Buenos Aires: Um roteiro em Palermo Soho e Palermo Hollywood

Buenos Aires: Roteiro em Palermo Soho e Palermo Hollywood

Para mim, uma das coisas que mais me interessavam nessa viagem a Buenos Aires era conhecer melhor duas regiões bem diferentes do restante da cidade: Palermo Soho e Palermo Hollywood.

Palermo Soho se tornou a minha “casa” naqueles dias que me restavam ainda em Buenos Aires. Fiquei hospedado em um apartamento Airbnb, o que me deixava pertinho das principais atrações do bairro, como a simpática Plaza Serrano.

De lá, bastava cruzar a linha do trem para chegar em Palermo Hollywood, a região com nome cinematográfico que por conta do nicho de nosso blog (viagem e cinema), também me interessava conhecer melhor.

E além disso, lógico, conferir as principais áreas verdes de Buenos Aires. Como num passe de mágica, a Palermo hype se transforma numa Palermo mainstream. Os parques, ou bosques de Palermo são bastante frequentados, seja por turistas ou pelos próprios portenhos.

Nessa matéria, vamos mostrar o roteiro fizemos pelo bairro. Confira também, o que fazer em Palermo, o roteiro de nosso primeiro dia.

Buenos Aires: Um roteiro em Palermo Soho e Palermo Hollywood

Conheça melhor as ruas onde Buenos Aires fica ainda mais moderna e charmosa

1 – Bosques de Palermo: Parque 3 de Fevereiro

Manhã – 9h

Buenos Aires: Roteiro em Palermo Soho e Palermo Hollywood
Os bosques de Palermo trazem recantos belíssimos, como no Parque 3 de Fevereiro

Caso você conferiu a primeira parte do nosso roteiro em Palermo, viu que além do Jardim Botânico e do Jardim Japonês, ainda ficou faltando falar de um parque incrível do bairro. Por isso, antes de entramos em Palermo Soho, vamos conferir um dos lugares mais caprichados de Buenos Aires.

Para chegar lá, é preciso fazer uma breve caminhada a partir da Plaza Italia. Para quem não está hospedado em Palermo, essa é a principal porta de entrada da região, através da estação de metrô Plaza Italia, que fica na Avenida Santa Fé.

Confira as dicas para andar de metrô em Buenos Aires

Capriche na caminhada, que tangencia toda a extensão do Jardim Zoológico, para encontrar um dos parques mais lindos que eu já vi. Uma boa alternativa é ir de bicicleta ou de táxi, que é relativamente barato em Buenos Aires.

O Parque 3 de Fevereiro possui gramados surreais de tão verdes e bem cuidados (lembra muito os parques britânicos) e tem como cereja do bolo, o maravilhoso El Rosedal. É o maior parque e área verde da cidade, por isso cabe no gosto de tanta gente.

Buenos Aires: Roteiro em Palermo Soho e Palermo Hollywood
O verde do gramado do Parque 3 de Fevereiro impressiona: é bem vibrante

El Rosedal

Jardins de rosas e mais rosas fazem qualquer um se encantar. Note que apesar de ter visitado Buenos Aires 2 vezes antes, eu nunca tinha visto o Rosedal tão florido. Até mesmo os blogueiros que moram por lá comentaram da beleza das flores.

Então fica a dica, outubro e novembro (época da nossa visita) são bons meses para encontrar o rosedal no auge da sua beleza.

Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
As rosas do El Rosedal impressionam os visitantes: todo mundo quer uma foto entre elas
Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
O parque estava tão cheio que era difícil encontrar uma área sem muita gente em volta

A quantidade de flores (e a beleza delas) estava inesquecível. São cerca de 8 mil rosas, de quase 100 espécies diferentes.

Gostei tanto que fui 2 vezes nessa viagem. Passamos lá durante o passeio de bike promovido pela Biking Buenos Aires dentro da programação do Encontro de Blogueiros Brasileiros em Buenos Aires, e depois voltei para explorar melhor sozinho.

Uma curiosidade é que, em 2014, o Rosedal completou 100 anos.

Leia mais sobre o passeio de bike em Buenos Aires no blog Love and Travel

Buenos Aires: Roteiro em Palermo Soho e Palermo Hollywood
O belo jardim de rosas, El Rosedal, estava repleto de flores: são mais de 8 mil rosas

Pátio Andaluz

No Parque também rola um pedalinho em um dos lagos de Palermo (para quem gosta, eu acho um tédio), uma ponte bem bonita que atravessa o lago e o belíssimo Pátio Andaluz.

