O que fazer em Fernando de Noronha – Dicas e Roteiro de Viagem

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos

Fernando de Noronha é um dos destinos de viagem mais cobiçados do Brasil. Vamos mostrar aqui como realizar esse sonho: o que fazer em Fernando de Noronha, dicas de viagem e um roteiro de 4, 6 ou 7 dias com os melhores passeios e lugares para conhecer.

Muita gente defende que é mais barato viajar para o exterior do que para Fernando de Noronha. Como a gente joga aberto, já fizemos um post contando quanto custa viajar para Fernando de Noronha.

Realmente não é uma viagem barata, especialmente gastos como passagem aérea e hospedagem. Os viajantes ainda devem recolher uma taxa de preservação ambiental (por dia de permanência no arquipélago).

Mesmo assim, nosso objetivo é compartilhar nossa experiência maravilhosa em Noronha e compartilhar aquelas dicas para deixar esse paraíso menos intangível e mais pertinho de vocês .

É uma viagem que vale super a pena, apesar do investimento ser alto. Considere que você pode conhecer a praia mais bonita do mundo. Isso mesmo, Fernando de Noronha tem uma praia que está frequentemente na lista das melhores do mundo. É no Brasil, você vai ficar sem conhecer?

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias – Dicas e Roteiro de Viagem

Top 10 Melhores Passeios e Pontos Turísticos em Fernando de Noronha

Em nossa segunda viagem para Fernando de Noronha (a primeira vez foi em 2011), o arquipélago voltou a nos encantar de diversas formas.

Visuais cinematográficos, praias de água cristalina, mergulho com tartarugas, raias e até tubarões. Para completar a experiência, ficamos numa pousada muito receptiva e conhecemos deliciosos restaurantes.

Roteiro de 6 Dias em Fernando de Noronha

  • Dia 1: Chegada em Fernando de Noronha e Praias do Centro: Praia do Cachorro, Praia do Meio e Pôr do Sol na Praia da Conceição
  • Dia 2: Ilha Tour e Pôr do Sol no Forte do Boldró
  • Dia 3: Passeio de Barco (meio período) e mergulho na Praia do Porto de Santo Antônio – Pôr do Sol na Capela de São Pedro
  • Dia 4: Trilha do Atalaia ou Trilha dos Abreus (agendar logo na chegada, na sede do ICMBio) + Praia de Sueste + Praia do Leão
  • Dia 5: Baía do Sancho e Baía dos Porcos pela segunda vez – Pôr do Sol na Pedra do Bode
  • Dia 6: Praias da Trilha da Costa Esmeralda (Boldró e Americano) ou escolher outra trilha em Noronha
  • Dia 7: Despedida de Fernando de Noronha

Como vocês viram, nossos últimos dias foram lugares repetidos (já inclusos no Ilhatour) ou menos essenciais. Então para quem tiver menos dias, é só descartar os últimos dias desse roteiro.

Quantos Dicas Ficar

O ideal é ficar no mínimo de 4 a 5 dias inteiros por lá (dia da chegada e dia da partida ficam fora da conta).

Fernando de Noronha não é um destino barato, portanto já que você está indo, aproveite para ficar o máximo que puder por lá. Em 2011, nós ainda pegamos alguns períodos de chuva, ou seja, se tivéssemos com um tempo curto, não conseguiríamos conhecer todos os lugares com o tempo bom.

Para ajudar você a montar o seu próprio roteiro, você vai encontrar por aqui o Top 10 dos principais lugares e coisas para se fazer em Fernando de Noronha. A lista está em ordem de prioridade, ou seja, caso você não tenha muito tempo, pode ir descartando os últimos lugares da lista.

