Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Museu do Amanhã e Mural do Kobra

Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  

Píer Mauá, Museu do Amanhã, Mural Etnias do Kobra, esses são alguns lugares do Rio de Janeiro que nós ainda não conhecíamos quando escrevemos o texto O que fazer no Centro do Rio de Janeiro aqui no blog.

O centro do Rio já possui lugares imperdíveis, como os que citamos naquele post.

Mas era preciso incluir esses novos pontos de interesse também incríveis. Todos eles fazem parte do projeto Porto Maravilha, com objetivo de revitalizar a região portuária do Rio. O projeto Porto Maravilha possui uma área de 5 milhões de metros quadrados, delimitada pelas Avenidas Presidente Vargas, Rodrigues Alves, Rio Branco, e Francisco Bicalho.

E partimos para esse roteiro a pé pelo Porto Maravilha do Rio de Janeiro. O passeio reserva pontos turísticos imperdíveis na cidade do Rio de Janeiro, como o fantástico Museu do Amanhã (inaugurado em dezembro de 2015) e o Mural Etnias de Eduardo Kobra, no Boulevard Olímpico.

Confira a seguir algumas imagens e informações sobre essas atrações do Rio de Janeiro.

Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Píer Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra

Conheça as principais atrações do Porto Maravilha, projeto de revitalização da zona portuária do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  

 

Porto Maravilha e Museu do Amanhã – Como Chegar de VLT

  • Para chegar nessa região, a melhor alternativa é pegar o VLT Carioca. O sistema de transporte é rápido, limpo e extremamente eficiente.
  • Em todas as paradas do VLT, existem terminais de autoatendimento onde você pode comprar o Bilhete Único Carioca Pré-Pago e recarregar o cartão.
  • Para pagar, é possível usar dinheiro, moeda e cartão de débito.
  • O custo da passagem é de R$ 3,80 (ref. dez/2017).
  • Uma outra alternativa é comprar o Cartão RioCard. O cartão é vendido em pontos específicos (nós compramos na Estação de Metrô Siqueira Campos) e vale tanto para o metrô, ônibus e VLT.
  • Atenção, não confundir com o cartão MetrôRio, que não vale no VLT.

Confira o passo a passo de como chegar no Museu do Amanhã.

Museu do Amanhã e Pier Mauá - Como Chegar

  • De metrô, é possível ir caminhando a partir da estação Uruguaiana (vide mapa acima).
  • Mas o caminho mais recomendado é ir até a estação de metrô Cinelândia e de lá pegar o VLT (linha azul, sentido Praia Formosa).
  • Da estação Cinelândia são 5 estações até a Parada Estação dos Museus, que fica bem em frente ao Pier Mauá e Museu do Amanhã.

Mapa VLT - Museu do Amanhã Como Chegar

1 – Museu do Amanhã

Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  
Planeje bem seu tempo: há muito o que ver na área externa, antes de entrar no Museu do Amanhã, como o letreiro Rio Te Amo na Praça Mauá

Antes de entrar no museu, nós perdemos um bom tempo conhecendo e tirando fotos na Praça Mauá e na área externa.

Projeto arquitetônico e paisagístico

  • O projeto arquitetônico do espanhol Santiago Calatrava é impressionante. O espaço do Museu do Amanhã ocupa 15 mil metros quadrados dessa área revitalizada do centro do Rio, chamada de Porto Maravilha.
  • O prédio é cercado por espelhos d’água, jardim, ciclovia e área de lazer. O paisagismo é assinado pelo escritório Burle Marx e utilizou cerca de 26 espécies nativas.
  • No total, a área completa do museu e área externa soma 34,6 mil metros quadrados do Pier Mauá.

“A ideia é que o edifício fosse o mais etéreo possível, quase flutuando sobre o mar, como um barco, um pássaro ou uma planta”, conta o arquiteto espanhol Santiago Calatrava, responsável pelo projeto. O objetivo foi alcançado, a construção harmoniza perfeitamente com a natureza do Rio de Janeiro. “O edifício é como um organismo e se relaciona diretamente com a paisagem.”

Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra
Área externa do museu tem projeto paisagístico do escritório Burle Marx

Dentro do Museu: Cosmos, Terra e Amanhã

  • O Museu do Amanhã é um espaço único no mundo: um museu que se dedica a pensar o modo como interagimos com o mundo e como podemos pensar um amanhã melhor.
  • Para isso, o museu oferece várias atividades interativas, que têm bastante apelo sobre todos os visitantes. Esqueça qualquer preconceito de que museu é um lugar entediante, são mais de 40 experiências possíveis.
  • Vale também ficar de olho nos tours guiados. Nesse caso, na chegada há a projeção do filme Cosmos (em 360 graus) e logo em seguida o visitante pode seguir um guia do museu.
Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  
Cubos de 7 metros de altura são encontrados no segmento Terra
  • A exposição principal e permanente (no segundo andar) é dividida em 5 grandes áreas: Cosmos, Terra, Antropoceno, Amanhãs e Nós.
  • Fique atento ao segmento Terra, com 3 cubos de 7 metros de altura cada.
  • A projeção do Antropoceno, que fica no centro da exposição principal, é impactante. 6 totens de 10 metros de altura cada, mostram o nosso hoje e como estamos mudando o planeta.
  • O museu também conta com exposições temporárias, vale ficar atento na programação.
Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  
Entrada do Museu do Amanhã: para evitar filas, garanta seu ingresso online

