O que fazer em Arraial d’Ajuda – Bahia: Melhores Praias

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias

Nossa viagem para a Costa do Descobrimento, na Bahia, começou em Porto Seguro e no segundo dia de viagem, seguimos para Arraial d’Ajuda.

Arraial d’Ajuda é uma das melhores opções de hospedagem nessa região. O melhor de dois mundos, já que não é tão muvucada como Porto Seguro, mas ainda assim mais econômica e acessível do que Trancoso.

Mas nossa dica, para quem tem mais de 4 dias de roteiro em Porto Seguro, é dividir sua hospedagem. Nesse último roteiro, ficamos 3 dias em Arraial d’Ajuda e 4 dias em Trancoso. A ideia é experimentar os lugares além de um simples bate e volta.

Faltou ficarmos hospedados em Caraíva. Sempre sobra alguma coisa para fazer na próxima vez, mas pelo menos conseguimos conhecer através de um bate-volta a partir de Arraial d’Ajuda.

Nesse post você vai ver como chegar em Arraial d’Ajuda, as melhores opções de restaurantes e barracas de praia e ainda um roteiro de caminhadas pelas suas melhores praias.

O que fazer em Arraial d’Ajuda – Bahia: Melhores Praias

Como Chegar, Onde Ficar e O que fazer em Arraial d’Ajuda

Arraial d’Ajuda é um dos distritos de Porto Seguro, ainda na Costa do Descobrimento da Bahia.

A pegada em Arraial é um pouco mais tranquila do que em Porto Seguro, mas ainda assim a noite de Arraial é bem animada.

Ao contrário de Trancoso, onde tudo se concentra no Quadrado, em Arraial d’Ajuda há várias opções, como a Rua Mucugê, a Rua Broadway e o Largo da Ajuda.

Assista nosso vídeo no YouTube para saber mais. 

De dia, as caminhadas são o melhor programa em Arraial. Reserve dois dias para fazê-las, seguindo para os dois extremos. As duas caminhadas começam a partir da Praia de Mucugê, a praia mais central de Arraial d’Ajuda.

De um lado, você segue até a foz do Rio Buranhém, que fizemos a travessia a partir de Porto Seguro para chegar em Arraial. De outro lado, para os mais dispostos, dá para ir caminhando até Trancoso.

 

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM

Se a sua proposta é sentar e curtir uma boa estrutura de praia, nós também recomendamos algumas barracas por lá. Acompanhe a seguir nossas dicas.

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
Visual da Praia do Apaga-Fogo e o Rio Buranhém, que divide Porto Seguro de Arraial d’Ajuda

Como Chegar em Arraial d’Ajuda

Travessia da Balsa

Uma balsa separa Porto Seguro de Arraial d’Ajuda. Por conta dela, é um pouco mais caro pegar um táxi do aeroporto até Arraial (R$ 150,00). O Uber então, só jogava valores acima de R$ 200,00.

Como a gente já tinha antecipado esse cenário no blog do Ricardo Freire, resolvemos passar uma noite em Porto Seguro. Não foi de todo ruim, afinal nós curtimos dar uma volta na Passarela do Álcool (ou Passarela do Descobrimento) e ainda fomos conhecer uma barraca bem legal na Praia de Taperapuan (a Cabana Malibu).

No dia seguinte pegamos um Uber de Porto Seguro até a balsa (R$ 12,00) e fizemos a travessia como pedestres (R$ 5,00).

Como Circular em Arraial d’Ajuda: Vans e Ônibus

Ao chegar em Arraial d’Ajuda, alguns motoristas vem oferecer o serviço de van, que é OK, mas preferimos ir de ônibus por causa das malas. O ônibus saiu vazio e deu para a gente se acomodar tranquilamente (R$ 3,50).

O chatinho foi descer no centro e ainda caminhar umas três quadras até nossa pousada. Mas também poderíamos ter ido de táxi.

Vale a pena alugar o carro

A oferta de ônibus e vans é grande, por conta disso resolvemos dispensar o aluguel de carro.

