Anchieta: Iriri e Praia dos Castelhanos – Espírito Santo

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos

O que fazer em Anchieta, no Espírito Santo, um de nossos destinos na expedição pelas praias do Espírito Santo.

Menos de 1 hora de carro separam as cidades de Anchieta e Guarapari, dois dos balneários que atraem mais turistas no litoral do Espírito Santo, localizados na região da Costa e da Imigração do Estado. Mas é incrível como uma distância tão pequena pode reservar tantas praias incríveis.

Nosso objetivo era conhecer a maior parte dessas praias. O roteiro de praias capixabas do Pocando no ES, um encontro de blogueiros que participamos no Estado, incluiu esses dois destinos em um fim de semana. Pocando é um termo capixaba que quer dizer que algo está bombando. E as praias de Anchieta e Guarapari pocam, digo, bombam, com certeza.

Dois dias seriam mais do que suficientes para conhecer essas cidades, não é? Ledo engano.

Somente Anchieta possui 30 quilômetros de litoral e 23 praias para conhecer. Obviamente, nossa passagem de 1 dia pela cidade permitiu apenas um recorte da cidade.

E como estamos falando de algumas das cidades mais bem estruturadas para receber os turistas, ainda sobra muita coisa para fazer além das praias, principalmente deliciosos restaurantes. Confira a seguir como foi nosso roteiro de viagem em Anchieta.

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos – Espírito Santo

Na região da Costa e da Imigração, seguimos os passos do Padre Anchieta pelas belas praias do sul do Espírito Santo

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos

De frente para a Praia da Areia Preta, em Iriri, sentamos no restaurante do Hotel Espadarte e somos recepcionados por uma deliciosa paella e um bobó de camarão. Eu fico naquela dúvida cruel: dou um pulinho na praia de mar esverdeado ou mergulho mesmo naquela paella deliciosa?

Mas eis que surge a Torta Capixaba pra competir com a paella. A torta é um prato preparado somente na época da Semana Santa, que reúne vários ingredientes típicos da gastronomia do Espírito Santo (como palmitos frescos e frutos do mar, como mariscos e camarões).

Você deve estar se perguntando: mas o propósito dessa viagem não era conhecer as melhores praias do Espírito Santo? Só está falando de comida.

Pois é, o povo capixaba gosta de receber tão bem os visitantes, que a gente não conseguia parar de degustar tantas delícias. Tinha gente que mudou o nome do encontro de blogueiros que estávamos participando. De Pocando no Espírito Santo para Rolando no Espírito Santo. Voltou todo mundo um pouquinho mais gordo.

Anchieta, região da Costa e da Imigração

Nosso primeiro contato no município de Anchieta, foi a deliciosa região de Iriri, a cerca de 100 km de Vitória.

Para chegar na região, é mais recomendável ir de carro. Isso porque o transporte público por lá existe, mas não é muito abrangente, especialmente para quem quer fazer turismo.

O balneário de Iriri

Iriri, na língua indígena, significa ostra, comum da região. De vila de pescadores, o lugar virou um dos balneários mais badalados do Espírito Santo.

A fama de Iriri é decorrente do capricho como a região é cuidada. Localizada ao sul do centro de Anchieta, Iriri tem um conjunto de moradores que se preocupam com a preservação de suas ruas e áreas comuns. Dizem que, quando da crise de segurança no Espírito Santo, quem estava no balneário não se preocupou, por conta de seu esquema de segurança interno.

Por conta desse cuidado com a beleza e o bem estar de seus visitantes, Iriri também conta com excelentes hospedagens (são mais de 40 opções de hotéis e pousadas). Fomos visitar o Hotel Espadarte, que fica na Praia da Areia Preta.

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos
Praia da Areia Preta, em Iriri, vista a partir do Hotel Espadarte

Terra de excelente gastronomia

Boa parte da fama de Iriri também se deve ao atrativo de sua excelente gastronomia (mais de 30 restaurantes).