Vídeos

1 – Porque Conhecer

5 Razões para Visitar Fernando de Noronha

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
A Baía do Sancho já foi considerada a melhor praia do mundo: um dos motivos para conhecer Fernando de Noronha
  • As melhores praias do Brasil estão por lá. Todas as listas de melhores praias do Brasil incluem sempre alguma de Fernando de Noronha, isso quando não incluem mais de uma. Na lista do site TripAdvisor, a Baía do Sancho é a primeira colocada e a Baía dos Porcos também está no Top 10. No Guia Quatro Rodas, simplesmente 3 praias de Fernando de Noronha estão na lista.
  • O argumento de muita gente (inclusive para mim durante algum tempo) é que viajar para Fernando de Noronha é mais caro do que uma viagem internacional. Pois talvez você deva saber que recentemente a Baía do Sancho foi considerada também pelo TripAdvisor como a melhor praia do mundo. Como eu também gosto sempre de citar, ela está na lista do livro de Patrícia Schultz dos “1000 Lugares para Conhecer Antes de Morrer”. Ou seja, pode ser mais caro sim, mas também pode ser muito melhor do que fazer uma viagem internacional.
  • Noronha é um dos melhores lugares do mundo para fazer mergulho. A visibilidade pode chegar aos 40 ou 50 metros e você pode encontrar mais de 230 espécies de peixes.
  • O lugar faz parte do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. Se por um lado isso gera a cobrança de algumas taxas e maior vigilância, por outro garante maior preservação dos lugares. Noronha é um paraíso e merece ser preservado.
  • Pelo fato de ser uma ilha (na verdade um arquipélago), o isolamento também garante o clima paradisíaco. O arquipélago fica a mais de 500 km do continente. Alguns dos melhores destinos do Brasil são ilhas, como Ilha Grande, Ilha de Boipeba ou até a Ilha de Florianópolis.

2 – Como Chegar

Primeiro Passo: Comprando a passagem aérea

Nosso vôo saiu de Recife rumo a Fernando de Noronha. O vôo é curtinho, cerca de 1 hora e é operado pela Azul e pela Gol.

  • Não há opção de ir de barco até Fernando de Noronha. A distância do continente é muito grande, e as embarcações apenas funcionam para abastecimento da ilha.
  • Dessa forma, a única opção é comprar uma passagem aérea. Pela falta de opções, você deve imaginar que os preços encarecem.
  • Mas há alternativas. Na nossa segunda vez em Noronha, novamente optamos por utilizar milhas para garantir as passagens. 
  • A passagem para Fernando de Noronha daqui de São Paulo é, provavelmente, uma das mais caras viagens nacionais, principalmente porque envolve dois trechos (uma passagem para Recife ou Natal e outra para Fernando). Portanto, se você tiver milhas, use.
  • A média de preço a partir de São Paulo pode girar em torno de R$ 1.500,00 (ida e volta) até R$ 2.300,00 (ida e volta), sem taxas. A partir de Recife, os vôos custam em média R$ 1.200,00 (ida e volta).
  • E na hora de reservar o assento ou fazer o check-in, vale a pena garantir um assento do lado esquerdo do avião. A aeronave sobrevoa a Praia da Cacimba dos Padres e o Morro Dois Irmãos, então já da sua poltrona, essa é a primeira imagem maravilhosa que você terá do arquipélago.

Segundo Passo: Pagando a Taxa de Preservação 

  • Para entrar na ilha, é preciso pagar uma Taxa de Preservação Ambiental por dia de hospedagem (com o aumento dos dias, a taxa diminui). 
  • No site do Governo de Pernambuco dá para encontrar os valores, em média R$ 70,00 por dia de permanência (ref: setembro/2018).
  • A taxa pode ser recolhida antecipadamente, mas isso não agiliza muito as coisas. As duas filas correm com certa rapidez.
  • Quando saímos, após pagar as taxas, ainda tinha gente esperando as malas saírem da esteira.
  • Além do mais, como você vai de van com outros passageiros através do transfer oferecido pelas pousadas, mesmo que você tenha agilizado os procedimentos, terá que esperar os demais pagarem suas taxas.

Terceiro Passo: Transfer para a Pousada

  • As pousadas oferecem gratuitamente um serviço de transfer até as pousadas. Em geral a própria pousada entra em contato após a reserva, oferecendo o serviço. Caso isso não aconteça, consulte a hospedagem.
  • As agências que fazem o transfer acabam oferecendo o serviço como cortesia, mas também podem oferecer passeios pela ilha. Quase todo mundo acaba fechando alguma coisa na chegada. Então todos ganham com esse serviço: pousada, o turista e a agência.
  • Você pode fechar os passeios na própria van do transfer, ou deixar para depois, assim também é possível pesquisar outras operadoras.
  • A agência que fez nosso traslado foi a Primeiríssima. Pesquisamos várias outras agências, mas essa foi onde encontramos os melhores preços.
  • Como todo serviço de transfer, é preciso esperar todos os passageiros embarcarem e depois aquele pinga pinga para deixar todos em suas respectivas hospedagens.
  • Para quem tem pressa e não quer esperar, você pode gastar um pouco mais em um táxi. Não há Uber em Noronha.

