O que fazer em Jericoacoara: Dicas e Roteiro de Viagem

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará

O que fazer em Jericoacoara? Qual o nosso roteiro de viagem e quantos dias ficar por lá? Confira a seguir algumas dicas importantes na hora de planejar sua viagem até Jeri.

Uma coisa é certa: Jericoacoara já foi considerada uma das praias mais bonitas do mundo.

Em 2017, Jericoacoara entrou na lista dos melhores destinos em alta do mundo. Com isso, a Jeri que visitamos em 2018 não é a mesma de nossa última vez por lá, em 2012. Muito mais turistas, passeios, restaurantes, pousadas e bugueiros transformaram Jeri num lugar ainda mais efervescente.

Confira a seguir todas as dicas para visitar Jericoacoara: como chegar em Jericoacoara, onde ficar hospedado e quais opções de locomoção na vila.

E já as ruas da vila são todas cheias de areia, o trânsito com veículos de passeio é difícil, então aqui você irá conhecer algumas dicas e alternativas.

Vale também conhecer os principais passeios da região e um pouco mais do Parque Nacional de Jericoacoara, suas dunas, lagoas e formações geológicas como a famosa Pedra Furada.

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas de Viagem – Ceará

Como Chegar, Quando Ir (Melhor Época) e Melhores Passeios em Jericoacoara

Roteiro de Viagem – Jericoacoara em 4 dias

Onde Ficar em Jericoacoara – Melhores Hotéis e Pousadas

Dia 1 – O que fazer em Jericoacoara: Chegada e Duna do Pôr do Sol
Dia 2 – Caminhada até a Pedra Furada e Farol do Serrote
Dia 3 – Litoral Oeste: Passeio de Bugue até Tatajuba
Dia 4 – Litoral Leste: Lagoa Azul e Lagoa do Paraíso

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará

1 – Porque Conhecer Jericoacoara

  • Jericoacoara é um dos destinos mais prestigiados não somente do Ceará, como do Brasil. Em determinados momentos, também foi um dos destinos internacionais mais prestigiados, quando a praia de Jericoacoara foi considerada pelo jornal americano Washington Post, em 1994, uma das melhores praias do mundo.
  • Hoje a praia não entra nem na lista das 10 melhores praias do Guia 4 Rodas, que costuma privilegiar praias de difícil acesso ou praias menos conhecidas.
  • Mas entrou recentemente na lista das melhores da Terra do Huffington Post e terceira na lista dos destinos em alta do mundo, na lista do TripAdvisor 2017.

Parque Nacional de Jericoacoara

  • É bem verdade que Jeri mudou muito nos últimos anos. Eu estive em 1995, depois em 2012 e agora em 2018, e foram viagens bastante distintas.
  • A natureza em parte permanece intocada, uma vez que Jericoacoara faz parte de um Parque Nacionale o acesso permanece não sendo tão fácil.
  • Mas a grande quantidade de veículos circulando pela região pode estar afetando parte das dunas do parque. O número de veículos cresceu para cerca de 400 carros.
  • A fama que já atravessou continentes tornou a praia um point internacional. Entre os turistas internacionais, os franceses e os italianos são os mais entusiastas.
O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará
Jericoacoara já entrou em várias listas dos melhores destinos para conhecer no mundo

2 – Quando Ir (Melhor Época)

  • Faz bastante sol no Ceará, mas existe uma época de chuvas por lá, assim como em toda a Rota das Emoções.
  • Os meses mais chuvosos, segundo o site Holiday Weather, vão de janeiro a junho. É comum, aliás, que as chuvas do primeiro semestre encham ainda mais as lagoas de Jericoacoara.
  • A partir de agosto, as chuvas diminuem e as horas de sol aumentam. É a partir dessa época que algumas lagoas começam a diminuir o volume ou até secar. Não é o caso da lagoa mais famosa de Jericoacoara, a Lagoa do Paraíso, que não costuma secar.
  • Por ser época de férias para os europeus, o mês de agosto é muito procurado pelos estrangeiros. Por conta do aumento da procura, os preços também podem aumentar.
  • A temporada de esportes como kitesurf e windsurf, começa em julho, com o aumento da quantidade de ventos. Venta muito de agosto a dezembro.

3 – Como Chegar em Jeri

Ao chegar, uma novidade é a Taxa de Turismo Sustentável. Uma cobrança de R$ 5,00 por dia de permanência em Jeri, que é cobrada em diversos pontos de acesso a Jericoacoara.

Após o pagamento, você recebe um formulário que deve ser apresentado na entrada da vila, na pousada em que você vai ficar hospedado e na saída de Jeri. Guarde o papel até o final da viagem.