É uma praça com azulejos em tons de azul e vários desenhos, um presente de Sevilha para Buenos Aires, dado em 1929. Para quem gosta da Andaluzia, é uma forma de lembrar um pouco de uma das regiões mais especiais da Espanha.

Confira também o Jardim Botânico de Buenos Aires

Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
Pátio Andaluz, um dos lugares que merecem ser conferidos dentro dos bosques de Palermo

2 – Jardim Zoológico

Sinceramente, não sou muito fã de ir ao zoológico, mas para quem viaja com crianças, é uma opção de passeio em Palermo. A entrada custa ARS 250,00 (referência fevereiro/2017), o que é bem caro para um zoológico relativamente pequeno. Mas como nunca fui, infelizmente não posso dizer se o lugar vale a pena ou não.

Na dúvida, dê uma olhadinha nas opiniões do pessoal no TripAdvisor.

Não confundir com o Zoológico de Luján, que fica longe de Palermo e do centro de Buenos Aires.

Buenos Aires: Roteiro em Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo

3 – Palermo Soho

Tarde – 12h

Uma das ruas mais importantes do Palermo Soho chama Jorge Luis Borges. O nome da rua não é gratuito. O escritor argentino, famoso por suas obras de literatura fantástica (provavelmente o escritor argentino mais reconhecido no mundo) morou de fato naquele pedacinho de Buenos Aires, assim como Che Guevara.

Para quem se interessar, há um roteiro por alguns dos lugares frequentados ou habitados por Borges, não somente em Palermo.

Soho como em Nova York

O bairro é um dos mais sofisticados de Buenos Aires, mas não chega a ser esnobe. Pelo contrário, tem um aspecto descolado, com seu comércio moderno, alguns no estilo hippie chic, e restaurantes badalados. Por isso, atrai boa parte dos moradores mais legais da cidade.

O guia de Palermo no site do Airbnb chega a comparar o Palermo Soho de Buenos Aires com o bairro Soho de Nova York.

Buenos Aires: Palermo Soho
Caminhando pelas ruas de Palermo, não é raro encontrar os muros pintados
Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
Fique atento, então, aos muros de Palermo Soho: cores e visuais inovadores são frequentes

Em Palermo os restaurantes bons (e as parrillas) são inúmeros, mas calma que ainda é cedo para almoçar.

Circule com calma pelo bairro e fique atento às pinturas nos muros, em especial nos arredores da Plaza Julio Cortázar (ou Plaza Serrano). Cores e grafites são o destaque por aqui. O estilo das ruas reflete, obviamente, o estilo de seus moradores e frequentadores.

Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
O comércio também é um dos atrativos do Palermo Soho

A Plaza Armenia é até maior do que a Plaza Serrano (Julio Cortázar), mas tem menos atrativos. Nos fins de semana, o movimento pode compensar o pequeno desvio.

4 – Almoço no restaurante Lo de Jesus / La Malbequeria

Tarde – 14h

Depois de um passeio pelos bosques de Palermo, você provavelmente deve ter ficado morrendo de fome. Uma dica de restaurante em Palermo Soho é o Lo de Jesus, um restaurante bem tradicional que funciona no local desde 1953. Mas não fomos almoçar nele, e sim num restaurante e bar que fica anexo ao Lo de Jesus, a La Malbequeria, dos mesmos proprietários.

Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
Restaurante Lo de Jesus: opção tradicional em Palermo, desde 1953

La Malbequeria

O conceito da La Malbequeria é um armazém de vinhos (mais de 300 rótulos de Malbec e blends), que mistura restaurante e bar. O espaço é bem agradável e descontraído, e os clientes podem comer tapas ou parrillas em uma mesa mais alta, com banquetas. Mas lógico, há também a opção de comer em mesas mais tradicionais.

Como o lugar também vende vinhos com preços bem competitivos, é quase impossível sair de lá sem um Malbec na mão.

Leia mais sobre a La Malbequeria no Aqui me Quedo

Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de PalermoBuenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo

5 – Palermo Hollywood

Tarde: 16h

Com esse nome, é lógico que a gente tinha que dar uma passadinha na região. Para chegar lá, seguimos pela Rua Honduras e encontramos a linha do trem. Pronto, de um lado está Palermo Soho e depois da linha do trem, já estamos nos domínios de Hollywood.

Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
Poucas são as referências de cinema pelas ruas de Palermo Hollywood

Esse trecho de Palermo ganhou o nome devido a quantidade de estúdios de televisão, cinema e rádio que existem por lá. Há algumas (poucas) referências de cinema, no entanto, o que foi um pouco decepcionante. Mesmo assim, é super gostoso de caminhar, em virtude de suas ruas tranquilas e árvores frondosas.

Foi por lá que fomos conferir o cookie do Lab que nos foi recomendado pelo pessoal do tour do blog Aires Buenos. O cookie é bem saboroso e combina bem com um café, mas não é nada demais.

Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
Palermo Hollywood é um bom lugar para tomar um brunch, ou simplesmente um gostoso café acompanhado de um cookie

Compras e Jantar

Estique seu passeio para encontrar um bom restaurante para jantar na região, como o La Cabrera, um dos mais famosos de Buenos Aires. Ideal para comer a autêntica parrilla (pronuncia-se parrija, capriche no duplo erre) argentina.

Para outras dicas, confira 10 dicas de restaurantes em Palermo Hollywood no blog Aires Buenos

Buenos Aires: Palermo Soho, Hollywood e Bosques de Palermo
Restaurante em Palermo com algumas referências cinematográficas, do filme “O Poderoso Chefão”

Distrito Arcos

Voltando para a Avenida Santa Fé, passe no shopping Distrito Arcos, um centro de compras com várias lojas de grife e um espaço agradável ao ar livre.

O lugar era uma antiga estação ferroviária de Palermo e acaba virando um shopping bem charmoso. Quanto aos preços, não me pergunte, não sou muito adepto de compras, mas não achei nada muito barato.

Buenos Aires: Palermo Soho e Palermo Hollywood
Distrito Arcos é um centro de compras ao ar livre, localizado em Palermo

6 – Museu Evita

Não deu tempo para a gente fazer, mas o Museu Evita também fica em Palermo. Saiba mais no blog Viagem Cult como funciona esse passeio essencial para conhecer um pouco mais a história desse ícone argentino.

Museu Evita no Viagem Cult

No final das contas, conseguimos finalmente conhecer uma Buenos Aires menos conhecida e turística, mas igualmente interessante. Circular pelas ruas de Palermo é uma delícia, seja pelas pessoas que você irá ver, pelas cores e pinturas que você vai contemplar nas ruas ou, finalmente, pelas comidas que você, com certeza, não vai deixar de experimentar.

© 2017 Fabio Pastorello. Todos os direitos reservados. A reprodução de textos e/ou imagens não é permitida sem prévia autorização do autor.


O que fazer em Buenos Aires pela Segunda Vez no Turistando com a Lu

Leia também: Buenos Aires: 10 Dicas Práticas de Viagem

Este passeio fez parte do 1° Encontro de Blogueiros de Viagens em Buenos Aires, que aconteceu no fim de outubro de 2016. Foi um evento com participação de 7 blogs do Brasil organizado por 3 blogueiros brasileiros residentes em Buenos Aires:  Viagem Cult, AiresBuenos e Aquí me Quedo, que juntos (re)descobriram a cidade.

Encontro de Blogueiros em Buenos Aires


share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

8 comentários

  1. Ahh que lindo 🙂 Muito amor por Palermo Soho e Hollywood. Um dos lugares mais agradáveis que achei em Buenos Aires para passar os fins de semana e caminhar sem rumo admirando um show de arte a céu aberto. Os murais e as cores de Palermo Soho me encantam 🙂 E os cafés e restaurantes fofos nas esquinas :):) E o Rosedal? Ahh, só aumentou minha vontade de voltar hehehe.
    Beijos

  2. Adorei rever o roteiro. Quando li sobre a malbequeria lembrei me instantaneamente do gosto do vinho e das comidas (santa memória emocional) e o Rosedal vale várias visitas! É muito gostoso passear por Palermo e certamente são meus bairros preferidos da cidade. Parabéns pelo post!

  3. Que delicia ler esse post Fa. Me levou de
    Volta para um dia delicioso em Buenos Aires pelas ruas de Palermo. Adorei.

Deixe um comentário