As ruas por lá são estreitas e as vagas para estacionar são limitadas, especialmente próximo às praias. Mas é preciso ser sincero e dizer que para chegar nas principais praias de Arraial d’Ajuda, é preciso pegar uma ladeira bem chatinha.

Pra descer, todo santo ajuda, mas para subir de volta para o centro, o negócio pega. Por sorte, as vans também circulam por lá e oferecem o transporte da praia até a parte alta de Arraial d’Ajuda.

Mas tudo isso é para dizer que, se você viaja em família ou quer sair da praia com a maior comodidade e rapidez, o carro é realmente a melhor opção.

Salve no Pinterest para consultar depois

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Porto Seguro, Bahia: como chegar, onde ficar, melhores praias e o que fazer


Quando Ir

Visual da Praia do Taípe num belo dia de sol, uma das famosas e bonitas de Arraial d’Ajuda

Duas coisas já estragaram bastante uma viagem nossa para Arraial d’Ajuda.

  • Chuva: em 2013, nós fomos no mês de junho, um mês que, pela nossa experiência, foi de muita chuva. Atrapalhou bastante nossa viagem, tanto que alguns dias foram totalmente perdidos.
  • Maré: as praias de Arraial d’Ajuda ficam mais bonitas na maré baixa, quando se formam piscinas naturais e a cor do mar ganha tons mais incríveis. Verifique a tábua de marés e se certifique de pegar maré baixa por lá.

Os meses com maior probabilidade de chuva vão de maio até agosto. De dezembro a março, a chance de pegar dias de sol é maior. Fonte: Holiday Weather

Em 2019, fomos no mês de janeiro e a maré, embora não estivesse tão baixa, permitiu que a gente aproveitasse melhor a viagem. E os dias de sol estavam garantidos.


Onde Ficar

Um Hotel Cinematográfico

Nossa primeira opção de hospedagem, em 2013, foi o Hotel Maitei, um hotel que tem uma vista cinematográfica para o mar de Arraial d’Ajuda.

O hotel é realmente tudo aquilo e mais um pouco. Logo que chegamos, ficamos sabendo que o Maitei tinha sido considerado um dos 10 hotéis mais românticos do Brasil, em votação do TripAdvisor.

Clique aqui para consultar e/ou reservar: Hotel Maitei

Onde Ficar em Arraial d'Ajuda
O Hotel Maitei é um dos melhores hotéis em Arraial d’Ajuda, com vista cinematográfica para o mar

O que mais gostamos foram as piscinas: são duas, de frente para o mar verde e incrível de Arraial. O ponto de vista é privilegiado, e também tínhamos a mesma visão do nosso quarto.

O atendimento foi excelente, o café da manhã bem gostoso e a localização perfeita, na Rua Mucugê (só que num trecho um pouco mais tranquilo, descendo em direção da praia, mas não muito distante do centro).

O hotel é compacto, então não dá para esperar estrutura de resort, embora ele conte com várias mordomias, como sala de ginástica, salão de jogos e espreguiçadeiras. Os pequenos espaços são bem pensados.

A única coisa que não curtimos foi que durante toda nossa estadia o Wi-Fi não funcionou, pois o hotel estava fazendo algumas alterações de infraestrutura. De resto, achamos realmente excelente.

Segue o link do hotel no Booking.com, onde é possível ver mais fotos, consultar disponibilidade, preços e até verificar opinião de outras pessoas que ficaram por lá.

Arraial d’Ajuda – Opção Barata

Para quem procura uma pousada barata e bem localizada, também temos algumas dicas. Em 2013, ficamos na Pousada Pé na Estrada. Super limpinha e bem ajeitada, os donos super atenciosos. Além de super bem localizada, só uma quadra da Rua Mucugê.

Clique aqui para consultar e/ou reservar: Pousada Pé na Estrada

Apesar de ter piscina, ela é bem pequena, nem usamos. Uma coisa que eu acho imprescindível no Nordeste é tapioca no café da manhã, é lá tinha, preparada na hora.

Na nossa época, a diária lá saiu por volta de R$ 150,00 na baixa temporada, mas os preços aumentaram desde então. Consulte no Booking.com mais informações sobre a pousada e os preços atualizados.