3 – Quando Ir: Melhor Época

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
Além do período de chuvas, buscar as melhores condições do mar também deve ser considerado na hora de decidir quando ir para Noronha

Fuja do Swell

  • Para viajar a Nordeste, você segue basicamente as mesmas estações do resto do país. Viajar na primavera e verão é garantia de tempo bom, e viajar no inverno é provável que você pegue alguma chuva. Frio você não vai encontrar em Noronha, em nenhuma época do ano.
  • A pegadinha é que a visibilidade do mar é melhor justamente fora dos meses do verão, principalmente nos meses de agosto e setembro, quando o mar fica mais calmo (especialmente na Baía dos Porcos).
  • De outubro a março é época de pegar ondas na Cacimba do Padre, por exemplo.
  • Nesses meses pode chegar um swell, que é uma ondulação do mar que é ideal para a prática do surf. Alguns dizem que é uma onda viajante, pois ela pode se movimentar de lugares bem distantes.
  • Quando o swell chega, o mar fica bem movimentado e atrapalha muito a vida de que curte fazer snorkeling ou prefere o mar mais calmo.

Os Meses de Chuva: Julho é um bom mês?

  • De abril a julho, chove mais na região. Uma vantagem é que surge uma cachoeira na Baía do Sancho, que só é encontrada nessa época do ano.
  • Em 2011, nós viajamos no mês de julho. Se sua dúvida é se julho é um mês bom para visitar Fernando de Noronha, é como em outros destinos no Nordeste. Durante nossa estadia, choveu pelo menos durante dois dias, mas nos outros aproveitamos dias lindos de sol.
  • Portanto, se puder, planeje um pouco mais de tempo por lá, assim caso chova, você não volta de Noronha sem curtir as suas belezas.
  • Se não puder ficar mais tempo, não se preocupe. Pode ser que chova um dia ou outro (mesmo assim, provavelmente somente em alguns períodos), mas nos demais você irá conseguir aproveitar a ilha.
  • Em 2018, viajamos no mês de setembro. Rolou uns períodos de chuva ou tempo nublado, mas nada que pudesse estragar a viagem.

Love Noronha

  • No mês de agosto, costuma acontecer o Love Noronha, um festival LGBT de 4 dias em Fernando de Noronha.
  • O festival foi iniciativa de Maria do Céu, uma empresária local que também é militante da causa LGBT. Ela organiza o evento em sociedade com Tuca Sultanum, responsável pela agência Tuca Noronha.
  • Em 2017, uma das atrações foi a cantora Pabblo Vittar. Mas em 2018, após seis anos de festival, o evento não aconteceu. Vamos aguardar para que em 2019 o Love Noronha volte à programação da ilha.

4 – Onde Ficar

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
A Pousada Simpatia da Ilha já foi nossa opção de hospedagem na Vila dos Remédios

Em 2011, nós optamos pela Pousada Simpatia da Ilha, pois queríamos ficar na Vila dos Remédios. A pousada é muito bem localizada e continua bem avaliada, mas os preços subiram bastante desde quando fomos.

Clique no link para ver preços, disponibilidade e ver opiniões de outras pessoas que também ficaram na pousada.

No ranking do TripAdvisor, ela está entre as quarenta melhor pousadas de Fernando de Noronha.

Uma outra dica legal é a Pousada Fortaleza, especialmente para os viajantes LGBT. A pousada é filiada a IGLTA – The International Gay and Lesbian Travel Association, entidade que reúne lugares que recebem bem os turistas gays. E os preços também estão abaixo da média de Noronha.

Em 2018, nosso objetivo era economizar um pouco mais, então acabamos procurando outra hospedagem. Nossa escolha foi a Residência Ventos do Atalaia, que não é bem uma pousada. É a casa de uma família, que possui 3 quartos disponíveis para hóspedes. Esse é um tipo de hospedagem muito comum em Fernando de Noronha.

Os quartos são muito bem equipamentos, com banheiro privativo, ar condicionado e frigobar e a Residência Ventos do Atalaia possui um excelente café da manhã. O atendimento também é impecável. Infelizmente, os preços não são muito baratos.

Mas lembre-se que os preços em Noronha são mais caros do que o normal, portanto onde normalmente você pagaria R$ 150,00 uma diária, aqui será o dobro (ou seja, no mínimo R$ 300,00 uma diária). O dobro do preço, infelizmente, não indica o dobro da qualidade.

