Meia Noite em Paris: Um roteiro pelas locações do filme

O filme “Meia Noite em Paris” tem um início simples, mas profundamente emocionante.

Em cenas rápidas e estáticas, Woody Allen mostra alguns “retratos em movimento” de Paris, com a bela trilha sonora de Sidney Bechet. É provavelmente um dos momentos mais emocionantes do filme, especialmente para quem já visitou e é apaixonado pela cidade.

Ao voltar de viagem de Paris, até resolvi fazer uma homenagem ao filme e também editei um vídeo com algumas de minhas capturas de Paris, na mesma pegada de Woody Allen. Lógico, é só uma referência, não chego nem perto do talento do diretor.

Mas de qualquer forma, “Meia Noite em Paris” representou o terceiro filme que escolhemos para guiar nossa viagem para a França, em 2015. Para conhecer as outras referências cinematográficas, visite o post Os 10 Melhores Filmes de Viagem da França e Itália.

Meia Noite em Paris – Um roteiro pelas locações do filme

A Paris Cinematográfica de Woody Allen

Meia Noite em Paris: Roteiro pelas Locações do Filme

O cinema inspirando as viagens

Voltei de Paris ainda com o início do filme de Woody Allen na cabeça.

Poucas cidades têm esse privilégio de se tornarem personagens de filmes. É o caso não somente do início do filme de Allen, que traz Paris para o primeiro plano, como para o filme “Antes do Amanhecer”.

Midnight in Paris: Sequência Inicial
Before Sunset: Sequência Final

Inspirado por Woody Allen, corri atrás da música de Sidney Bechet, mas por questões de direitos autorais não poderia usar a mesma. Encontrei outra música linda, com acordeon e um clima super francês, que combinou muito bem com as imagens que eu tinha captado.

O vídeo tem esse aspecto de espiar a cidade, o movimento das pessoas, como elas interagem com as paisagens locais, como a cidade toca as pessoas. Assistam e me deixem suas opiniões.

Uma viagem guiada por Woody Allen

Em “Meia Noite em Paris” (Midnight in Paris, 2011), somos guiados para uma viagem a Paris em companhia de seus protagonistas, o casal americano Gil (Owen Wilson, de Uma Noite no Museu) e Inez (Rachel McAdams, de Spotlight). Gil ama Paris e cogita viver na cidade, além de abandonar sua carreira de escritor de roteiros de cinema.  Inez nem pensa em abandonar os Estados Unidos, e para ela Paris é só um destino turístico.

 

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM

O filme começa com algumas cenas nos Jardins de Monet de Giverny, no Palácio de Versalhes e no Museu Rodin, alguns lugares que fizemos questão de revisitar em Paris.

Leia também: Paris: Antes do Pôr do Sol às Margens do Rio Sena

Meia Noite em Paris: Roteiro pelas Locações do Filme
Cena inicial do filme “Meia Noite em Paris”, nos jardins de Monet (arredores de Paris)

Gil está escrevendo um romance e assim como o personagem de seu livro, sonha em viver na Paris dos anos 20. Esse argumento  é perfeito não somente para embarcamos numa viagem para Paris, mas também numa viagem pela história de Paris. É assim que embarcamos para a cidade de outros tempos.

A Paris do passado: Restaurante Polidor

O argumento também é perfeito para mostrar como Paris preserva sua história e tradições, e algumas cenas gravadas hoje, perfeitamente remetem a Paris de outros tempos. É o caso por exemplo do restaurante Polidor que também tivemos o privilégio de visitar.

Meia Noite em Paris: Roteiro pelas Locações do Filme
Restaurante Polidor nos dias de hoje, nem virou lavanderia como no filme

O restaurante data de 1845 e pouco desde então foi modificado. No banheiro, ainda não existem vasos sanitários, e sim aqueles buracos onde é preciso se agachar, como em alguns lugares do Oriente. O restaurante não aceita reservas, então chegue cedo.

Como de costume, é muito legal estar em um lugar praticamente intocado onde a cena de um filme foi gravada. Quem sabe até sentar na mesma mesa que os atores da película.

Foi assim que nos sentimos também no Café des 2 Moulins, do filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”. Confira como foi no post sobre a Montmartre de Amélie Poulain.

Meia Noite em Paris: Roteiro pelas Locações do Filme
Eu e Cleber jantando no Polidor: restaurante no clima de antigamente

A conta nem ficou tão cara. Dois menus e um vinho saíram por EUR 64,00 para 2 pessoas.

É no restaurante Polidor que Gil tem conversas com Scott Fitzgerald e Ernest Hemingway (que foi de fato frequentador do restaurante) em sua primeira incursão ao passado de Paris. No filme, o restaurante é transformado em uma lavanderia, mas o legal é que o Polidor continua por lá e ainda pode ser visitado.