Uma alternativa que possui melhores preços e onde ficamos em 2019 foi a Pousada Manhã Dourada, também bem localizada, com piscina e média de preços a partir de R$ 150,00.

Onde Ficar em Arraial d'Ajuda
Com preços mais baratos, algumas pousadas também são boas opções em Arraial d’Ajuda

Outras Opções

  • Pousada Naturalíssima: um pequeno achado na Rua do Mucugê, essa pousada tem cardápio vegano porém muito elogiado e decoração super simpática. A partir de R$ 150,00 a diária.
  • Pousada Erva Doce: a pousada tem um belo paisagismo, piscina, quartos amplos e localização excelente, na Rua do Mucugê. Mas os preços ficam acima da média (mais de R$ 300,00 a diária).
  • Pousada Semente: uma das pousadas mais baratas que encontramos, com valor de hospedagem a partir de R$ 95,00. A pousada tem boas avaliações no Booking.com (Fabuloso) mas não espere muito: não tem piscina e os quartos são bem simples.
  • Pousada do Mel: entre os destaques, o atendimento das proprietárias é bastante elogiado. Não tem piscina e possui decoração simples, mas de bom gosto. A partir de R$ 125,00
  • Art Hotel Aos Sinos dos Anjos: um dos destaques é a proposta do hotel, com paredes coloridas e itens criativos na decoração. Mas o preço está acima da média e parece não justificar as cores da decoração. A partir de R$ 200,00 a diária.
  • Casa Natureza Brasil Guest House: está entre as pousadas melhor avaliadas no Booking, com classificação Fantástico. As áreas comuns, os jardins e a decoração dos quartos são realmente primorosas. A partir de R$ 270,00 a diária.
  • Pousada Céu Azul: melhor época para quem não liga muito para as acomodações e quer privilegiar o preço. Lógico, sem abrir mão de um padrão mínimo de qualidade. R$ 60,00.


O que Fazer – Vida Noturna e Restaurantes

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
Rua Mucugê, considerada uma das mais charmosas do Brasil

Praticamente tudo em Arraial d’Ajuda gira em torno da Praça São Brás (onde acontece a Feira Hippie) que se desdobra em três polos de restaurantes e lojas.

A Rua Mucugê é a mais famosa, considerada por muitos a rua mais charmosa do Brasil (tem plaquinha lá para lembrar os visitantes disso). Um pouco de exagero, lógico, mas o lugar é sim bem charmoso e encantador, com vários restaurantes e bares legais para curtir a noite.

A Rua Broadway (Rua Bróduei, oficialmente Rua São Pedro), por outro lado, é um calçadão mais agradável de caminhar, mas sem muito charme. Pouquíssima relação com o nome.

E finalmente a Praça Brigadeiro Eduardo Gomes (mais conhecida como Largo da Ajuda, em frente a Igreja Matriz Nossa Senhora d’Ajuda) e é um charme, com várias casas e lojas coloridas. Vale lembrar que atrás da igreja tem um mirante imperdível.

Casas coloridas na bela Praça Brigadeiro Eduardo Gomes, ou Largo da Ajuda

Onde Comer

Entre os restaurantes, destacamos o Naturalíssima, que fica na Rua do Mucugê 175. Num pequeno espaço que também funciona como pousada, o atendimento primoroso da equipe dá sempre dica dos melhores pratos.

O restaurante é vegetariano, mas o prato executivo é acompanhado de diversos tipos de “hamburguer”, como de shitake, de banana da terra ou de berinjela. Bem saboroso e baratíssimo (R$ 21,00 o prato executivo, ref: jan/2019).

O restaurante vegetariano Naturalíssima oferece pratos por pouco mais de R$ 20,00

Na Praça Caminho do Mar, também na Rua do Mucugê, um largo reúne vários bares, restaurantes e lanchonetes em torno de um palco com música ao vivo. No centro um chafariz e alguns bancos para o pessoal se acomodar.