Clique aqui para consultar preços e disponibilidade


5 – Top 10 Melhores Pontos Turísticos: Fernando de Noronha

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos

Além da Taxa de Preservação Ambiental paga na chegada, os visitantes de Fernando de Noronha precisam pagar outra taxa.

Ingresso do PARNAMAR Noronha

É o valor do ingresso para o PARNAMAR NORONHA – Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, que dá acesso a maior parte do arquipélago. O ingresso visa a sustentabilidade e o manejo correto do ecoturismo, fiscalizado pelo ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

Além disso, algumas praias como a Baía do Sancho e a Baía do Sueste possuem excelente estrutura com sanitários, duchas, guarda-volumes, locação de equipamentos (snorkel, nadadeiras, colete salva-vidas), loja de lembranças e lanchonete. Está sendo contruído uma estrutura de apoio na Praia do Leão.

O valor é de R$ 97,00 para brasileiros (nós temos 50% de desconto, estrangeiros pagam o dobro desse valor, ref. setembro/2018). O valor pode ser pago online, mas de qualquer forma será necessário ir até algum dos pontos de venda para retirar a carteirinha.

Essa carteirinha dá acesso a diversas praias do PARNAMAR, pelo período de 10 dias.

Pontos de Venda

1 – Centro de Visitantes do ICMBio – Al. do Boldro, s/n, Boldró: todos os dias das 8h às 22h.
2 – Pic Golfinho – Sancho: todos os dias das 8h às 18h30.
3 – Pic Sueste – Praia do Sueste: diariamente das 9h às 16h.

1 – Baía do Sancho

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
No mar único e inesquecível da Praia do Sancho

É frequentemente considerada a praia mais bonita do Brasil, como na votação dos usuários do site TripAdvisor. Aliás, nessa mesma votação foi considerada a praia mais bonita do mundo. Ou seja, não dá para perder, né? O acesso pode ser um pouco intimidador, uma escada de ferro no meio das pedras, mas vale a pena.

PIC Golfinho Sancho

A contrapartida do pagamento do ingresso do PARNAMAR é muito boa. No PIC – Posto de Informação e Controle Golfinho Sancho, existe loja de souvenirs, lanchonete, mesas de descanso, chuveiro, banheiro e guarda-volumes (R$ 10,00).

Foram construídas passarelas de material reciclado, que tornaram as trilhas muito mais agradáveis e fáceis de serem percorridas.

E que trilhas, hein? Antes de descer para a Praia do Sancho, caminhe pela Trilha do Mirante Dois Irmãos. Já no caminho você conta com mirantes espetaculares para a Baía do Sancho.

No final do caminho, a vista é para a Baía dos Porcos e o Morro Dois Irmãos. Visual cinematográfico, um dos melhores de toda Fernando de Noronha. Vale conferir e registrar sua foto no lugar.

Além da vista panorâmica, lá embaixo a praia é paradisíaca e o mar perfeito para fazer snorkel. É impressionante a quantidade de peixes que você consegue ver, mesmo sem ir muito no fundo. Eu não sei nadar, por isso providenciei um colete salva-vidas.  Ajudou a poder curtir o mar tranquilamente por lá.

A praia ainda possui 2 cachoeiras, uma delas é possível ver a partir do mar ou da praia. Enquanto a outra é acessível por uma pequena trilha, e permite um gostoso banho de cachoeira. As cachoeiras só existem na época das chuvas, ou seja, de maio a agosto.

Dicas

  • Tempo: 3 horas.
  • Como chegar: a praia está inclusa no Ilha Tour, mas aconselho ir por conta própria para ficar mais tempo e aproveitar melhor. Dá para ir de ônibus circular pela ilha ou de buggy.
  • Quanto custa: R$ 97,00 para acesso ao Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, que recentemente passou a ser administrado pela Econoronha.
  • O que fazer no mesmo dia: Não deixe de conferir o mirante da Baía dos Porcos, com uma vista imperdível dos Dois Irmãos. Ao chegar na Baía do Sancho, antes de descer a escada, siga o caminho pela direita e você irá encontrar a vista maravilhosa da Baía dos Porcos. Outra opção é ir pela esquerda, onde você encontra a Baía dos Golfinhos.

2 – Baía dos Porcos

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
A Baía dos Porcos é considerada por muitos como a praia mais bonita de Noronha, ainda melhor do a Baía do Sancho

Algumas vezes ofuscada pela beleza da Baía do Sancho, a Baía dos Porcos é também linda e um ponto excelente de mergulho.