Transfer Privativo

  • Para quem preferir a opção mais rápida e confortável, vale apostar no transfer privativo, que leva cerca de 4h30 sem precisar trocar de veículo.
  • A viagem custa R$ 550,00 o veículo (até 4 pessoas) e seguimos direto em um amplo veículo 4×4 com ar condicionado e música personalizada (sincronizamos nossa playlist com o carro). Adoramos.
  • Fizemos esse percurso com a Jeri Off Road que além do transfer também opera vários passeios em Jeri e na Rota das Emoções.
  • Uma outra alternativa é fazer esse roteiro de Fortaleza até Jericoacoara passando por várias praias no caminho. O roteiro da Jeri Off Road passa por Lagoinha, Guajirú, Flecheiras, Mundaú, Icaraizinho e outras praias do litoral oeste do Ceará custa R$ 950,00 por veículo. Há ainda a opção de fazer um pernoite no meio do caminho (R$ 1.600,00 por carro).
  • Os preços são os mesmos no sentido inverso (de Jeri para Fortaleza).
O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará
Depois de encarar algumas horas de estrada, todos os viajantes têm garantido um delicioso descanso nas redes de Jeri

Viagem de Ônibus

  • Fazer essa viagem de ônibus é bem cansativa e pode durar quase o dobro do tempo de um transfer privativo. Mas para quem precisa economizar e não encontrou mais pessoas para dividir um carro privativo, é a melhor opção.
  • A empresa Fretcar tem de 1 a 3 horários diários (dependendo da demanda) e os ônibus saem da rodoviária de Fortaleza. É possível também pegar o ônibus no aeroporto de Fortaleza ou na orla, em frente à feira de artesanato na Avenida Beira Mar. Ali perto também existe um quiosque com ponto de venda.
  • Portanto, quem pega o ônibus na rodoviária, pode ter sua viagem prolongada em mais 1 hora (que foi o nosso caso em 2012), pois o ônibus ainda passa no aeroporto e na orla para pegar outros passageiros. Mas atenção, não são todos os ônibus que fazem esse percurso.
  • A viagem de ônibus dura cerca de 5 horas até Jijoca (a partir da rodoviária de Fortaleza), onde o passageiro troca de ônibus para uma jardineira.

Parada em Jijoca

  • O trecho de Jijoca até Jeri já está incluso no valor da passagem e a jardineira só parte depois da chegada do ônibus de Fortaleza – há um pequeno período de espera para a jardineira sair.
  • De Jijoca, a jardineira segue por mais cerca de 1h30min até Jericoacoara. Os horários podem variar de acordo com o trânsito e com a quantidade de paradas para pegar passageiros.
  • Ao todo, o tempo estimado pode chegar a 7h de viagem.
  • Consulte no site da Fretcar os horários e valores atualizados. Em setembro de 2018, o percurso custava R$ 85,00 por pessoa.
  • Os preços e condições são os mesmos para fazer o sentido inverso (de Jeri para Fortaleza).

Jericoacoara em carro próprio

  • Para quem quiser ir de carro próprio ou alugado, lembre-se que a partir de determinado ponto não há mais asfalto e os caminhos são de areia, portanto é recomendável o auxílio de guias locais para conduzir o seu carro.
  • É muito comum encontrar carros atolados no percurso. Todo cuidado é pouco.
  • Veja nesse post do Rodando pelo Ceará como foi a experiência deles.

Rota das Emoções

Rota das Emoções também é um bom meio de chegar na região. A rota é um circuito entre Jericoacoara e os Lençóis Maranhenses, passando pelo estado do Piauí, que possui diversas atrações turísticas interessantes, como o Delta do Parnaíba.

  • Em 2018, fizemos esse caminho começando em São Luís e terminando em Fortaleza. A logística dessa viagem é um pouco complicada, recomendo consultar nosso post de como organizar a Rota das Emoções por conta própria.
  • O circuito inverso pode ser mais interessante, já que encerrar a viagem nos Lençóis Maranhenses pode ser um desfecho com chave de ouro. Leia mais sobre os Lençóis Maranhenses aqui no blog.

Uma outra opção, que não gosto de comentar, são excursões bate-volta a partir de capitais próximas a Jeri, como partindo de Fortaleza ou Teresina. Acho muito cansativo, mas pode ser uma alternativa para quem não tem mais tempo.

