Praia do Rosa, Imbituba e a Barra de Ibiraquera

Chegada na Praia do Rosa. É hora de conhecer nossa pousada e já botar os pés na areia. Nada melhor do que chegar na praia após uma curta caminhada.

Esse é o diário de nosso primeiro dia de viagem até a Praia do Rosa, um lugar que já esperávamos que fosse legal, mas que superou todas as nossas expectativas.

Nesse primeiro dia, exploramos a Praia do Rosa e as outras praias de Imbituba. Ao todo Imbituba conta com 9 praias, em que se misturam lagoas e paisagens de montanha. Infelizmente, não rolou tempo de conhecer o centro de Imbituba, então ficamos mesmo só curtindo as praias da região.

Essa viagem faz parte de nosso projeto de explorar as melhores praias do Estado de Santa Catarina, que por sua vez faz parte de um projeto de conhecer as melhores praias do Brasil.

Aqui no blog você já encontra a relação das melhores praias da Bahia, Ceará e Rio de Janeiro.

Praia do Rosa, Imbituba e Lagoa de Ibiraquera

Diário de Viagem – Dia 1

Praia do Rosa - Litoral de Santa Catarina
Curtindo o visual da Praia do Rosa, no litoral de Santa Catarina

Há bastante coisa para se fazer na Praia do Rosa. A região está principalmente voltada aos surfistas, mas nem eu e nem o Cleber surfamos. Nosso foco mesmo era explorar a natureza, que aliás, é linda demais por ali.

Para quem não surfa, as caminhadas pelas trilhas são o principal destaque. Mas existem também possibilidade de andar de cavalo ou bicicleta, nenhuma das duas testadas por nós. Ficamos só nos pés mesmo, e também com a ajuda do carro, que na Praia do Rosa é essencial.

Confira nosso diário de viagem no YouTube.

1 – Praia do Rosa, uma das melhores praias do Brasil e do mundo

Depois de cerca de 1h30 de viagem tranquilas desde o Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis.
Na chegada, já ficamos encantados com o clima rústico da Praia do Rosa, mas principalmente com nossa hospedagem.

Review completo: Hospedaria das Brisas

Da pousada, foi uma curta caminhada até a praia. O caminho em si já é uma atração, cheio de flores e vegetação exuberante.
Caminho de acesso de nossa pousada até a Praia do Rosa

O legal da Praia do Rosa para nós foi isso: de um lado estávamos numa pousada sofisticada e aconchegante, depois já estávamos caminhando em ruas de terra, andando por um caminho de flores para chegar até a praia. É uma mistura bem legal de ecologia e sofisticação. 

Rusticidade não é sinal para falta de infraestrutura por aqui. São vários restaurantes e casas noturnas. Aliás, a Praia do Rosa entra em várias listas das melhores praias do Brasil e do mundo. A última foi do jornal inglês “The Guardian”, que colocou a praia entre os 10 melhores paraísos escondidos do mundo.
Cleber e eu doidos para ir pra praia, mas antes fizemos uma parada para almoçar

Ao chegarmos na praia, encontramos uma série de restaurantes e um ambiente super gostoso que, sinceramente, nem dava vontade de botar os pés na areia. Paramos para muitas fotos e resolvemos almoçar por lá. Só prepare-se: o poder aquisitivo de quem frequenta a praia se reflete nos preços.

Praia do Rosa - Onde Comer
Almoço gostoso à beira-mar, na Praia do Rosa

2 – Praia do Portinho (Rosa Sul): onde a montanha encontra o mar

Em cada lugar que vamos, procuramos paisagens diferentes ou peculiares, e na Praia do Rosa (que tem 7 km de extensão) o grande lance é visitar o canto direito da praia (Rosa Sul, também conhecido como Portinho), onde se encontram algumas casas de barcos e pescadores à beira-mar.

As casas e a praia ficam bem na encosta de uma montanha, formando um cenário bucólico e cinematográfico.

Praia do Rosa - Portinho
Praia do Portinho, Rosa Sul. Casas de barcos e uma paisagem de montanha à beira-mar são encantadores

Nas casas, alguns pescadores conversamos e eu até entrei em uma delas, mas como de costume fiquei com um pouco de vergonha de interagir ou de conversar um pouco mais com eles. O curioso é que eu entrei, eu saí, e eles nem se abalaram, continuaram sua prosa tranquilamente ao som do mar.

É daqui que também saem passeios de barco, entre eles o passeio para ver as baleias, que infelizmente encontra-se proibido. 