Para visitar a praia, é preciso fazer a carteirinha e pagar a taxa do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.

E o programa é completo. Como a Baía dos Porcos tem faixa de areia bem estreita e não tem infraestrutura, pode ser que não agrade algumas pessoas. Nesse caso, a Praia da Cacimba do Padre tem o melhor visual para o Morro Dois Irmãos.

Mas para quem curte snorkeling, Baía dos Porcos é uma das melhores praias do Brasil para essa prática. Essa praia pode ser ainda melhor para mergulho do que a do Sancho, e a visão quando você chega é impressionante.

Ao contrário da maioria dos lugares, o melhor é ir na maré alta, pois existem várias pedras próximas da praia e na maré baixa o snorkel fica prejudicado. Na maré vazante é ainda pior, pois o mar fica mais agitado.

Dicas

  • Tempo: 3 horas.
  • Como chegar: a praia está inclusa no Ilha Tour, mas aconselho ir por conta para ficar mais tempo e aproveitar melhor. Dá para ir de ônibus circular pela ilha (descer no acesso à Praia do Bode, mas somente se a maré estiver baixa) ou de bugue. Da Praia da Cacimba do Padre (à esquerda), é preciso subir algumas pedras, em caminhada rápida de menos de 10 minutos.
  • Quanto custa: grátis
  • O que fazer no mesmo dia: Para chegar na Baía dos Porcos, é preciso passar antes pela Praia Cacimba do Padre, que é uma praia muito procurada por surfistas. Ali também existem 2 ou 3 restaurantes onde é possível almoçar (a parada para almoço do Ilha Tour é aqui). Ao lado da Cacimba do Padre, a Praia do Bode é acessível na maré baixa. Aproveite o pôr do sol na Pedra do Bode.

Leia mais sobre o Ilha Tour no Janelas Abertas

3 – Praia do Porto de Santo Antônio

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
Excelente para a prática de snorkeling, a Praia do Porto de Santo Antônio é bem fácil de chegar

Existem dois pontos onde é possível ver tartarugas através do mergulho com snorkel. Na Baía do Sueste, é o ponto mais conhecido. Como não é permitido pisar nos corais, na praia mesmo eles alugam coletes salva-vidas, para você ficar flutuando. Como fica no mar de fora, a água está sempre bem turva e mexida.

Outra opção é na Praia do Porto de Santo Antônio. Era um dos lugares que mais estávamos com vontade de retornar. Por lá, nadamos com vários peixes e tartarugas em nossa última viagem para Noronha em 2011.

Antes de falar sobre o nosso mergulho, vale algumas informações práticas.

Esse passeio pode ser incluso no Ilha Tour (que tem no Porto uma de suas paradas) ou por conta própria (basta ir de buggy, táxi, caminhando por 30 minutos ou pegar um ônibus até a região, R$ 5,00 a passagem).

Se tiver máscara e snorkel, leve, se não tiver, alugue por R$ 10,00. Mesmo vale para o colete salva-vidas, que ajuda quem não sabe nadar ou quer um pouco mais de estabilidade na flutuação.

E depois, é só partir para o mergulho livre. Sem brincadeira, mas acho que em questão de 1 ou 2 minutos já estávamos nadando com tartarugas. É lindo demais, elas são muito tranquilas e vale só parar e ficar observando tudo: tartarugas, peixes e até tubarões.

Ali próximo também é possível nadar até um navio grego afundado, também ótimo para o mergulho livre. É um pouco difícil de achar, por isso você pode contratar alguns nadadores que levam os turistas de bóia até os pontos interessantes para observação.

De quebra, existem boas e opções baratas de almoço (R$ 25,00 por pessoa).

Dicas

  • Tempo: 3 horas
  • Como chegar: existem micro-ônibus (de 30 em 30 minutos) que circulam por toda a ilha, ou também é acessível através de táxi ou de buggy alugado. A Baía do Sueste e a Praia do Porto ficam em extremos opostos da ilha.
  • Quanto custa: apenas a passagem do ônibus + o ingresso para acesso ao Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.
  • O que fazer no mesmo dia: Próximo da Praia do Porto, o passeio mais óbvio que você pode conciliar no mesmo dia é o passeio de barco ou o mergulho (batismo). Não deixe também de conferir o Buraco da Raquel e a Capela de São Pedro. A região do porto também conta com boas opções de restaurantes (alguns bons e baratos para os padrões da ilha).