O Armazém da Praça é a melhor opção de restaurante, com clima de boteco e pratos gourmets deliciosos e muito bem servidos (o galeto custa R$ 56,00 e serve bem duas pessoas).

Fique ligado também para o Beco das Cores, uma pequena viela charmosa com algumas opções de bares, lojas e restaurantes.

De sobremesa, a dica são os sorvetes. A sorveteria mais famosa é a Sorveteria Coelhinho, mas nós preferimos sorveterias self service e adoramos a D’Gusti (o sorvete de nutella e as coberturas são deliciosos). Fique ligado que às terças e quartas estava rolando promoção, com 50% de desconto no quilo.


O que Fazer em Arraial d’Ajuda

Passeios Bate-Volta com Agências de Turismo

Arraial d’Ajuda pode ser melhor a alternativa para fazer passeios pela região. Ao invés de Trancoso, onde a oferta de passeios é restrita (para não dizer inexistente), em Arraial d’Ajuda existem várias agências de passeios.

Já quem fica em Porto Seguro, tem que encarar a travessia da balsa para chegar nas melhores praias da Costa do Descobrimento.

Na Praça São Brás, em frente ao quiosque de informações turísticas ou na própria Rua do Mucugê, é possível encontrar algumas delas. Os preços dos passeios custam em média R$ 80,00 e as vans buscam os passageiros nas suas pousadas.

Entre as opções, dá para ir até a Praia do Espelho, até a Praia de Caraíva ou para Porto Seguro. A Arraial Trip Tour e Portal Turismo são algumas agências de turismo que já testamos e aprovamos.

Leia mais:
Passeio Bate-Volta até Caraíva – Bahia

Igreja de Nossa Senhora da Ajuda

Igreja Nossa Senhora da Ajuda, importância histórica e religiosa

A Igreja de Nossa Senhora da Ajuda foi erguida em 1551, em homenagem a Tomé de Souza e aos primeiros jesuítas que chegaram no local, em três naus: Conceição, Salvador e Ajuda. O nome das naus inspirou o nome da igreja.

Esse é o primeiro santuário do Brasil. Ele abrigava a imagem de Nossa Senhora d’Ajuda, que chegou na região em 1549. Desde a sua construção, a igreja sofreu várias adaptações.

Além da importância história e religiosa, a igreja esconde um dos melhores mirantes de Arraial d’Ajuda. Atrás dela, o mirante para o mar é espetacular e ainda tem o adicional de ser ilustrado por uma infinidade de fitinhas coloridas. As fotos ficam incríveis.

O mirante atrás da Igreja com as fitinhas coloridas é um dos cartões postais de Arraial d’Ajuda

Praia do Mucugê

Ao descer a Rua do Mucugê, nós chegamos na Praia do Mucugê.

A chegada não é muito agradável e é tudo muito espremido. As barracas carecem de charme, mas a praia é linda. Na maré baixa, forma uma grande piscina natural, de águas calmas e mornas.

A descida é bem íngreme, então você até já pode sofrer por antecipação para a subida, mas a boa notícia que existem vans que fazem o percurso do centro até as praias (R$ 5,00). Há vans também para a Praia da Pitinga.

Uma das melhores opções de barracas é a La Plage.

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
A Praia do Mucugê é mais central e movimentada de Arraial d’Ajuda

Caminhada para o Litoral Norte

No primeiro dia, caminhamos para o lado esquerdo. Para toda caminhada, é bom olhar a tábua das marés. Nossa caminhada começou às 10h, no pico mais alto da maré (portanto estávamos tranquilos pois dali só iria baixar).

No primeiro trecho, na altura do Parque Aquático Arraial Eco Resort, há um trecho mais alto onde é possível caminhar tranquilamente, mesmo na maré alta. Esse trecho garante que a caminhada possa ser feita a qualquer horário.

Praia dos Pescadores

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
Visual da Praia dos Pescadores do alto

Na sequência, chegamos até a Praia dos Pescadores, que tem realmente barcos de pescadores.

A praia é mais extensa e tranquila do que Mucugê, e possui um belo coqueiral. O excesso de sargaço nos incomodou um pouco mas nós gostamos da praia mesmo assim.