Dicas Práticas

  • É possível comprar o ingresso online com antecedência. O processo é bem tranquilo e prático.
  • Você agenda um dia e horário e deve chegar num intervalo de 1 hora do determinado (se marcou para as 10h, pode chegar das 10h até 10h59).
  • Na hora da chegada, existe uma fila diferenciada (bem mais rápida de quem ainda vai comprar o ingresso).
  • O ingresso custa R$ 20,00 (R$ 10,00 a meia, ref. dez/2017).
  • O museu funciona de terça a domingo, das 10h às 17h.
  • Se possível, agende o primeiro horário. É quando o museu ainda está tranquilo para visitação.
  • Na entrada, existe guarda-volumes para as mochilas. Mas é possível entrar com máquinas fotográficas e fotos são permitidas sem flash.
Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  
Composto por várias áreas interativas e de grande impacto, o museu está longe de ser entediante

Visite o site do Museu do Amanhã para saber mais

2 – Museu de Arte do Rio (MAR)

Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  
O Museu de Arte Moderna (MAR) também faz parte do complexo de museus da Praça Mauá
  • Na Praça Mauá, também se encontra o Museu de Arte do Rio, que também é recente, mas já existia antes do projeto Porto Maravilha. O MAR foi inaugurado em 2013.
  • O museu é composto por dois prédios interligados: um deles antigo (antigo palacete de D. João VI) e outro novo (onde funciona a Escola do Olhar).
  • Note a cobertura ondulada que interliga os dois prédios, obra do escritório carioca Bernardes + Jacobsen.

Dicas Práticas

  • Não é preciso comprar ingresso com antecedência, mas o museu também oferece compras online.
  • O ingresso custa R$ 20,00 (R$ 10,00 a meia, ref. dez/2017).
  • O museu funciona de terça a domingo, das 10h às 17h. Às terça-feiras, a entrada é gratuita.
  • O site não possui acervo permanente, é composto de exposições temporárias. Consulte no site do museu.
  • Na entrada, existe guarda-volumes para as bolsas e mochilas. Mas é possível entrar com máquinas fotográficas e fotos são permitidas sem flash.

Leia mais sobre o Museu de Arte do Rio no site oficial

3 – Mural Etnias de Eduardo Kobra

Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  
Transporte VLT circula próximo do Mural Etnias, destaque do Píer Mauá
  • O painel assinado pelo muralista Eduardo Kobra possui 2500 m². São 15 metros de altura e 170 metros de comprimento.
  • Kobra é um dos artistas mais famosos e prestigiados da atualidade, tanto no Brasil como no exterior.
  • Como foi realizado para as Olimpíadas, o painel representa os 5 aros olímpicos: cada figura humana retratada pelo artista representa um continente e uma etnia.
Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  
Mural Etnias de Kobra foi considerado o maior do mundo até 2016: nessa imagem a representação da etnia dos supi, da Europa
  • O painel Etnias demorou mais de 2 meses para ser concluído.
  • Em agosto de 2016, a obra foi considerada o maior mural do mundo, inclusive entrando para o Guiness, Livro dos Recordes.

“Pelo que consta no livro dos recordes, esse mural aqui acabou se tornando o maior mural do mundo. Já é um recorde pra mim, que é o meu maior mural. Os dois maiores murais que eu já fiz são aqui no Rio de Janeiro, um em Macaé com 2.200 metros e agora esse aqui com cerca de 3 mil metros. Espero que esse mural se torne sim o maior do mundo”, declarou Kobra na época.

  • Em 2017, Kobra quebrou seu próprio recorde com outro mural, numa fábrica de chocolates em São Paulo. O novo mural possui 5.472 m².
  • As etnias registradas são as seguintes, começando de mais próximo da Praça Mauá:
    • os mursi, da Etiópia (África)
    • os kayin, da Tailândia (Ásia)
    • os tapajós, do Brasil (Américas, fica bem no centro do painel)
    • os supi, da Sibéria (Europa)
    • os huli, da Nova Guiné (Oceania).
  • Infelizmente parte da área estava em reformas, e as obras ficavam bem na frente da imagem dos tapajós. Isso atrapalhou um pouco nossos registros.
Rio de Janeiro: Um roteiro pelo Pier Mauá, Museu do Amanhã e Mural Etnias de Eduardo Kobra  
Diante da figura do painel de Kobra, que representa o continente africano

Boulevard Olímpico e Grafites

  • Para chegar no mural, é bem simples. A partir do Museu do Amanhã, basta ir caminhando pelo Boulevard Olímpico.
  • A região foi revitalizada e é segura, com grande fluxo de turistas e também de comerciantes. Na região do Píer Mauá também há espaços para eventos e recebe o YouTube Spaces, espaço de produção e educação do YouTube.
  • Também é possível chegar através do VLT.
  • Fique ligado também para os outros muralistas que expõe sua obra no lugar. Caminhando até o AquaRio é possível encontrar vários grafites.

Outras Atrações do Porto Maravilha

Leia também
O que fazer no centro do Rio de Janeiro

Saiba mais sobre os 10 Melhores
Pontos Turísticos do Rio de Janeiro

Tags:
share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

3 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.