4 – Passeio de Barco

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
O passeio de barco é uma das melhores opções do que fazer em Fernando de Noronha

O passeio de barco tem outra vista da ilha, a partir do mar.

O circuito é pelo mar de dentro. Começa pelas ilhas menores do arquipélago, como a Ilha Rasa e a Ilha Rata (as ilhas possuem formações rochosas bem interessantes, formadas pela atividade vulcânica). Depois seguimos para as praias do mar de dentro, como a Praia da Conceição, a Baía dos Porcos, o Morro Dois Irmãos e a Baía do Sancho.

Finalmente, chegamos até o extremo da ilha, na Ponta do Sapata, onde antigamente você podia ver a forma do mapa do Brasil em uma rocha. Com a erosão, o mapa do Brasil deixou de existir.

Golfinhos

O passeio de barco é também ótimo para ver os golfilhos, um dos momentos mais aguardados durante o passeio. Não é sempre que eles aparecem. Mas das duas vezes que fiz o passeio, eles apareceram, sempre em boa quantidade e bastante movimentados.

O passeio faz uma parada para mergulho na Baía do Sancho, bem distante da faixa de areia. A parada é interessante pois dificilmente você alcança esse ponto a partir da areia e é possível ver uma boa quantidade de peixes e corais.

Esse passeio também pode ser aliado com o da prancha submarina (Aquasub), onde você é rebocado segurando uma prancha na mão e vai fazendo seu mergulho livre.

Dicas

  • Tempo: 4 horas (somente o passeio de barco)
  • Como fazer: agendar com uma das agências locais
  • Quanto custa: a partir de R$ 150,00 (ref. novembro/2018)

Nota: Muitas coisas em Noronha são mais baratas para quem paga em dinheiro. Então é aconselhável levar bastante valor em espécie, para conseguir valores menores. E quando não tiver desconto, pague no cartão.

5 – Praia do Cachorro, Buraco do Galego e Praia da Conceição (Trilha Costa Esmeralda)

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
A Praia do Cachorro é a praia de Fernando de Noronha que fica mais próxima da Vila dos Remédios

Tá em dúvida do que fazer em Fernando de Noronha no primeiro dia? O programa básico é ir mesmo até a praias do litoral de dentro, que ficam no início da Trilha da Costa Esmeralda.

A primeira delas é a Praia do Cachorro, onde fica o Buraco do Galego, uma pequena e concorrida piscina natural. Rola uma fila para conseguir a tradicional foto na piscina natural, mas vale a pena. Se puder, vá mais cedinho para garantir um pouco mais de tempo no lugar. 

Na sequência, fica a Praia do Meio e depois a Praia da Conceição. Entre elas, o Bar do Meio é o point do pôr do sol, com música ao vivo e mesas de frente para o fim de tarde. Os preços são mais caros do que a média de preços de Noronha. Fique ligado. 

Caminhando mesmo, fizemos esse percurso até a Praia da Conceição, uma das melhores da ilha. De fácil acesso, com longa faixa de areia e mar absolutamente cristalino, a praia é maravilhosa. Leve seu snorkel, nós vimos algumas arraias por lá.

A partir da Praia da Conceição, é possível percorrer todas as praias do mar de dentro, até a Baía dos Porcos. Em alguns trechos é preciso caminhar em trechos com pedras. O trecho mais complicado fica justamente entre a Praia da Conceição e a Praia do Boldró, só faça com a maré bem baixa.

Dicas

  • Tempo: 2 horas
  • Como chegar: basta caminhar em direção da Igreja Nossa Senhora dos Remédios e seguir descendo até a Praia do Cachorro (há uma pequena escadaria). De lá, as praias continuam para o lado esquerdo. Não dá para ir pela praia, é preciso retornar e pegar a Trilha da Costa Esmeralda (há placas indicativas).
  • Quanto custa: grátis

6 – Trilha do Atalaia

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
A flutuação na piscina natural da Praia do Atalaia é impressionante: o lugar lembra um grande aquário natural

Conseguir uma vaga para ir até essa praia é bem difícil. O acesso é controlado pelo PARNAMAR Noronha. Atualmente é permitido fazer a trilha curta do Atalaia sem guia, mas é preciso reservar antes, no Centro de Visitantes do ICMBio.

A quantidade de pessoas por dia é bem limitada e só é possível reservar com 3 dias de antecedência. Para conseguir uma vaga, é preciso chegar cedo (no máximo até às 9h) e, mesmo assim, você só conseguirá vaga para o terceiro dia após o agendamento.