Mas se você busca infraestrutura, não é a sua praia. São poucas barracas de praia por lá.

Praia de Araçaípe

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
Barracas de praia mais estilosas na Praia de Aracaípe

Seguindo caminho, as barracas de praia começaram a pipocar na Praia de Araçaípe.

É lá que ficam as barracas Sting e Corujão, duas das mais famosas de Arraial d’Ajuda. São barracas bem decoradas, com várias espreguiçadeiras na frente e cobrança de consumação mínima (os preços variam de acordo com a época do ano).

Dá para chegar de carro tranquilamente, são cerca de 10 minutos a partir do centro (3 km de distância).

Praia do Apaga Fogo

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
Uma grande piscina natural e rasinha pode ser encontrada na Praia do Apaga Fogo, um dos extremos de Arraial d’Ajuda

Seguimos a caminhada para encontrar, finalmente, a Praia do Apaga Fogo. Arraial d’Ajuda literalmente termina, e é possível ver a pontinha da praia, que encontra a foz do Rio Buranhém.

O nome da praia seria originário de um hábito dos pescadores, de deixar uma lamparina acesa ao sair para pescar. Na volta, a lamparina era apagada. No caso de alguma delas permanecer acesa, os outros pescadores saberiam que algum de seus colegas não conseguiu retornar.

Mas a maior atração aqui é mais uma piscina natural, bastante frequentada pelos pequenos e a estrutura do Arraial d’Ajuda Eco Resort.

O percurso dura cerca de 1 hora para quem vai caminhar sem paradas. Nós levamos duas horas, com paradas para mergulho e para subir o drone.

E aqui fica a dica: você pode até fazer o retorno a pé, mas nós preferimos pegar um ônibus de volta ao centro. Da praia, há uma viela (parece meio suspeita, mas siga nela) que desemboca diretamente na balsa de Arraial d’Ajuda. Ali a oferta de transporte é grande.

Caminhada para o Litoral Sul

Essa caminhada segue na direção de Trancoso. Por aqui, nós já comentamos sobre uma caminhada que fizemos, na maré baixa, até a vila de Trancoso. É um programa imperdível, mas requer bastante disposição.

Como a maré não estava tão baixa e o calor de janeiro impiedoso, na nossa última vez não conseguimos repetir esse trajeto.

Praia do Parracho

A Praia do Parracho possui barracas mais sofisticadas e bonitas do que em Mucugê

Essa é a primeira praia caminhando da Praia do Mucugê para o lado direito. Não há muita diferença entre as duas, então fica difícil até saber onde termina uma e começa a outra.

Mas uma referência importante é o Uiki Parracho, a barraca de praia mais famosa e charmosa da região. A consumação mínima é de cerca de R$ 100,00 por pessoa (o valor varia de acordo com a época do ano, dia da semana ou até mesmo a lotação do lugar).

Outra barraca bem conceituada é a Cabana Grande, que não cobra consumação. Mas é bom chegar cedo, pois a barraca costuma lotar.

Foi a partir da Praia do Parracho que fizemos uma atividade de canoa havaiana muito legal. Quem dá a aula é o Cauê, instrutor da @cppextreme. A atividade esportiva é realizada por moradores de Arraial d’Ajuda, mas você pode entrar em contato e participar de uma aula. São dois horários diários, bem cedinho.

Canoa havaiana atravessa alguns dos arrecifes das praias de Arraial d’Ajuda

Além das remadas, também rola uma parada para snorkeling no mar com direito a muita vida marinha. Depois da canoa, ainda fomos curtir nossos últimos momentos em Arraial.

Com a maré ainda baixa, caminhamos pelas praias do Parracho, Pitinga e Lagoa Azul. Passeio bem cedinho, encontramos praias vazias e uma delícia de manhã.

Às 10h já estávamos de volta na pousada para tomar o café da manhã. Às vezes é bom começar o dia de um jeito totalmente diferente, né?

