclarecimento. Abraços

    1. Olá, Geovani. Obrigado pelo comentário. Sim, fui com tudo reservado já do Brasil. Sempre prefiro já ir com tudo arranjado, já salvo os mapas para chegar nos hotéis, assim fico um pouco mais tranquilo quando chego nos destinos. As reservas faço pelo Booking.com e muitas vezes só pago na hora que chego no hotel. Abraços.

  3. Oi, Patrícia. Olha, o procedimento é rápido, mas realmente talvez 30 minutos fique corrido para comprar o lugar onde o passe é vendido, comprar efetivamente o passe e depois procurar o lugar de embarque para o trem. Vai da sorte e da agilidade de vocês na hora.
    Em relação aos lugares, existem dois tipos de trem na Europa. Alguns são regulares, ou seja, circulam em vários horários e não há necessidade de reserva. É como se fossem ônibus ou metrô no Brasil. Para trajetos mais longos ou com menos opções de horário, existem os trens que precisam ser reservados, nesse caso é preciso pagar um adicional para a reserva. No site da SBB, você pode consultar os trajetos e verifique se há um R na parte de comentários. Passando o mouse sobre o R, aparecerá Reservation Possible. Nesse caso, melhor reservar.
    Abraços.

  4. Fábio,

    Parabéns pelo blog… Show de bola!!!

    Meu marido e eu ficaremos hospedados em Berna em junho e gostaríamos de fazer alguns bate-voltas, como por exemplo para Genebra, Interlaken e Zurique…

    Queria de saber se não é arriscado comprar o Swiss Pass ao chegar na Suíça… É possível chegar na estação meia hora antes do trem partir e comprar passagem? Sempre existem lugares disponíveis?

    Se puder me ajudar, nem sei como agradecer, pois gostaríamos de aproveitar o Swiss Pass, mas tenho medo de não conseguir lugar nos trens para fazer os passeios e ser obrigada a ficar todos os dias apenas em Berna!

    Agradeço antecipadamente.

    Atenciosamente,

    Patrícia Zwicker

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.