4 – Onde Ficar em Jeri

  • Os viajantes podem optar em se hospedar na vila de Jericoacoara, na Praia do Preá ou ainda em Jijoca de Jericoacoara, próximo da Lagoa do Paraíso.
  • Ficar na vila de Jericoacoara é, definitivamente, a melhor opção. A vida noturna de Jeri é muito movimentada, com várias opções de restaurantes, sorveterias, bares e baladas noturnas. Tem até uma mini “passarela do álcool”, com várias barracas de bebidas em círculo em torno de um DJ.
  • Para quem optar por ficar em outros lugares, terá a opção de uma viagem bem mais pacata e tranquila. Locomover-se e conseguir fechar passeios também pode ficar um pouco mais difícil.
  • Em Jeri, a vila é pequena e não há muito o que errar em termos de localização. Algumas pousadas mais distantes demandam um tempinho de caminhada maior, que pode ser um pouco mais cansativo pelo fato das ruas serem de areia.
  • Vale conferir nosso post com as dicas das melhores hotéis e pousadas em Jeri. Desde pousadas bem baratas até hotéis sofisticadas, tem opções para todos os gostos e bolsos.

Sugerimos a leitura: Onde Ficar em Jericoacoara – Melhores Hotéis e Pousadas

5 – O que fazer em Jeri – Melhores Passeios

  • Em Jericoacoara, as ruas são de areia. Asfalto nem pensar.
  • O melhor meio de se locomover por lá é de buggy, de moto ou de carros maiores como caminhonetes (Toyotas). E lógico, andar a pé é outra opção.

1 – Passeio de Buggy

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará
A Praia de Mangue Seco é uma das novas vedetes dos passeios de buggy em Jericoacoara
  • Algumas agências locais oferecem passeios de buggy pela região, os mais comuns são para Tatajuba (Litoral Oeste) e para a Lagoa do Paraíso (Litoral Leste).
  • Os preços giram em torno de R$ 300,00 a R$ 350,00 por carro, que comporta até 4 pessoas.
  • Encontrar pessoas para dividir um buggy não é difícil. Jeri está quase sempre muito cheia, então tem sempre alguém querendo fechar um passeio.
  • Na dúvida, procure auxílio com a sua pousada. Eles têm contato com grupos de whatsapp e mandam mensagens questionando carros que precisam completar o número de passageiros.
  • Finalmente, há inúmeras agências operando esses passeios. Nós sugerimos contratar uma empresa com recomendação, seja de sua pousada ou de sites como o TripAdvisor.
  • Nós recomendamos a Jeri Off Road, que possui desde os passeios básicos até roteiros exclusivos.
  • Alguns passeios são realizados com veículos 4×4 com ar condicionado. Mas o passeio de buggy sempre tem aquele contato maior com a natureza.

2 – Litoral Oeste de Jericoacoara: Passeio até Tatajuba

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará
A Lagoa Grande, em Tatajuba, tem atividades de tirolesa e toboágua, além de ser parada do almoço do passeio de buggy
  • Todos os passeios de buggy começam buscando os passageiros em suas pousadas. Dali, seguimos para um trecho da praia de Jericoacoara até o Rio Mangue Seco.
  • É por lá que rola o passeio no rio para ver os cavalos marinhos. É um passeio opcional, que custa R$ 15,00 por pessoa.
  • Todos embarcam em uma jangada que navega próximo ao mangue para localizar os cavalos marinhos. Muita gente se decepciona com o passeio, pois é um pouco difícil ver os cavalos marinhos. Quando eles são vistos, o jangadeiro pega o animal e coloca num frasco, fazendo circular para fotos entre os turistas.
  • Minha sugestão é pedir para o bugueiro pular essa parada.
  • Na sequência, atravessamos o rio Guriú (já no munícipio de Camocim) e paramos na Praia de Mangue Seco, onde ficam várias raízes de árvores criando um cenário muito pitoresco. No local, eles colocaram vários balanços rendendo fotos incríveis.
  • Dali começa uma aventura pelas Dunas de Tatajuba até chegarmos na Lagoa Grande, onde rola parada para almoço e atividades como tirolesa e toboágua.
  • Antigamente o passeio ia até a Lagoa da Torta e até a antiga Tatajuba (soterrava pelas dunas), mas os passeios recentes não vão mais até esses locais.