Praia da Pitinga

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
Visual da Praia da Pitinga, considerada por muitos a mais bonita de Arraial d’Ajuda

Um pouco adianta fica a Praia da Pitinga. É bem fácil de reconhecer, pois logo ao chegar você se depara com um visual das falésias e vários restaurantes pé na areia.

Se você quiser ir direto para a praia, há um estacionamento próximo e as vans também deixam no local.

Como a oferta de barracas é maior, os preços são mais convidativos do que na Praia do Parracho, mas em contrapartida também perde um pouco o charme.

Praia da Lagoa Azul

Quase deserta e paradisíaca, a Praia da Lagoa Azul é um programa imperdível

Continue caminhando pela Praia da Pitinga para chegar na Praia da Lagoa Azul. Esse é um dos trechos que realmente só dá para fazer na maré baixa.

Nesse trecho a praia fica totalmente selvagem e há apenas uma barraca de praia, a Cabana Lagoa Azul, com uma bandeira do arco-íris. Adoramos. Mas como fomos bem cedinho, ela ainda não estava aberta.

A Lagoa Azul que dá nome ao lugar era uma lagoa mesmo (na primeira vez que visitei eu lembro que tinha até uma cascata que desaguava no desfiladeiro entre as falésias). Infelizmente a cascata a e lagoa secaram.

Mas caminhando um pouco para dentro do vão entre as falésias, é possível encontrar um ponto onde ainda é possível se lambuzar com lama. Não sei se vocês acreditam no poder terapêutico desses banhos de argila, mas é sempre divertido para tirar umas fotos.

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
Lagoa Azul é a aquela praia para chamar de sua: praticamente deserta

Ali também tem um acesso bem complicadinho, mas que dá para subir até o alto da falésia e ter um visual belíssimo da região.

É o lugar perfeito para quem quer uma praia deserta e selvagem.

Praia do Taípe

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Bahia: Melhores Praias
A Praia do Taípe e suas falésias cinematográficas

A partir da Lagoa Azul, começa uma grande extensão de areia, com altas falésias. A praia é muito bonita, mas é um longo trecho deserto, exceto por um trecho de acesso do Club Med Trancoso (um resort famoso da região).

Caso queira vir de carro, são 30 minutos de estrada de terra, a partir do centro de Arraial d’Ajuda.

A Cabana Taípe é ponto de apoio de grupos (por conta disso fica mais cheia e sem muita tranquilidade). Esse ponto da praia tem fácil acesso de carro. Ao lado há também a Cabana Falésia.

Não há cobrança de consumação mínima, mas o estacionamento custa R$ 15,00 (ref. jan/2019).

O que fazer em Arraial d'Ajuda - Porto Seguro, Bahia: como chegar, onde ficar, melhores praias e o que fazer   

Leia também:

O que fazer em Trancoso

Caminhada de Arraial d’Ajuda até Trancoso


Fontes:

 

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM

share on:
Fabio Pastorello

Fabio Pastorello

Editor do Viagens Cine, fotógrafo e videomaker. Curte cinema e leva a vida e as viagens com toques de romance, drama e aventura. Formado em Letras, ex-bancário e muito mais feliz como blogueiro de viagens.

17 comentários

  1. Bom dia, adorei as dicas de vcs!!! Vai me ajudar muito na viagem que vou fazer mês que vem pra Porto Seguro. Vou ficar hospedada em Porto mas vou bater perna em Arraial, e pela dicas de vcs vou de van e ônibus mesmo. Agora uma dúvida: tem van e ônibus a noite , perto das balsas que levem a gente até a Rua do Mucugê?

    1. Oi, Letícia. Infelizmente não tenho certeza, mas pelo que me lembro as vans e ônibus só funcionam mesmo até às 18h. Mas vou ver se descubro e volto aqui para comentar. Abraços.

  2. Vou ficar em porto seguro e gostaria de conhecer outras praias o que é melhor alugar um carro ou ir de taxi/uber?

    1. Oi, Ingrid. De táxi ou Uber de Porto Seguro para Arraial d’Ajuda é super caro, pois tem que atravessar a balsa e demora um pouco. Recomendo alugar um carro ou contratar um passeio. Abraços.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.