Quando fomos em 2011, achamos a praia imperdível, formada por uma piscina natural bem rasa, cheia de peixes, tubarões, polvos e moréias para ficar admirando. Ou seja, snorkel é imprescindível. Nessa praia, é recomendável ir na maré baixa.

“Formadas durante os períodos de maré baixa, as piscinas naturais funcionam como berçários em que a vida marinha se desenvolve. Com uma grande variedade de peixes, algas e corais, costumam ser locais ideais para entrar em contato com a natureza, contemplar a biodiversidade ou praticar o snorkeling”, site do PARNAMAR Noronha.

Mas em 2018, não conseguimos retornar e dizem que a piscina natural está assoreada.

Há uma alternativa de fazer a Trilha Longa do Atalaia, mas é uma trilha bem mais difícil e paga. É importante também verificar se essa trilha garante o banho na piscina natural do Atalaia, ou se você irá passar pela praia apenas para contemplação.

Consulte todas as regras de agendamento no site do PARNAMAR Noronha

Normas da Praia

Para que o lugar seja preservado, é preciso observar uma série de procedimentos. Como não ficar em pé e não pisar nos corais, ou seja, ficar flutuando o tempo inteiro.

Por isso, a utilização de um colete salva-vidas facilita bastante a flutuação. O tempo de mergulho livre também é limitado: no máximo 30 minutos.

Muita gente não gosta da Atalaia justamente por causa desses aborrecimentos, ou seja, do excesso de limitações. Mas eles são importantes para preservar o lugar e, mesmo assim, a experiência de nadar por lá é impressionante.

Dicas

  • Tempo: 2 horas (cerca de 1 hora de trilha ida e volta, o tempo aumenta se tiver chovido, pois a trilha fica muito escorregadia e lamacenta)
  • Como chegar: o acesso é pela Vila dos Trinta, somente mediante agendamento prévio no ICMBio.
  • Quanto custa: Para a trilha curta, apenas o valor do ingresso do PARNAMAR Noronha. Para a trilha longa, o custo do guia é de R$ 150,00.

Leia mais sobre a Trilha do Atalaia no Turista Profissional

7 – Praia do Leão

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
Uma das praias mais bonitas de Noronha, a Praia do Leão não pode ficar de fora do seu roteiro

Considerada uma das praias mais bonitas do Brasil, vale colocá-la no roteiro de o que fazer em Fernando de Noronha. Reserve uma manhã para visitá-la, caso o Ilha Tour não tenha incluído (o nosso não incluiu). Não é uma praia boa para mergulho, mas o visual é incrível.

Além do visual, provavelmente é uma praia que você encontrará praticamente deserta.

A faixa de areia é linda, o mar tem águas cristalinas, mas não é um mar tranquilo para fazer mergulho livre. No canto direito, você irá encontrar uma faixa de pedras interessantes e algumas piscinas naturais.

Dicas

  • Tempo: 2 horas
  • Como chegar: de micro-ônibus, de táxi ou de veículo próprio. A entrada fica ao lado da Baía do Sueste, em um dos extremos da ilha.
  • Quanto custa: valor do ingresso ao Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha.

8 – Forte Nossa Senhora dos Remédios

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
Um dos melhores mirantes de Noronha é o Forte Nossa Senhora do Remédios

As ruínas datam do século 18 e são um belo refúgio para curtir um pouco de tranquilidade na ilha.

O final de tarde é particularmente interessante e garante um belo pôr do sol com vista para os Dois Irmãos e o Morro do Pico.

De lá, a vista também é imperdível para as praias do mar de dentro, principalmente a Praia da Conceição. Mas também tem uma vista incrível para a região do Porto de Santo Antônio.

Dicas

  • Tempo: 2 horas
  • Como chegar: a partir da Vila dos Remédios, é preciso fazer uma subida um pouco cansativa, de cerca de 15 minutos, até o topo do forte. Não é preciso ir com guia, o caminho é bem fácil e sem erros. Mas existem empresas que oferecem um passeio guiado histórico, que pode ser ainda mais interessante para conhecer curiosidades do lugar.
  • Quanto custa: grátis.

9 – Buraco da Raquel, Museu do Tubarão, Enseada das Caieiras e Capela de São Pedro

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
A encantadora Capela de São Pedro é usada para casamentos em Noronha e tem visual cinematográfico

Na região do Porto de Santo Antônio, mais algumas opções interessantes do que fazer em Fernando de Noronha. Lá você encontra algumas praias bem selvagens e com acesso proibido devido a questões ambientais. Mas é um lugar lindo para contemplação.