3 – Litoral Leste de Jericoacoara: Pedra Furada, Lagoa Azul e Lagoa do Paraíso

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará
A Lagoa do Paraíso possui vários restaurantes e pontos de apoio, como o famoso Alchymist
  • Esse passeio passa por alguns dos pontos turísticos mais famosos de Jericoacoara.
  • O primeiro deles é a Pedra Furada. Ao contrário do que se pode imaginar, é importante alertar que o buggy não pára perto da Pedra, é preciso caminhar cerca de 1 km até o local, que fica isolado por pedras e só tem acesso caminhando.
  • Mas a caminhada vale a pena. No caminho presta atenção na Pedra do Frade, de determinado ângulo é possível ver a silhueta do rosto de um frade na pedra.
  • E nos dias de maior movimento, pode rolar até fila para tirar foto no cartão postal.
  • A Árvore da Preguiça é outra atração que pode ter uma filinha para tirar a foto.
  • Depois seguimos para a Praia do Preá (breve parada para fotos) e Lagoa Azul, no município de Cruz. A Lagoa Azul tem volume de água cada vez menor, mas ainda é uma parada interessante.
  • Finalmente, o ponto alto é a Lagoa do Paraíso. São vários restaurantes e pontos de apoio com diferentes características, do Alchymist Beach Club (que cobra entrada de R$ 20,00 por pessoa e tem os preços mais caros para bebidas e refeições) até o Paraíso Natural (com entrada grátis e menos cheio do que o Alchymist).
  • Escolha o seu ponto de apoio e caia em uma das redes nessa lagoa paradisíaca.

4 – Lagoa do Paraíso: lotação com moradores do local

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará
Vale visitar a Lagoa do Paraíso em mais de um dia e em mais de um ponto de apoio
  • Para chegar na Lagoa do Paraíso, também existe uma alternativa ao passeio de bugue.
  • Existem caminhonetes (Toyotas) que circulam pela vila de Jericoacoara oferecendo transporte até Jijoca.
  • No caminho eles passam pela Lagoa do Paraíso. Você pode combinar com o motorista em que barraca quer ficar na lagoa (já que o lugar é bem grande) e marcar o horário para ele te buscar de volta.
  • Essa é uma boa opção para conhecer um ponto de apoio adicional na Lagoa do Paraíso. O Restaurante do Paulo, o restaurante Nova Esperança e o Lua Nova são paradas bem conceituadas.
  • O trajeto ida e volta sai por R$ 50,00. A economia não é lá muito grande em relação ao passeio de buggy, mas vale pela opção de poder ficar quanto tempo você quiser na lagoa. Há carros circulando até o fim do dia.

5 – Caminhada até a Pedra Furada

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará
Seja a pé ou através do passeio de buggy, a Pedra Furada é o cartão postal de Jericoacoara
  • Caminhar em Jericoacoara também é uma das opções do que fazer em Jericoacoara.
  • Para a Pedra Furada, por exemplo, é possível ir caminhando. Ao chegar na praia de Jericoacoara, é só virar à direita, passar pela Praia da Malhada e caminhar mais cerca de 30 minutos até a Pedra Furada.
  • A caminhada até a Pedra Furada é bem interessante, pois no caminho existem várias formações geológicas interessantes, e só pode ser realizado na maré baixa.
  • Na maré alta, é preciso fazer o percurso pelo alto do Morro do Serrote. Caminhe até o fim da Rua do Forró e você irá encontrar o caminho de acesso.
  • Tá com preguiça? Charretes também fazem esse percurso, por R$ 50,00 ida e volta.
  • Do alto do Morro do Serrote, os mirantes são impressionantes. Mas a caminhada é mais cansativa do que pela praia.

6 – Duna do Pôr do Sol

O que fazer em Jericoacoara em 4 Dias: Dicas e Roteiro de Viagem - Ceará
No final de todos os dias, ir até a Duna do Pôr do Sol é o programa imperdível entre as opções do que fazer em Jeri
  • Outra das opções de o que fazer em Jericoacoara em que é possível chegar caminhando é a Duna do Pôr do Sol, que fica próximo da vila de Jericoacoara.
  • Todos os passeios terminam por volta das 16h, então dá tranquilamente para terminar todos os dias com o pôr do sol na duna.
  • O único senão é subir a duna, que pode ser um pouco cansativo, mas com certeza o visual de lá de cima compensa.
  • No caminho, também se prepare para muita areia e vento forte.
  • Só um detalhe, principalmente para as mulheres. Como as ruas são todas de areia, atenção para os calçados que você irá levar, a melhor opção são sandálias e chinelos mesmo.

Dia terminando em Jeri. Não há nada melhor entre os programas de o que fazer em Jericoacoara, do que caminhar até a Duna do Pôr do Sol para conferir o final de tarde por lá. É um ritual seguido por quase todo mundo que visita o vilarejo.

Leia também:

POST ORIGINALMENTE LANÇADO EM 2012 E ATUALIZADO EM 2018.

Nota: O passseio e transfer da Jeri Off Road foram uma cortesia e a empresa foi parceira do Viagens Cine em Jericoacoara. Nossas opiniões são independentes e representam a nossa experiência real durante a viagem. 

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

2 comentários

Deixe um comentário