Aqui no Portinho a gente se confundiu um pouco. Falaram para gente que daqui partia uma trilha para a Praia do Luz, e a gente foi andando pelo morro até o finalzinho da praia. O caminho tinha vários trechos de lama e era bem escorregadio. No final, encontramos mais algumas casas e alguns pescadores. Mas achamos que ia demorar muito contornar a costa até chegar do outro lado e desistimos.

Mas na realidade, a trilha certa seria atravessar uma porteira e subir o morro.

Confira como foi a trilha com o pessoal do My Destination Anywhere ou no Nerds Viajantes.

Não sugerimos vir de carro até o Portinho. A rua é de terra, esburacada (alguns buracos bem grandes), estreita e bem movimentada. Aliás, não recomendamos vir de carro até a praia, se possível deixe o carro na pousada e caminhe a pé. É difícil estacionar.

Praia do Rosa Carro Estacionamento
Aqui as ruas são estreitas e de terra, um pouco mais complicado para andar de carro e para estacionar

3 – Praia do Luz ou Barra de Ibiraquera? Eis a questão

Voltamos até a pousada e pegamos o carro. Já tinham recomendado o pôr do sol na Lagoa de Ibiraquera ou na Praia do Luz e lá fomos.

Não comentamos ainda, mas essa foi nossa primeira viagem de carro. Então ainda estávamos um pouco atrapalhados. Ao invés de colocarmos no Waze a Barra de Ibiraquera, que era o ponto com melhor acesso de carro, coloquei a Praia do Luz.

Conclusão: fomos parar num caminho horrível de terra, cheio de lombadas e pelo interior da Praia do Rosa. Sorte que não tinha chovido. Demoramos um tempão para chegar. Veja abaixo no mapa o caminho mais adequado.

Agora, se a maré estiver cheia e você quiser conhecer a Praia do Luz, acho que não tem escapatória: ou vai de trilha ou faz esse caminho por dentro.

Enfim, quando chegamos, já estava entardecendo, mas ainda deu para curtir o pôr do sol. A Praia do Luz e a Praia da Barra de Ibiraquera teoricamente não teriam ligação, mas como a maré estava baixa, elas não só tinham ligação, como tinham vários carros andando na praia.

Depois de percorrer aquele caminho triste até a Praia do Luz, eu não resisti e em sua primeira viagem dirigindo, pedi ao Cleber para entrarmos na praia com o carro. Coisa aliás que eu acho bem inconveniente, então não façam o que eu faço.

Chegada no final de tarde na Praia do Luz

O nosso trajeto de carro pela praia você vê todo no vídeo no YouTube. As imagens estão incríveis.

Mas o melhor mesmo foi o pôr do sol na Lagoa da Ibiraquera.

Um dos finais de tarde mais lindos que eu já vi. Fique até o finalzinho, mesmo após o pôr do sol mesmo, o céu ganha cores de tirar o fôlego. Uma revoada de passáros na lagoa ainda completava o ambiente.

Barra de Ibiraquera Imbituba
Barra da Ibiraquera, uma praia de areia bem batida e larga faixa de areia, especialmente na maré baixa
Pôr do Sol Ibiraquera Imbituba
Um espetáculo o pôr do sol na Lagoa da Ibiraquera
Pôr do Sol Lagoa de Ibiraquera Imbituba
Final de tarde incrível em Ibiraquera

4 – Jantar no Refúgio do Pescador

Para terminar o dia com chave de ouro, jantamos no Restaurante Refúgio do Pescador, que fica na nossa própria pousada, a Hospedaria das Brisas. O restaurante é um dos melhores da região.

A comida está a cargo do chef paulista Luciano Franco Miranda e a especialidade são os frutos do mar e os pratos mediterrâneos. A paella costuma ser uma ótima pedida.

O ambiente também é encantador, a iluminação estava toda a luz de velas e vale a pena prestar atenção em alguns quadros da decoração, que contam a história da Praia do Rosa. Imperdível, mesmo para quem não está hospedado por lá.

© 2015 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.


Nota: O Viagens Cinematográficas contou com o apoio da Faro Comunicação, da Pousada Hospedaria das Brisas e dos restaurantes Refúgio do Pescador e Tigre Asiático

Fique ligado nas matérias para saber mais sobre a Praia do Rosa

Confira nossas outras matérias sobre Santa Catarina no blog

Inscreva-se

 


>>> Você irá receber um e-mail, não se esqueça de clicar no link de confirmação.
Fontes:
Guia do Rei: Guia do Rosa e Ibiraquera (o guia também é distribuído em papel)
The Guardian: 10 of the best beaches … that you’ve probably never heard of 
Siga a gente nas redes sociais
Facebook YouTube Google+ Twitter Instagram
Tags:
share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

1 comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.