Vale ficar ligado nos eventos gastronômicos da cidade, como o Festival Capixaba de Frutos do Mar, que em 2017 acontece de 11 a 15 de outubro tem extectativa de público de 40 mil pessoas. Na Praia da Costa Azul, é montada uma Praça Gastronômica com vários stands, com diferentes pratos, sabores e preços também.

Durante a nossa visita, o gerente do Hotel Espadarte, Paulo Maia, nos recebeu com uma sensacional paella e bobó de camarão, preparados pelo chef Gilson Surrage, um dos mais renomados da região.

O chef posou orgulhoso diante das deliciosas criações.

Alguns dos diferencias do Hotel Espadarte são a vista incrível para a Praia da Areia Preta, o serviço de praia (é o único do Estado que possui serviço de espreguiçadeiras, sombreiras e atendimento na areia) e o passeio de barco que eles organizam, até a Ilha dos Cabritos.

Clique aqui para consultar tarifas e disponibilidade no Hotel Espadarte

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos
O chef Gilson Surrage apresenta uma sensacional paella em Iriri

Praia da Areia Preta

Em frente ao hotel, está a Praia da Areia Preta. O nome vem de suas areias monazíticas, que possuem tom mais escuro. Esse tipo de areia é indicada para o tratamento de artrite e reumatisco, por isso atrai turistas mais idosos.

Mesmo com a areia “preta”, a cor do mar impressiona, bem verde e tranquila. O mar bem calmo é indicado para a prática de esportes como o SUP, mas também é ideal para famílias com crianças, justamente porque o mar não oferece muito risco.

Em conjunto com toda a estrutura de Iriri, a praia acaba sendo uma das mais deliciosas e badaladas do Espírito Santo, então na alta temporada também atrai um público jovem. Ou seja, já viu que de crianças até idosos, tem várias maneiras de curtir essa praia.

Praia da Costa Azul, Torta Capixaba e o Restaurante Recanto da Pedra

Depois do almoço, quem diria, nossa sobremesa nem foi um doce, mas um prato típico capixaba: a Torta Capixaba.

Associação Iriri Vivo nos convidou para degustar a deliciosa torta, preparada pelo chef André Cicilioti. O chef comentou um pouco sobre a tradição do prato e seu modo de preparo, antes servir os pedaços de torta em uma linda apresentação, envoltos em folhas de bananeira. Todo mundo adorou.

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos
A Torta Capixaba, feita com palmito fresco e frutos do mar, é um dos pratos típicos do Espírito Santo

A degustação aconteceu no Restaurante Recanto da Pedra, ainda em Iriri.

O restaurante possui um delicioso ambiente encostado em uma pedra, com uma vista espetacular para a Praia da Costa Azul. Por isso, um dos charmes por aqui é comer com uma bela vista da praia.

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos
Praia da Costa Azul, vista a partir do Restaurante Recanto da Pedra

Santuário Nacional São José de Anchieta

Toda essa região ao sul do Espírito Santo tem bastante influência da passagem do Padre José de Anchieta por lá. O jesuíta que foi canonizado santo em 2014, iniciou o povoamento do local em 1565 e viveu seus últimos anos de vida em Anchieta.

Anchieta é uma das cidades mais antigas do Espírito Santo e do Brasil.

A caminhada “Passos de Anchieta” é uma das opções de turismo religioso da região. Em um percurso de 100 quilômetros a partir de Vitória, os peregrinos têm a oportunidade de percorrer o mesmo caminho de Anchieta.

No centro da cidade, visitar o Santuário São José de Anchieta é estar mais perto desse santo. Como a construção fica no alto de um morro, a vista lá do alto é bem abrangente, mas o interessante mesmo é visitar a Igreja, o Museu e a Cela onde o Padre viveu.