Locações do Filme Meia Noite em Paris

Outras locações do filme são:

  • Église Saint-Etiénne-du-Mont: onde Gil é resgatado todas as noites para o passado;
  • Hotel Le Briston, onde os personagens estão hospedados em Paris;
  • Mercado de Pulgas de Saint-Ouen: onde Gil conhece a adorável Gabrielle (Léa Seydoux);
  • Museu de l’Orangerie: onde as obras de Claude Monet podem ser vistas, um passeio legal para fazer após ou antes a visitação de Giverny;
Meia Noite em Paris: Roteiro pelas Locações do Filme
A beleza das obras de Monet no L’Orangerie
  • Escadarias de Montmartre: também locação de Amélie Poulain;
  • Parc Jean XXIII: um dos lugares mais adoráveis de Paris, atrás da Nôtre-Dame;
  • Margens do Rio Sena: onde ele passeia com Adriana (Marion Coutillard, do filme Piaf) ou também caminha sozinho (imagem do início do post);
  • Restaurante Maxim’s: o lugar onde Gil e Adriana viajam para o passado da Bélle Epoque;
  • Moulin Rouge: uma curiosidade é que o filme de Baz Luhrman “Moulin Rouge” não foi filmado na locação real;
  • Livraria Shakespeare and Company: locação também do filme “Antes do Pôr do Sol”.
Meia Noite em Paris: Roteiro pelas Locações do Filme
Personagens do filme passeiam por Versailles, uma das locações do filme

Finalmente, o filme termina em um dos meus lugares preferidos de Paris, a Ponte Alexandre III, justamente onde fui pedido em casamento. É onde Gil reencontra Gabrielle, a moça do mercado de pulgas. Mas não vou revelar mais para evitar spoilers.

O importante é que quem vai a Paris pode ter um pouco do gostinho da modernidade, dos velhos tempos dos anos 20 ou até mesmo da Era de Ouro da Bélle Époque.

Meia Noite em Paris: Roteiro pelas Locações do Filme
Seja nos anos 20 ou na Bélle Époque, é possível sentir a história de Paris a cada esquina

O certo é que todas essas locações são ótimos lugares para visitar em Paris. Vai por Woody Allen e inclua esses lugares cinematográficos na sua próxima viagem a Paris.

FICHA TÉCNICA:

Filme: Meia Noite em Paris (Midnight in Paris)
Ano: 2011
Direção: Woody Allen
Fotografia: Darius Khondji
País: Estados Unidos (Locações na França)
Cotação: ★★★★★

Meia Noite em Paris, filme de Woody Allen tem várias locações em Paris

© 2015 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.

Confira nosso roteiro em Paris

Fontes:
10 Amazing Locations from Midnight in Paris
Midnight in Paris – Movie Locations

 

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

25 comentários

  1. Adorei o texto, eu, assim como vocês, não sei o que amo mais, cinema ou viagem. E juntar os dois é sensacional! Adoro Meia Noite em Paris também, mas preciso voltar a Paris para ver as coisas com mais detalhes. E você citou Antes do Pôr do Sol, que é um dos meus filmes favoritos. Vou guardar o texto para um futuro retorno a Paris, quero ver isso tudo!

    1. Pois é, acho que esse é o grande lance. Tem muita gente que se decepciona porque a ficção não é igual à realidade. Como poderia? O legal é mesmo é observar os contrastes.

  2. Junto com O Destino de Amélie Poulain, já perdi a conta de quantas vezes vi Meia Noite em Paris, como foi comentado no post, são filmes que a cidade meio que é um personagem a parte e que coisa mais romântica ser pedido em casamento na Ponte Alexandre III, muito amor.

  3. Esse filme é realmente lindo! Adorei o post e a possibilidade de conhecer várias locações dele!

    bjs
    Dani Bispo

  4. Fabio, Paris anda me rondando faz mais de um ano já kkk. Amei as dicas e o vídeo. Precisando marcar essa viagem com urgência. E claro incluir esses lugares cinematográficos no roteiro 🙂 Bjs, Julia

    1. Obrigado Julia. Sou suspeito para falar de Paris, mas surpreendentemente tem gente que não gosta viu. Enfim, há viagens para todo tipo de viajantes. Mas para quem gosta de cinema, Paris é perfeita! Beijos.

  5. Adoro esse tipo de restaurante, estive em alguns que lembraram muito em SF, tal como o Rich Table, ou o Foreign Cinema. Parece realmente que estamos dentro de um cenário de filme, fazendo pedidos com um cardápio que acompanha a harmonia dos ambientes, faz a viagem ser memorável né não?! Muito bom post, abraços!

    1. Aeee Luiz, queria muito ter ido no Foreign Cinema quando estivemos em São Francisco, mas acabou não rolando. Mas são essas experiências que tornam a nossa viagem única. Abração e obrigado pelo comentário.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.