O Buraco da Raquel possui várias lendas sobre a origem do nome. Entre elas, a mais provável seria por causa de Raquel, filha de um militar que costumava se esconder na fenda da rocha.

Ali pertinho, caminhe até a Enseada dos Tubarões, onde do alto do morro e de uma certa distância, é possível avistar pequenos tubarões. A quantidade desses animais numa enseada tão pequena é realmente impressionante.

O Museu do Tubarão fica ali pertinho e vale mais para tirar fotos legais na parte detrás do espaço.

Uma curta caminhada leva até o Mirante da Ponta do Air France, onde é possível contemplar o encontro do mar de fora e do mar de dentro da ilha. É desse ponto que também sai a trilha para o Morro São José (somente mediante agendamento no ICMBio).

Também não deixe de subir até a Capela de São Pedro, uma charmosa igrejinha onde são realizados alguns casamentos em Noronha. O visual lá do alto é incrível, especialmente no pôr do sol.

  • Tempo: 1 hora
  • Como chegar: na região do Porto de Santo Antônio
  • Quanto custa: grátis

10 – Trilha e Enseada dos Abreus

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
A Trilha dos Abreus dá acesso para pequenas piscinas naturais e é uma alternativa para a concorrida Trilha do Atalaia

Além dos passeios tradicionais, Fernando de Noronha tem várias trilhas. Algumas delas precisam de guias, outras são autoguiadas, como é o caso da Trilha dos Abreus.

Para entrar nas piscinas naturais da Enseada dos Abreus é preciso fazer o agendamento no ICMBio com antecedência.

Mas essa trilha é bem mais fácil de reservar do que a famosa Trilha do Atalaia.

Ainda assim, vale umas dicas: é necessário levar colete salva-vidas e não pode passar repelente ou protetor solar.

E para chegar, tem um trechinho de descida mais íngreme, feito com ajuda de uma corda (tem gente que chama de rapel). Mas é uma trilha relativamente tranquila, mas vale fazer com calçados adequados.

A recompensa é mais um lugar incrível em Noronha.

Dicas

  • Tempo: 3 horas
  • Como chegar: o acesso para a trilha fica a partir de uma estrada de terra, no lado esquerdo da Baía do Sueste.
  • Quanto custa: grátis, somente o valor do ingresso do Parque Nacional.

Extra: Mergulho autônomo (batismo)

O que fazer em Fernando de Noronha em 6 Dias - Dicas e Roteiro de Viagem e Os 10 Melhores Pontos Turísticos
O mergulho com cilindro (batismo) é um dos programas mais sonhados pelos viajantes

Sinceramente, não acho o mergulho com cilindro imprescindível, pois nos mergulhos com snorkel na Baía dos Porcos, Sancho e Atalaia, já se vê muita coisa.

Mas para quem gosta de passar mais tempo debaixo do mar, é com certeza uma experiência inesquecível, pois é o melhor ponto de mergulho do Brasil.

A boa notícia é que hoje existem empresas que trabalham com preços mais acessíveis do que outras mais famosas em Noronha. De qualquer forma, é sempre buscar referências.

Confira a experiência de mergulho em Fernando de Noronha no Deixa de Frescura

O mergulho vale a pena?

O mergulho, no entanto, requer que algumas coisas sejam observadas. Muita gente diz que é super tranquilo, fácil de fazer, mas não é bem assim. Além de mim, conheço várias pessoas que tiveram problemas. Saíram com os ouvidos doloridos, por não conseguirem fazer adequadamente a despressurização durante o mergulho.

Eu voltei com uma otite (inflamação de ouvido) bem séria. Talvez porque eu estava gripado e com coriza, então evite nessas condições.

Mas outras tantas pessoas fizeram o mergulho com a maior facilidade. Ou seja, depende um pouco com a sua capacidade e facilidade de permanecer debaixo d’água e lidar com a profundidade.

Dicas

  • Tempo: 4 horas.
  • Quanto custa: a partir de R$ 250,00 em agências sem barco (o mergulho sai da própria praia do Porto de Santo Antônio e segue até um barco naufragado) ou a partir de R$ 500,00 para pontos de mergulho mais distantes.

Leia também:
Quanto Custa Viajar para Fernando de Noronha

Sugerimos a Leitura: Roteiros de Viagem pelo Nordeste do Brasil

Outros Blogs:

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

4 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.