No lugar, também, fica mais um letreiro do turismo do Espírito Santo, o #Amor<3s, que visa incentivar os visitantes a compartilhar seu amor pelo Estado.

Site oficial do Santuário Nacional São José de Anchieta

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos
Blogueiros do Pocando no ES reunidos em frente ao Santuário de Anchieta

Praia de Castelhanos

Para encerrar o dia em Anchieta, eu me separei um pouco do grupo. O pessoal do Pocando no ES seguiu para um passeio de barco no Rio Benevente, e eu segui para a Praia de Castelhanos, considerada também uma das melhores praias da cidade.

Desci o morro onde se situa o Santuário de Anchieta e cheguei no centro da cidade, bastante tranquilo mesmo para um dia de sábado. Fui caminhando até um ponto de ônibus, mas no final das contas, me inspirei nos passos de Anchieta e acabei indo a pé mesmo. Olhei no Google Maps e parecia tão pertinho.

São pouco mais de 5 km até a praia. O primeiro trecho é tranquilo, caminhando pela Avenida Beira Mar. Mas depois é preciso subir um morro e depois descer, para afinal chegar na reservada Praia de Castelhanos.

Cheguei lá já no fim de tarde, e não sei se já pelo cansaço, achei a praia uma delícia, com boa infraestrutura, bem tranquila e até com umas piscinas naturais.

E os passos de Anchieta continuaram a me inspirar, tanto que segui caminhando até a Rodovia do Sol, para encontrar o pessoal do Pocando novamente. Também depois de tanta paella, bobó de camarão e torta capixaba, o negócio é bancar o andarilho para queimar algumas calorias.

O que fazer em Anchieta ES: Iriri e Praia dos Castelhanos
Pôr do sol na Praia dos Castelhanos, uma das mais queridas de Anchieta

Saiba mais sobre Anchieta no site do Descubra o Espírito Santo

Fonte: Prefeitura Municipal de Anchieta

Leia também:

Leia também: O que fazer em Marataízes: Praias e Pontos Turísticos

O blog Viagens Cine participou do Encontro de Blogueiros Pocando no ES e ainda contou com o apoio logístico da SETUR/ES – Secretaria de Turismo do Espírito Santo. As hospedagens, alimentação e alguns passeios foram cedidos em parceria, mas as opiniões aqui expressas representam nossa livre opinião sobre os lugares visitados. Nossos enormes agradecimentos pelo suporte de todos os parceiros, que viabilizaram essa jornada.

Organização: Capixaba na Estrada, Universo Fox
Guia Oficial: Guia & Turismo
Apoio: Quality Suites Vila Velha, Chácara Feliz Pousada, Hotel Guara Pousada, Go Inn Vitória, Ibis, Orquídea Café
Transportadora Oficial: Latam Airlines
Apoio Institucional: Guarapari Convention, Prefeitura de Anchieta, Governo do Estado do Espírito Santo, AHTG
Parceiro: Wis, RDV Confecções, Associação Iririvivo, Café Caramelo, Chocolateria Brasil, Espadarte Hotel, Cervejaria Barba Ruiva, Viagema, Alfa, Restaurante Week, CDC, Hotel Ilha do Boi, Cantina Mattiello
Agradecimento: Pousada Mar e Mata, Claids, Aprendiz de Viajantes, Escritório Arte Dayse Resende, Qual é Quadrinhos, Restaurante Atlântica, Pedra Azul Ecotur, Laticínio Lorena, Loja Beleza Capixaba, Bristol Hotels


share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

8 comentários

  1. Adorei o post, Fabio! E acredita que não conheço a praia de Castelhanos? Tá na listinha de lugares a ir, mas sempre protelo! Agora só me deixou com mais vontade!

    1. Com certeza, mas o Pocando foi ótimo para a gente conhecer e ver tudo o que a região tem para oferecer!!! Um desses lugares que deu vontade de voltar e ficar hospedado por lá.

Deixe um comentário